Publicidade

Estado de Minas MÚSICA

Cantora Elza Soares relança 'Carioca da gema', disco independente de 1999

Repertório reúne clássicos de Jorge Benjor, Tito Madi, Adoniram Barbosa e Milton Nascimento. Álbum está disponível nas plataformas de streaming


27/01/2021 04:00

(foto: Daryan Dornelles/divulgação)
(foto: Daryan Dornelles/divulgação)
Lançado em 1999, o disco Carioca da gema (Ao vivo), de Elza Soares, chega às plataformas digitais em projeto da gravadora Deck. Ela interpreta clássicos do samba e do suingue nacional, como Trem das onze (Adoniran Barbosa), Chove chuva (Jorge Benjor) e Balanço Zona Sul (Tito Madi), fazendo também releitura especial de hits de Wilson Simonal, entre eles Meu limão meu limoeiro (Carlos Imperial e José Carlos Burle) e Mamãe passou açúcar em mim (Bill César). Milton Nascimento comparece com Circo Marimbondo. Elza relembra que o álbum independente, gravado no teatro carioca João Caetano, foi totalmente bancado por ela, que caprichou nos scats jazzísticos ao interpretar o Hino Nacional Brasileiro.

FILMES
JENNIFER E BRADLEY
(foto: Fox Life/reprodução)
(foto: Fox Life/reprodução)

Até sexta-feira (29/1), o canal Fox Life vai passar dramas que fizeram história nas telas, sempre às 18h45. Nesta quarta (27/1), em O lado bom da vida, Bradley Cooper é Pat Solitano Jr., homem que tenta reconstruir a vida depois de perder o casamento, a casa, o emprego e de se ver internado num sanatório. Tudo muda quando ele conhece Tiffany (Jennifer Lawrence), também problemática, que traz novos ares para o rapaz. Amanhã (28/1), no mesmo horário, a atração será O caçador de pipas. A trama conta a história de dois meninos cujas vidas são marcadas pela traição ocorrida durante uma competição de coloridos papagaios. Amir (Zekeria Ebrahimi) se muda do Afeganistão para os Estados Unidos, mas retorna ao seu país, décadas depois, para retomar os laços com Hassan (Ahmad Khan Mahmidzada) e enfrentar o talibã.

SANTOS
FILM FEST

Até 8 de fevereiro, o Santos Film Fest – Festival Internacional de Cinema de Santos recebe inscrições para as mostras competitivas nacional e internacional deste ano. Prêmios serão conferidos pelo júri e pelo voto popular. O evento destacará a representatividade de artistas negros, LGBTQIA+ e mulheres – elas ganharão destaque especial na edição 2021, marcada para 16 e 23 de março. Informações: www.santosfilmfest.com, www.youtube.com/santosfilmfest, www.facebook.com/santosfilmfest e por meio do WhatsApp 55 (13) 99614-0963.

DISCO
HAMLETO STAMATO
(foto: Rio Santos Fest/divulgação )
(foto: Rio Santos Fest/divulgação )

O pianista, compositor, arranjador e produtor Hamleto Stamato acaba de mandar para as plataformas digitais o álbum Autoral, também disponível no site do artista (www.hamletostamato.com). Por meio de crowfunding, o músico, que se divide entre o Brasil e a Holanda, começou a gravar o projeto em fevereiro de 2020, no Rio de Janeiro. De volta à Holanda em março, ele registrou remotamente as participações de Marcelo Martins (saxofone), Jessé Sadoc (trompete e flughelhorn), Vittor Santos (trombone), Augusto Mattoso (baixo) e Erivelton Silva (bateria). A St. Petersburg Studio Orchestra, da Rússia, regida pelo brasileiro Kleber Augusto, também colaborou com Stamato. Autoral mescla samba, bossa nova e salsa, entre outros ritmos. O pianista já tocou com Tim Maia, Danilo Caymmi, Rosa Passos, Pery Ribeiro e Raul de Souza.

PEU
NOVO ÁLBUM
(foto: Beatriz Person/divulgação)
(foto: Beatriz Person/divulgação)

O cantor e compositor baiano Peu batizou com seu nome o disco que reúne inéditas e singles lançados em 2020, como Dançar (Acústico), parceria dele com Tenison Del Rey e participação da cantora Ju Moraes; Lua, composta com Nill, Igor Liberato e Rion, além do feat com o cantor e multi-instrumentista norte-americano Rion (Ryan Liestman), que já tocou com Stevie Wonder, Jonas Brothers, Demi Lovato e Taylor Swift. Entre as inéditas estão o pop reggae Para e Tão beat, trabalho de Peu com o trio paulista Big Up.

EDITAIS
BDMG CULTURAL

Estão abertas as inscrições gratuitas para os prêmios Marco Antônio Araújo, Flávio Henrique e BDMG Instrumental, concedidos pelo Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais. As premiações contemplam a produção autoral, a produção independente e o trabalho de compositores, instrumentistas e arranjadores. As inscrições devem ser feitas no site www.bdmgcultural.mg.gov.br. Informações: (31) 3219-8691.

SEMANA
VISIBILIDADE TRANS

Prossegue a programação da 4ª Semana de Visibilidade Trans e Travesti de Belo Horizonte, que vai até sexta-feira (29/1). As atividades on-line são gratuitas. Nesta quarta (27/1), às 15h, palhaços vão exibir o seu talento. Às 19h, live lançará a cartilha virtual sobre direitos e cidadania de pessoas trans, com a participação de João Maria e do Defensor Vladimir. Na quinta (28/1), às 19h, Jovens trans promove live com a participação de adolescentes. Participam Vince Rzatki, Yuri Skrosk e Caca Neves. Mais informações no Instagram (@visibilidadetransbh) e Facebook (@caminhadatransbh).

TELECINE
STALLONE EM AÇÃO
(foto: Telecine/divulgação)
(foto: Telecine/divulgação)

O filme A última chance chega ao canal pago Telecine Premium nesta quarta-feira (27/1), às 22h, no Festival 125 anos de Cinema. Dirigido por Steven Miller, o longa conta a história do policial Frank Penny (Aaron Eckhart), que tenta resgatar a filha do chefe das mãos de um sequestrador. A repórter Ava Brooks (Courtney Eaton) o acompanha nessa missão. Na quinta (28/1), no mesmo horário, tem Sylvester Stallone em Cobra. O valentão faz o papel de Marion Cobretti, tenente às voltas com assassinatos cometidos pela sociedade secreta Nova Ordem. O elenco conta também com Brigitte Nielsen, Brian Thompson e Reni Santoni.

GLOBO DE OURO
JANE FONDA
(foto: AFP)
(foto: AFP)

Em 28 de fevereiro, Jane Fonda receberá o troféu honorário Cecil B. De Mille, concedido pela Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood, durante a cerimônia do Globo de Ouro. Ali Sar, presidente da entidade, destacou o talento da atriz, observando que “enquanto sua carreira passou por muitas mudanças, seu comprometimento social permaneceu inabalável”. Em 1980, o pai de Jane, o ator Henry Fonda (1905-1982), também ganhou o Cecil B. De Mille Awards.

SELEÇÃO
ORQUESTRA OURO PRETO

A Orquestra Ouro Preto abriu três vagas para músicos de 18 a 28 anos interessados em desenvolver habilidades musicais. Inscrições estão abertas até 25 de fevereiro, com uma vaga para violinista, outra para violista e a última para contrabaixista. A seleção será virtual, com audições realizadas por meio da análise dos vídeos enviados pelos candidatos. Eles devem executar duas peças ou movimentos de livre escolha ligados à literatura do instrumento. Os aprovados receberão bolsas de R$ 700 e participarão de atividades entre março e dezembro de 2021. Informações: www.orquestraouropreto.com.br.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade