Publicidade

Estado de Minas MÚSICA

Tatá Spalla lança trilha sonora de 'Quarentemas' nas plataformas digitais

Mineiro gravou canções na cozinha, sala e até debaixo do cobertor, durante o isolamento social. 'Volume 1' reúne 12 temas da websérie produzida em BH


26/01/2021 04:00

(foto: Youtube/reprodução )
(foto: Youtube/reprodução )
O mineiro Tattá Spalla mandou para plataformas digitais Volume 1, com 12 músicas que fizeram parte da trilha sonora composta por ele para a websérie #Quarentemas, criada para este período de confinamento social imposto pela COVID-19. “Elas foram feitas neste período de agonia, dor, variadas emoções que nos rondam e, sobretudo, de esperança”, diz Spalla, definindo suas canções como “haicais musicais”. O Volume 2 será disponibilizado em breve. No total, serão 25 faixas inéditas presentes nos 20 episódios do projeto de artes cênicas dirigido pela atriz Inês Peixoto, o artista visual Eder Santos e o cineasta Gilberto Scarpa.

***

Tattá gravou a maioria dos temas dentro de casa, durante sua mudança para um sítio. O “estúdio” dele foi a sala, o quarto, a cozinha e até a cama, debaixo do cobertor. Com quatro a cinco minutos, os episódios de #Quarentemas foram exibidos no Instagram e no canal do YouTube do projeto Teatro em Movimento até quinta-feira (21/1).

TV
JÔ E MARCELO TAS

Jô Soares é o convidado de Marcelo Tas desta terça-feira (26/1) no programa #Provocações, que reprisa as melhores edições de 2020. Teatro, televisão, sexualidade e o autismo de Rafael, filho do humorista e apresentador, falecido em 2014, foram temas da conversa da dupla. Às 22h, na TV Cultura, com retransmissão pela Rede Minas.

KEU FREIRE
SEU DAZIM

Desta terça-feira (26/1) a sexta (29/1), às 11h, Keu Freire comanda o espetáculo de contação de histórias Seu Dazim conta..., sobre as lendas brasileiras, com direito a viola caipira. Ator, diretor, professor e produtor, Keu é um dos fundadores da Insensata Cia. de Teatro e curador do Festival Nacional de Arte para as Infâncias.

DISCO
VLADIMIR SAFATLE

Vladimir Safatle, professor titular da Universidade de São Paulo (USP), é conhecido como filósofo, mas se dedica também à música. Compositor e pianista, mandou o disco Tempo tátil (Selo Sesc) para as plataformas de streaming. Em 2019, Safatle havia lançado Música de superfície (Tratore). O novo trabalho traz faixas instrumentais autorais que dialogam com textos do ensaísta Paul Celan, do romancista Scott Fitzgerald e do poeta Paul Éluard. O filósofo diz que seu novo álbum traz “expressões estranhas à gramática de afetos que colonizam nossas formas de experiência”. A obra ficará disponível, gratuitamente, no Sesc Digital. Não há necessidade de cadastramento.

ACADEMIA
DANTAS MOTA

O escritor Caio Junqueira Maciel abre a programação virtual de 2021 da Academia Mineira de Letras (AML) com palestra sobre a poesia de Dantas Mota e seus aspectos míticos, bíblicos e universais, que estará disponível no YouTube da instituição a partir das 11h desta terça-feira (26/1). Basta acessar http://bit.ly/aml-caio.ww.casafiatdecultura.com.br

SAGOMA
HENRIQUE DETOMI
(foto: Casa Fiat/divulgação)
(foto: Casa Fiat/divulgação)

O artista plástico Henrique Detomi apresenta, a partir desta terça-feira (26/1), a exposição Sagoma, abrindo a temporada de 2021 da Casa Fiat de Cultura. Dez pinturas em óleo sobre tela e madeira e duas esculturas em terra e ferro expressam o olhar de Detomi sobre a relação do ser humano com a paisagem ao redor. A curadoria é assinada por Marina Câmara e João Guilherme Dayrell. Os trabalhos ocupam a Piccola Galleria e podem ser conferidos por meio de vídeos e mediações on-line até 15 de março.

***

Às 19h de hoje, haverá bate-papo on-line ao vivo com Detomi. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas no site Sympla. A agenda prevê também visitas virtuais agendadas em 4 de fevereiro, às 10h; 11 de fevereiro, às 16h; 18 de fevereiro, às 10h; 25 de fevereiro, às 16h (com tradução em Libras); 4 de março, às 10h; e 11 de março, às 16h. Informações:  www.casafiatdecultura.com.br

FESTIVAL SABIÁ
SERENATA E OFICINAS

Determinado a destacar o protagonismo da maturidade, o Festival Sabiá se transformou em portal on-line durante o confinamento social, oferecendo oficinas, palestras, serenatas, performances e contação de histórias, tudo isso disponível gratuitamente em www.portalsabia.com.br e www.instagram.com/portalsabia/. Canções de Almir Sater e Tião Carreiro formam o repertório da serenata do cantor Clécio Araújo e Edson, integrante do Centro de Referência da Pessoa Idosa de Belo Horizonte. Maíra Paiva ministra oficina sobre a escrita, a psicóloga Alessandra Vissentin estimula o público a resgatar e compartilhar suas memórias, e Alexandre Lopes ensina a fazer retratos artesanais, enquanto Lourdes Rivera comanda oficina de oratórios decorativos.

ITAÚ CULTURAL
BEATRIZ MILHAZES
(foto: Itaú Cultural/divulgação)
(foto: Itaú Cultural/divulgação)

Em 6, 7, 13 e 14 de fevereiro, das 15h30 às 17h, o Núcleo de Educação e Relacionamento do Itaú Cultural promove oficina de experiência virtual com atividades relacionadas à exposição Beatriz Milhazes: Avenida Paulista, em cartaz até 30 de maio no Itaú Cultural e no Masp, na capital paulista. Educadores comandarão Composições em papel, criando livro-quadro e estimulando participantes a elaborar seu próprio livro por meio da pintura, colagem e impressão, marcas registradas do trabalho de Beatriz. Inscrições devem ser feitas no site www.itaucultural.org.br.

PLATAFORMA
TESOUROS MUSICAIS

A plataforma Tesouros Musicais Brasileiros, lançada pela Sociedade Artística Brasileira (Sabra), disponibiliza para o público partituras dos séculos 18 e 19, oferecendo uma viagem pela produção mineira daquela época. O banco de dados reúne 375 manuscritos de 76 compositores. A plataforma está disponível em tmb.sabra.org.br. O material pertence ao acervo do maestro Vespasiano Gregório dos Santos, pianista e diretor de orquestras na época do cinema mudo, que herdou os manuscritos do seu pai adotivo, José Nicodemos da Silva. Regente, violoncelista, compositor e professor, Nicodemos se apresentou em cidades mineiras e do Rio de Janeiro. Os documentos revelam a religiosidade da música produzida em Ouro Preto e Belo Horizonte naquele período.

FILME
A CAMAREIRA
(foto: Canal Brasil/divulgação)
(foto: Canal Brasil/divulgação)

A camareira (2019), filme da diretora Lila Avilés, será exibido nesta terça-feira (26/1), às 22h, no Canal Brasil. Em um hotel de luxo na Cidade do México, Eve, de 24 anos, percebe que nem sempre seu trabalho pesado é recompensado. Vivida pela atriz Gabriela Cartol, a camareira tem de suportar manias de hóspedes exigentes – ela simboliza a desvalorização da massa “invisível” dos trabalhadores mexicanos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade