Publicidade

Estado de Minas MÚSICA

Circo Marimbondo faz live para crianças com canções de Beto Guedes

Apresentação neste domingo homenageia integrante do movimento do Clube da Esquina. Show visa ajudar na construção cultural da meninada e terá outras atrações


09/01/2021 04:00 - atualizado 09/01/2021 09:57

Circo Marimbondo Show %u2013 Papagaio de toda cor vai apresentar repertório especial de Beto Guedes (detalhe, acima) em live para toda a família(foto: LÍVIA BASTOS/DIVULGAÇÃO)
Circo Marimbondo Show %u2013 Papagaio de toda cor vai apresentar repertório especial de Beto Guedes (detalhe, acima) em live para toda a família (foto: LÍVIA BASTOS/DIVULGAÇÃO)

Com repertório composto por músicas de Beto Guedes, o Circo Marimbondo Show – Papagaio de toda cor promove live neste domingo (10/1), às 16h. O evento será realizado no Bar do Museu Clube da Esquina, em Santa Tereza, e terá transmissão gratuita pelo canal do YouTube do próprio bar e contará ainda com intérprete de libras.

Uma das integrantes do projeto, a cantora Bianca Luar, explica que será apresentada uma seleção especial de canções que promovem diálogo direto com crianças de todas as idades e suas famílias. Beto Guedes também participa com um depoimento, falando sobre a capital mineira e seus roteiros preferidos na cidade que o adotou.

Segundo Bianca, a ideia da live é homenagear o músico montes-clarense, um dos ícones do Clube da Esquina. “O evento também busca antecipar as comemorações do aniversário de seus 70 anos, em 13 de agosto.” Além da cantora, educadora musical e percussionista, integram o grupo Artur Araújo (violão e voz), Cyrano Almeida (bateria), João Paulo Avelar (baixo e voz), Pedro Volta (teclado e voz) e Diego Gamarra (Palhaço Cloro).

Ela ressalta que o grupo se consolidou mesmo com o nome de Circo Marimbondo, sugerido por Beto Guedes há cerca de quatro anos durante o carnaval e acabou se transformando em um bloquinho carnavalesco. “Foi então que começamos a tocar músicas do Clube da Esquina para a criançada. Mas também canções populares, folclóricas, MPB e do universo escolar, tudo em ritmo de carnaval.”

Bianca lembra que, durante a pandemia, o projeto foi contemplado com o edital da Belotur. “Foi aí que decidimos montar algo em parceria com o Museu do Clube da Esquina. O projeto conta com vários braços para a garotada e também para as suas famílias. O objetivo é levar uma obra até então desconhecida pela maioria das crianças, que são as canções de um dos ícones do Clube da Esquina que é o Beto Guedes.”

A cantora acredita que a live será vista tanto pelas crianças quanto pelos pais, que até já conhecem o repertório. “É muito legal essa construção cultural das crianças, com canções de qualidade e com músicas feitas em Minas. Para abrilhantar ainda mais a live, contratamos alguns artistas circenses que farão palhaçaria, malabares, pirotecnia e monociclo. Outra característica no grupo é que seus integrantes não são somente músicos da cena infantil. São professores, estudiosos e excelentes instrumentistas.”

Ela explica que os integrantes também tocam com nomes importantes, como Toninho Horta e Lô Borges, entre outros. “Todos são fãs incondicionais do Clube da Esquina e cresceram escutando as músicas do movimento mineiro. Eles tocam tudo originalmente e continuam estudando as canções do Clube. A banda tem uma sonoridade sofisticada, além de peso e arranjos muito bonitos. A live terá um show curto, cerca de 40 minutos, mas que está muito legal.”

''O nosso destaque é a música de qualidade para o público infantil, que vai de Beatles a Saltimbancos. A família inteira gosta, porque não se trata de uma banda que toca clichês, pois se preocupa com sonoridade e arranjos e tem um olhar pedagógico''

Bianca Luar, cantora


Como educadora musical, Bianca explica que ministra oficinas para crianças, faz músicas para as escolas, atendendo a creches, professoras, além de executar práticas musicais para a primeira infância, dentro de um repertório apropriado e com brincadeiras musicais. “O nosso destaque é a música de qualidade para o público infantil, que vai de Beatles a Saltimbancos. A família inteira gosta, porque não se trata de uma banda que toca clichês, pois se preocupa com sonoridade e arranjos e tem um olhar pedagógico.”

Ela conta que, normalmente, procura levar a magia da sala de aula para o palco. “É olhar nos olhos das crianças, chamá-las ao palco para brincar e interagir conosco.” Bianca Luar ressalta que, embora o Circo Marimbondo seja um grupo infantil para crianças de todas as idades, consegue agradar a toda a família, que se identifica com o seu repertório. “Tocamos vários movimentos musicais, mas tudo de um jeito lúdico.”

LIVE
• Circo Marimbondo Show – Papagaio de toda cor
• Domingo (10/1), às 16h, diretamente do Bar do Museu Clube da Esquina
• Transmissão gratuita pelo Youtube.com/bardomuseuclubedaesquina 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade