Publicidade

Estado de Minas SOCIÓLOGO

Domenico De Masi revela sua visão sobre a pandemia e o futuro

O pensador italiano vai responder a perguntas no público em evento virtual promovido pela Casa Fiat nesta terça (22). Antes, haverá exibição de conversa gravada


22/09/2020 04:00 - atualizado 22/09/2020 10:40

O sociólogo italiano Domenico De Masi vai responder a perguntas no público em evento virtual promovido pela Casa Fiat hoje(foto: Fernando Frazão/Agência Brasil/Divulgação)
O sociólogo italiano Domenico De Masi vai responder a perguntas no público em evento virtual promovido pela Casa Fiat hoje (foto: Fernando Frazão/Agência Brasil/Divulgação)
O reconhecido sociólogo, professor e escritor italiano Domenico De Masi participa nesta terça-feira (22) de um bate-papo virtual realizado pela Casa Fiat de Cultura, em parceria com o consulado da Itália em Belo Horizonte e os Institutos Italianos de Cultura de São Paulo e do Rio de Janeiro. 

O evento on-line, mediado pela jornalista Daniella Zupo, integra a programação da 14ª Primavera de Museus e será transmitido pelo YouTube.

Autor do clássico O ócio criativo (Editora Sextante), De Masi vai abordar os novos caminhos e os desafios das sociedades, que, em sua opinião, chegarão transformadas ao ano de 2030. A conversa foi gravada previamente; entretanto, o pensador estará ao vivo, direto da Itália, para responder a perguntas do público.

MEDITAR 

Um dos temas tratados é o impacto da pandemia da COVID-19 sobre o cotidiano das pessoas. De Masi afirma que o vírus pode ser considerado um ''grande seminário'' que obrigou todos a meditar sobre várias questões.

''Falo de um grande seminário residencial e mundial que nos fez pensar nos limites do desenvolvimento e na importância daqueles a quem chamamos de grupos primários: a família, os amigos, a empresa, os colegas'', destaca.

Segundo ele, a quarentena redefiniu a relação entre tempo e espaço com o advento do trabalho e estudo a distância. ''Antes, podíamos nos deslocar completamente, de avião ou carro, mas não tínhamos tempo, pois havia muitos compromissos a nos impedir de refletir e repensar.''

Domenico De Masi considera que a pandemia é uma ''tentativa extrema'' da natureza de lembrar e ensinar às pessoas que elas são seres mortais não tão sábios quanto pensam.

''A saúde vem antes da democracia; e a democracia antes da economia. Os recursos do planeta têm limite, e nós, ao invés de lutar uns contra os outros, faríamos bem em nos unir contra três inimigos comuns: os vírus, o aquecimento global e as desigualdades. Quanto à economia, o coronavírus nos ensinou a importância da intervenção pública e a prioridade do necessário sobre o supérfluo'', comenta ele no bate-papo virtual, que vai ao ar a partir das 9h.  

CONVERSA COM DOMENICO DE MASI 
Nesta terça-feira (22/9), às 9h, no canal do YouTube da Casa Fiat de Cultura (youtube.com/casafiatdecultura). 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade