Publicidade

Estado de Minas

De volta para o futuro comemora 35 anos com maratona

Studio Universal faz homenagem ao filme estrelado por Michael J. Fox, sucesso nos anos 1980


postado em 02/07/2020 04:00

(foto: Studio Universal/DIVULGAÇÃO)
(foto: Studio Universal/DIVULGAÇÃO)
Nesta sexta-feira (3), o Studio Universal terá um dia inteiro de exibição em homenagem aos 35 anos do De volta para o futuro (foto). Para os fãs do filme, os dois longas-metragens, que se tornaram grande sucesso nos anos 1980, serão exibidos em sequência, desde as 7h50. A produção norte-americana, de 1985, é estrelada por Michael J. Fox, Christopher Lloyd, Lea Thompson, Crispin Glover e Thomas F. Wilson. O primeiro filme conta a história de Marty McFly (Michael J. Fox), um adolescente que volta no tempo até 1955. Ele conhece seus futuros pais no colégio e acidentalmente faz sua futura mãe ficar interessada por ele. Marty precisa, então, consertar o dano na história fazendo com que seus pais se apaixonem e, com a ajuda do Dr. Emmett Brown (Christopher Lloyd), encontrar um modo de voltar para 1985. Já no segundo longa, após impedir que o filho seja preso no futuro, McFly e o Dr. Brown retornam a 1955 para impedir também que o presente seja alterado por Biff Tannen (Thomas F. Wilson), e tentam não alterar o que aconteceu na primeira viagem no tempo.


ACADEMIA DE HOLLYWOOD
MULHERES NO OSCAR

(foto: RODRIGO ARANGUA/AFP)
(foto: RODRIGO ARANGUA/AFP)

Uma única aparição no cinema foi suficiente para ela ser indicada ao Oscar e agora Yalitza Aparicio (foto) recebe convite para integrar a Academia de Cinema dos Estados Unidos e votar nos ganhadores do prêmio mais importante da indústria. A mexicana de 26 anos, que passou de uma tímida professora de pré-escola em um povoado indígena a atriz aclamada por Roma, faz parte das 819 pessoas convidadas a se somarem à Academia de Hollywood, que dobrou o número de mulheres que a integram e triplicou o número de integrantes não americanos. Entre as novas integrantes, destacam-se ainda a cubana Ana de Armas, a futura Bond girl; Eva Longoria (Desperate housewifes); Awkwafina (The farewell); Zazie Beetz (Coringa);  Cynthia Erivo (Harriet), Zendaya (Spider-Man: Longe de casa) e Constance Wu (Os golpistas e Podres de ricos). A Academia tradicionalmente limitava o número de membros a 6 mil, mas vem aumentando-o desde que assumiu o compromisso de diversificar quem vota no Oscar, após protestos como o #OscarsSoWhite (#OscarTãoBranco).

BIENAL DE SÃO PAULO
ADIADA PARA 2021

A 34ª edição da Bienal de Arte de São Paulo foi adiada para 2021 por causa do coronavírus e voltará a ser realizada em anos ímpares. O evento será realizado entre 4 de setembro e 5 de dezembro. O anúncio foi realizado em entrevista coletiva à imprensa realizada digitalmente nessa quarta-feira (1º de julho). "Precisaríamos começar a montagem agora e estaríamos colocando em risco nossos colaboradores. As interrupções de viagens internacionais também dificultam trazer as obras que gostaríamos de expor e prejudicariam o turismo doméstico e internacional", afirmou José Olympio Pereira, presidente da Fundação Bienal de São Paulo. "Tudo o que está acontecendo certamente fará com que as obras sejam vistas de outra maneira", disse o curador Jacopo Visconti, que afirmou que pretende pensar a mostra como um poema que vai se fazendo aos poucos. Jacopo ainda falou sobre alguns artistas, como Adriana Alonso, Morandi e Beatriz Santiago Munhoz, que lidam com o tema do confinamento em suas obras, que teriam um destaque na nova formatação da mostra. O slogan da 34ª Bienal será "Faz escuro, mas eu canto", em referência ao momento vivido no mundo inteiro.

LIQUID VOICES
ESTREIA

Liquid voices – A história de Mathilda Segalescu, dirigido pela compositora, autora e pianista Jocy de Oliveira,  estreia nas plataformas de streaming (Now, Looke e VivoPlay) nesta quinta-feira (2). Filmado nas ruínas do Cassino da Urca, no Rio de Janeiro, o filme é uma ficção baseada em um evento real do navio Struma – o maior naufrágio com passageiros civis durante a Segunda Guerra Mundial. A embarcação foi a última a deixar a Europa, zarpando da Romênia em 1941, levando 769 refugiados judeus com a promessa de chegar em segurança à Palestina.





receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade