Publicidade

Estado de Minas MÚSICA

Rafael Gomes deixa a Francisco, el Hombre. Sem briga!

Nestes tempos em que as estrelas Anitta, Ludmilla, Anavitória e Tiago Iorc batem boca nas redes sociais, baixista se separa da banda paulista e ainda ganha canção de presente


postado em 24/06/2020 04:00

Rafael Gomes (D) gravou, sem saber, a canção que marca sua saída da Francisco, el Hombre (foto: Rodrigo Gianesi/divulgação)
Rafael Gomes (D) gravou, sem saber, a canção que marca sua saída da Francisco, el Hombre (foto: Rodrigo Gianesi/divulgação)
As recentes brigas protagonizadas por Anitta, Ludmilla, Anavitória e Tiago Iorc envolvendo direitos autorais têm rendido muita fofoca nas redes sociais. Porém, nem toda discordância é sinônimo de desavença. Exemplo disso é a saída de Rafael Gomes da banda Francisco, el Hombre, um dos destaques da cena alternativa nacional. O baixista foi embora e ainda ganhou uma canção de presente, chamada Despedida.

Por seis anos e meio, Gomes fez parte do grupo criado em Campinas (SP). “Quando veio a quarentena, começamos a nos organizar e percebi o quanto estava desligado daquilo. Entendi que seria um ótimo momento para sair, já que todo mundo tinha de se recolher”, explica ele.

A decisão surpreendeu o grupo, mas a vocalista Juliana Strassacapa apoia o amigo. “Fiquei surpresa, acho que os meninos também. Em retrospectiva, sempre conseguimos perceber alguns sinais dele. Ficamos felizes pela sinceridade do Rafael”, conta.

O processo já vinha de algum tempo, diz o baixista. “Percebi que outras coisas estavam me atraindo, começou a ficar difícil conciliá-las com a rotina da banda. Uma delas é ficar mais com o meu filho.” Ele pretende se dedicar mais à família e a ações ligadas à preservação do meio ambiente.

“Por mais que seja uma decisão tomada num momento tranquilo, sem intrigas, imagino que seja difícil para ele”, comenta Juliana. Formado por ela, Mateo Piracés-Ugarte, Sebastián Piracés-Ugarte e Andrei Kozyreff, o grupo fez uma canção em homenagem a Rafael.

“Não é só uma banda ou um trabalho. Somos uma família e queríamos um processo bonito de despedida e gratidão”, explica Juliana. O single Despedida foi lançado na sexta-feira (19) e contou com a participação do próprio baixista, que o gravou sem saber que a música era para ele.

“Mateo só me mandou a base, achei superbonitinha. Antes do lançamento, eles falaram que queriam fazer uma reunião comigo. No dia, avisaram que iriam me mandar um arquivo para que eu escutasse. A reunião foi em vídeo, todo mundo me olhando”, relembra Rafael.

O baixista diz que o primeiro verso traduz bem o que ele sente: “Essa chave/ leve contigo/ Você não é visitante/ Aqui, você tem um lar”. A canção está disponível no YouTube e nas plataformas de streaming. “A gente teve muitas fases. Quando começamos, decidimos morar juntos. Descobrimos quem lava o prato logo depois de comer e quem espera para lavar à noite”, brinca o baixista.

Rafael não pretende se afastar da música. “Estamos seguindo caminhos diferentes, mas, com certeza, eles ainda vão se cruzar. Espero que tenha um show de despedida para mim. Não sei quando, mas espero que aconteça”, afirma.

O grupo só anunciará o substituto do baixista depois da quarentena. “Já temos algumas opções, mas não posso falar ainda. Precisamos experimentar ao vivo. Não adianta decidir mentalmente, precisa testar, sentir, ver como flui”, observa Juliana Strassacapa.

Em julho, Francisco, el Hombre vai lançar uma canção em parceria com um saxofonista brasileiro. Também planeja para agosto o lançamento de outra música, essa em dobradinha com a banda chilena Moral Distraída.

*Estagiária sob supervisão da editora-assistente Ângela Faria










receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade