Publicidade

Estado de Minas

Maratona com obras épicas e carregadas de fé

Nesta terça-feira, Canal Like exibe Jesus de Nazaré, Maria Madalena e Paulo, apóstolo de Cristo


postado em 07/04/2020 04:00 / atualizado em 06/04/2020 20:17

(foto: CANAL LIKE/DIVULGAÇÃO)
(foto: CANAL LIKE/DIVULGAÇÃO)
A semana santa chegou e o Like traz três produções temáticas que contam histórias épicas, atemporais e que carregam mensagens de fé. A primeira é Jesus de Nazaré, minissérie que também ganhou as telonas em 1977, e tem como protagonista Robert Powell. Com direção do cineasta italiano Franco Zeffirelli, a obra mergulha na história do filho de Deus, desde seu nascimento até a ressurreição, passando por momentos marcantes dos quatro evangelhos do Novo Testamento. Citada 17 vezes na Bíblia, Maria Madalena (foto) narra a vida de uma das principais personagens do livro sagrado. Símbolo de mulher forte e resistente, ela aparece de diferentes formas: santa, apóstola, feminista, prostituta e até esposa de Jesus. Lançado em 2018, o filme tem como destaque o casal da vida real Rooney Mara e Joaquin Phoenix.

>>>

Paulo, apóstolo de Cristo fecha a sessão. Um dos seguidores que mais reforçam o significado fundamental das mulheres na congregação e na família. Antes de virar apóstolo, Paulo perseguia os cristãos, mas sua visão muda quando conhece Jesus em pessoa. O filme foca na relação de amizade entre ele e o médico Lucas, que se arrisca ao visitá-lo em Roma, onde é mantido preso, durante o governo de Nero. Uma luta dupla contra o imperador e as fragilidades do espírito humano. A maratona vai ao ar a partir das 15h desta terça-feira (7), no Canal Like.

PORNOCHANCHADAS BRASILEIRAS
MOMENTO ICÔNICO NO CINEMA

(foto: CANAL BRASIL/DIVULGAÇÃO)
(foto: CANAL BRASIL/DIVULGAÇÃO)
O documentário Histórias que nosso cinema (não) contava (2018/foto), que propõe uma leitura sobre o surgimento das pornochanchadas, um dos momentos mais icônicos do cinema brasileiro, estreia nesta terça-feira(7), à 1h10, no Canal Brasil. Em meio aos anos mais duros da ditadura militar, entre as décadas de 1960 e 1980, o mercado cinematográfico encontrou, como forma de manifestação artística, um gênero de grande identidade nacional, capaz de atrair milhões de pessoas às salas de projeção com comédias de forte cunho sexual. No filme, a diretora Fernanda Pessoa busca discutir não apenas os detalhes das produções da época, mas também mostrar o legado dessas obras e a influência no cenário atual.

>>>

Fernanda aposta na montagem de dezenas de filmes exibidos na década de 1970 para mostrar um retrato do Brasil na época, quando o machismo e a objetificação da mulher imperavam. As cenas funcionam como o próprio fio condutor do roteiro para abordar temas como o medo do comunismo em plena Guerra Fria, o fetiche por moças sensuais, a suposta recuperação econômica que nunca alcançava as classes mais baixas, a industrialização do país e a fixação das autoridades por temas subversivos. O documentário retrata este período fundamental e controverso da cultura brasileira.

MÃO NA MASSA
OTAVIANO COSTA

Apresentado por Otaviano Costa, o Extreme makeover Brasil tem a missão de colocar a mão na massa e transformar a vida e a casa da família participante, nesta terça-feira (7), às 21h30, no GNT. No episódio desta semana, Yara e Cláudio compraram a casa onde moram há 13 anos, mas nunca sobrou dinheiro para reformá-la. Chegaram a colocar o imóvel à venda porque não conseguem arcar com a reforma urgente.

ISRAEL CASA DE BAMBA
DOCUMENTÁRIO

(foto: Felipe Ivanicska/divulgação)
(foto: Felipe Ivanicska/divulgação)
Israel fica a mais de 10 mil quilômetros do Brasil. Apesar da distância, a população local tem gosto pela Música Popular Brasileira. O documentário Israel casa de bamba (foto), de Felipe Ivanicska, será exibido nesta terça-feira (7), às 20h, na Rede Minas. Na telinha, os telespectadores podem conferir como a influência das letras e melodias do Brasil agradam a essa população do continente asiático. Um povo que tem “uma vontade profunda de viver”, define o cantor Gilberto Gil em depoimento no filme, citando que Israel tem a cultura da informação como um livro da civilização.

SEGREDOS
CARNES

Courtney Rada desde pequena não abre mão de um bom bife ou costelinhas assadas. A partir desta terça-feira (7), às 22h50, ela compartilha suas décadas de experiência como apreciadora de carnes suculentas e deliciosas na nova série Courtney Rada: A rainha das carnes, exibida peloFood Network. As câmeras acompanham Courtney na missão de busca por carnes preparadas com esmero; ao longo do caminho, ela conhece alguns dos responsáveis pela cadeia de produção, entre eles os que criam os animais e os cozinheiros que levam as delícias do campo à mesa.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade