Publicidade

Estado de Minas

Flávio Venturini e Murilo Antunes falam de parceria além de Nascente

Cantor e compositor participam nesta terça-feira do Entrevista musical, comandado por Malluh Praxedes


postado em 03/03/2020 04:00

(foto: entrevista musical/divulgação)
(foto: entrevista musical/divulgação)
Malluh Praxedes recebe Flávio Venturini e Murilo Antunes (foto) no Entrevista musical, nesta terça-feira (3), às 20h, na Casa Outono (Rua Outono, 571, Carmo-Sion). Na pauta, uma conversa sobre a parceria entre Venturini e Antunes, que teve início nos anos de 1970, quando Venturini tocou teclado/piano na apresentação de Sirlan no Festival Internacional da Canção – edição nacional – com a belíssima Viva zapátria. Ao todo, os dois já compuseram cerca de 40 canções, gravadas por Beto Guedes, Milton Nascimento, Jane Duboc, Nana Caymmi, Pat Metheny, Leila Pinheiro, Alcione e 14 Bis. Só a música Nascente tem dezenas de gravações no exterior. Durante o Entrevista musical, o público também terá a oportunidade de conhecer o jeito de cada um quando compõe. No repertório, algumas parcerias que incluem, além de Nascente, Pierrot, Besame, Emmanuel, Fotografia de um amor, Aquela canção rock’n’roll, Sonho de valsa e Cidade Veloz. Ingressos a R$ 35. Informações:(31) 99906-0624

SARAU LÍRICO
nova temporada
(foto: PAULO LACERDA/DIVULGAÇÃO)
(foto: PAULO LACERDA/DIVULGAÇÃO)

O Coral Lírico de Minas Gerais retoma nesta terça-feira (3) o projeto Sarau Lírico (foto) com apresentação no hall de entrada do Palácio das Artes (Avenida Afonso Pena, 1.537, Centro), ao meio-dia. A apresentação contará com repertório variado, sob a regência do maestro Augusto Pimenta e acompanhamento ao piano de Fred Natalino. Serão cinco peças, entre elas, Misercordias domini, de W. A. Mozart, composta em 1775, baseada no Salmo 89, que constitui meditação sobre a vida humana, justapondo constantemente a eternidade de Deus com a brevidade da vida. O repertório terá ainda Deep rive, de Mack Wilberg; Tu es petrus, de Robert Luca Pearsall; Ride on king Jesus, de Moses Hogan; e Swing low – Spiritual, arranjada por Mark Hayes. Entrada franca. Informações: (31) 3236-7400.

RAIZES ANCESTRAIS
OFICINAS LITERÁRIAS

A literatura como forma de descoberta de outro universo onde corpo e poesia sejam ligados pela palavra-ação, bem como proporcionar aos jovens de regiões de alta vulnerabilidade social o senso de pertencimento à literatura. Esse é o principal objetivo do Raízes Ancestrais – Resistência PeriPoéticas, que será realizado nesta terça (3) e em 5, 6, 9, 10, 11, 12 e 13 de março. O projeto visa democratizar o acesso à literatura por meio das oficinas Escrita criativa, Performances poéticas, Artes visuais, e Produção de zine. As atividades serão ministradas em diversos centros culturais sediados em regiões periféricas. Informações sobre local, dia, horários e atividades estão no facebook.com/events/s/dequebrada-oficinas-voltadas-/624200465100225/ti?=as.

Kafé
Bateu o santo
(foto: Mugshot /divulgação)
(foto: Mugshot /divulgação)

O cantor e compositor Kafé (foto) lança o single Bateu o santo. Produzido pela Mugshot, o músico traz a positividade soteropolitana e o swing para o universo pop com a sua estética de R&B, por vezes temperada a doses do trap, afrobeat e até pagode baiano. Com 24 anos, o multiartista valoriza as raízes brasileiras e cria conexões que o colocam no cenário da nova música brasileira, mais eclética e vibrante. Bateu o santo tem influências do brega nordestino e reggaeton. A música está disponível em http://abre.ai/aKwN.

Invencionática
Manoel de Barros
(foto: loyola/divulgação)
(foto: loyola/divulgação)

A exposição Invencionática (foto), inspirada em obras do poeta Manoel de Barros e criada por alunos da Escola Municipal Prefeito Souza Lima, no Bairro Jardim Vitória, segue em cartaz até esta quarta-feira (4), na Sala Portinari e Passinho das Artes, no Colégio Loyola (Avenida do Contorno, 7.919, Cidade Jardim). Uma discussão em sala de aula sobre o descarte irregular de lixo deu origem à mostra de arte, baseada em reutilização e reciclagem. As esculturas de resíduos sólidos têm vários formatos e representações autênticas de objetos. Entrada franca. Visitação das 8h às 9h30; das 10h30 às 12h; das 14h às 15h30, e das 16h30 às 18h. Informações: (31) 2102-7000.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade