Publicidade

Estado de Minas

Catherine Deneuve premia filme que faz crítica a Donald Trump

Atriz francesa presidiu o júri do festival de cinema americano de Deauville, que deu o troféu para 'Bull', por sua fotografia 'justa e perturbadora' dos Estados Unidos


postado em 17/09/2019 04:00 / atualizado em 16/09/2019 18:36

Produzido pelo brasileiro Rodrigo Teixeira e protagonizado pelos atores Willem Dafoe e Robert Pattinson, o filme The lighthouse foi o segundo colocado no festival francês dedicado a filmes americanos(foto: RT FEATURES/Divulgação)
Produzido pelo brasileiro Rodrigo Teixeira e protagonizado pelos atores Willem Dafoe e Robert Pattinson, o filme The lighthouse foi o segundo colocado no festival francês dedicado a filmes americanos (foto: RT FEATURES/Divulgação)


Sob a presidência da atriz Catherine Deneuve, a 45ª edição do festival de cinema americano de Deauville (Noroeste da França) deu o prêmio máximo a Bull, um retrato dos Estados Unidos na era Donald Trump, dirigido por Annie Silverstein. O anúncio foi feito no último sábado (14).

O longa, selecionado também em Cannes, "teve votação unânime dos jurados", disse Deneuve. É um filme "político sem ser dogmático", "uma descrição do aprendizado com o desastre social como pano de fundo", uma fotografia "justa e perturbadora" dos Estados Unidos de Trump, afirmou Deneuve.

Exibido em maio passado em Cannes, o filme conta a história da aproximação entre uma adolescente sonhadora e um envelhecido peão numa região pobre de Houston.  Bull recebeu também o prêmio da crítica e o prêmio revelação.

O segundo lugar entre dois filmes: a comédia The climb, primeiro longa-metragem de Michael Angelo Covino, e The lighthouse, um filme dramático de Robert Eggers, protagonizado por Robert Pattinson e Willem Dafoe e produzido pelo brasileiro Rodrigo Teixeira.

O prêmio especial do 45º aniversário do festival foi concedido a Shallow, de Carlo Mirabella-Davis, que conta a história de uma jovem casada com um homem bem-sucedido e que sofre de uma doença rara que a leva a engolir objetos. A competição contou com 14 longas. (AFP)


Publicidade