Publicidade

Estado de Minas

I Love Jazz tem apresentações de Alma Thomas e Orquestra Vale Música

Neste sábado (14), festival mineiro abre sua 11ª edição na Praça do Papa. Programação gratuita vai até domingo (15)


postado em 14/09/2019 04:00 / atualizado em 13/09/2019 21:37

A cantora Alma Thomas vai se apresentar com a Vale Música Jazz Band(foto: Alex Santana/divulgação)
A cantora Alma Thomas vai se apresentar com a Vale Música Jazz Band (foto: Alex Santana/divulgação)

Jazz – e pra dançar. Esse é o clima do Festival I Love Jazz, que chega à 11ª edição neste fim de semana, levando boa música à Praça do Papa. Com entrada franca, a festa começa às 15h de sábado (14) e de domingo (15), com aulão de lindy hop a cargo dos bailarinos do grupo BeHoppers. Desta vez, o público será convidado a participar de uma divertida “batalha de dança”.

Organizador do festival e trompetista da banda mineira Happy Feet, Marcelo Costa explica que o objetivo é desmistificar – de vez – a ideia de que jazz é música para poucos. Por isso, o evento se volta para vertentes mais populares da música criada pelos negros norte-americanos no início do século 20.

Um dos destaques da programação é Alma Thomas, cantora e compositora nova-iorquina radicada no Rio de Janeiro, que vai se apresentar com Vale Música Jazz Band. Entre os convidados estrangeiros está a americana Heather Thorn, percussionista e xilofonista, ao lado de sua banda Vivacity. Ela é conhecida pelos arranjos exclusivos para xilofone. O compositor e arranjador sueco Per Danielsson e seu quarteto também subirão ao palco.

Um momento especial do I Love Jazz será o encontro entre os jovens da banda Fizz Jazz e os veteranos da Paulistanea Swing Jazz, na noite deste sábado. Aliás, os rapazes da Fizz – Alexandre Hage (piano), Beto Grangeia (contrabaixo), Cleber Guimarães (banjo e guitarra), Jeremias Bernardo (trompete e voz), Fernando Lima (bateria e washboard) e Pedro Morais (sax, clarinete e voz) – já frequentavam o festival mineiro como fãs antes de criar o grupo, surgido em 2016. “É o único festival do Brasil dedicado ao jazz tradicional”, comenta o contrabaixista Beto Grangeia.
 
Confira vídeo da edição 2017:
 
O encerramento, no domingo à noite, ficará por conta da Happy Feet, que montou uma big band para o evento. O grupo é especializado em jazz dos anos 1930 a 1950, que projetou Louis Armstrong, Duke Ellington, Frank Sinatra e Ella Fitzgerald, entre outros.

Além da aula aberta de dança aberta a todo mundo, o BeHoppers comandará a “batalha”, ou “disputa do bem”, como diz Marcelo Costa. O público será dividido em dois grupos, cada um acompanhado por um professor. Encarregado de escolher a melhor performance de dança, o “júri” será formado pela própria plateia.

I LOVE JAZZ

SÁBADO (14)
» 15h – Aula de lindy hop. Com BeHoppers (MG)
» 16h – Fizz Jazz (SP)
» 17h15 – Paulistanea Swing Band (SP)
» 18h15 – Fizz Jazz e Paulistanea Swing Band
» 18h45 – Batalha de dança
» 19h – Alma Thomas e Vale Música Jazz Band (EUA/Brasil)
» 20h30 – Heather Thorn e Vivacity (EUA)

DOMINGO (15)
» 15h – Aula de lindy hop. Com BeHoppers (MG)
» 16h – Outro Gato Gypsy Jazz (MG)
» 17h30 – Evan Megaro Quartet (EUA)
» 18h45 – Batalha de dança
» 19h – Per Danielsson Quartet (Suécia)
20h30 – Happy Feet Big Band (MG)

Praça do Papa, Mangabeiras. Entrada franca.


Publicidade