Publicidade

Estado de Minas

Encontro internacional em BH debate o papel da arte na democracia

Desafios das políticas públicas culturais na construção de uma sociedade inclusiva e sustentável serão discutidos em evento que terá a participação de pensadores, especialistas e artistas


postado em 19/08/2019 04:00 / atualizado em 18/08/2019 18:22


Promover debates e reflexões sobre as relações atuais entre a cultura, a democracia e o papel das políticas públicas culturais na construção de uma sociedade democrática, inclusiva e sustentável, é o tema do Encontro Internacional Arte, Cultura e Democracia no Século 21, promovido pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH). O evento, que começa nesta segunda-feira (19) e vai até quinta (22), no Teatro Francisco Nunes (Av. Afonso Pena, s/nº, Parque Municipal), traz programação dinâmica, na qual cada mesa de debates buscará a construção coletiva do conhecimento e contará com a participação de pensadores, especialistas e artistas de diversas áreas culturais.

A abertura, às 19h, será com a realização da mesa “Cultura, civilização e democracia – Desafios e riscos atuais”, que refletirá o papel da cultura e da sua relação com os temas e desafios emergentes no mundo. Para o secretário municipal de Cultura, Juca Ferreira, a magnitude deste evento se reflete sobre o marco de um tempo em que as pessoas devem procurar cada vez mais maneiras de se entender dentro da cultura.

“O século 21 é marcado por diversas e grandes transformações políticas e sociais em termos globais, que se refletem no modelo de desenvolvimento econômico, de organização social e ambiental, e com a mesma intensidade no campo das ideias, valores e do pensamento, que são as bases para a elaboração e desenvolvimento de políticas públicas para o campo cultural”, ressalta Ferreira.

Para Fabíola Moulin, presidente da Fundação Municipal de Cultura, a realização do encontro internacional coloca a capital mineira como irradiadora de políticas públicas, por meio de trocas de experiências e saberes com pensadores, mestres, gestores e com a produção cultural da cidade, do Brasil e de outros países. Já Maria Helena Cunha, assessora da Secretaria Municipal de Cultura, destaca a importância do encontro por debater e refletir as relações atuais da cultura e democracia e o papel das políticas públicas, o que, para ela, é fundamental neste momento.

“É muito bom que possamos dar conta de reunir um grande número de pessoas da cidade, do estado, do país e do exterior e conversar sobre um tema tão pungente atualmente. Na abertura, teremos também um show musical, além de vários painéis no formato de mesa, ou seja, com vários convidados participando. Em seguida, o show Paixão e fé com a cantora Titane, acompanhada pelo tecladista Túlio Mourão”, destaca Maria Helena.

Ela explica que o encontro terá um formato bem dinâmico, com mesas de debate que começam a partir da abertura até o encerramento. “Os convidados são pessoas que têm uma vivência muito grande sobre cada tema e acho que a gente se preocupou com isso também. Tem todo um perfil mais teórico, mas também pessoas com experiência na sua área de atuação específica, que vão trazer essa discussão só para dentro do tema que a gente propôs para o encontro”, esclarece a assessora.

Maria Helena explica ainda que foram montadas tendas próximas ao Teatro Francisco Nunes, nas quais haverá conversas ao ar livre sobre o tema. “Nelas teremos um formado diferenciado, mais de uma roda de conversa, com facilitadores de várias partes do Brasil. Alguns convidados que vêm de fora também vão contribuir na discussão. Essa troca com o público é fundamental, pois o público tem uma fala importante também.”

BLACK MUSIC A assessora lembra que o encerramento se dará na quinta-feira (22),no Viaduto Santa Tereza, com a mesa “Arte, política e democracia no século 21”. “O viaduto é um espaço importante da cena cultural belo-horizontina. O formato do encerramento é mais um painel, ou seja, são falas rápidas de vários convidados e terminamos com o Baile da Saudade, trazendo a black music para esse encontro, que tem tudo para ser pulsante”.

As inscrições para participar do encontro são gratuitas e podem ser feitas pelo link https://bit.ly/2KDbpEC.

PROGRAMAÇÃO

Encontro Internacional Arte, Cultura e Democracia no Século 21
De hoje (19) a quinta-feira (22)
Teatro Francisco Nunes (Av. Afonso Pena, s/nº, Parque Municipal)
Inscrições gratuitas pelo link https://bit.ly/2KDbpEC

Segunda-feira (19)
>> Das 20h às 22h – Mesa: Cultura, civilização e democracia – Desafios e riscos atuais. 
Com Juca Ferreira (MG), Fabíola Moulin (MG), Lucero Millán (Nicarágua), Jose Antonio Mac Gregor (México), Jorge Blandón (Colômbia) e Danilo Miranda (SP). Em seguida, show Paixão e fé, com Titane e Túlio Mourão

Terça-feira (20)
>> Das 9h30 às 12h – Mesa: Cultura, crise e democracia no século 21 – Reflexões críticas.
Com Juca Ferreira (MG), Jose Antonio Mac Gregor (México), Jorge Blandón (Colômbia) e Regina Helena Silva (MG)

Encontros temáticos:

>> Das 14h às 16h30: Política e economia da cultura em tempos de crise (Tenda Largo do Teatro) 
Com Alexandre Vargas (RS), Rodrigo Michel (MG), Marta Porto (SP) e Alfredo Manevy (SP)

>> Das 14h às 16h: Cultura, liberdade de expressão e manifestação (Tenda Praça dos Patins)
Com João Paulo Cunha (MG), João Brant (SP), Clarice Calixto (SP) e Leonardo Germani (DF)

>> Das 16h30 às 18h30: Comunicação e mídias (Tenda Praça dos Patins)
Com Pablo Capilé (SP), Tatiana Carvalho (MG), Rafael Mendonça (MG) e Alessandra Mello (MG)

Quarta-feira (21)
>> Das 9h30 às 12h – Mesa: Cultura e participação social no século 21. 
Com Lucero Millán (Nicarágua), Renata Marquez (MG), Nêgo Bispo (PI) e Lilia Schwarcz (SP)

Encontros temáticos:

>> Das 14h às 16h30: Política e ativismo Cultural (Tenda Largo do Teatro). 
Com Lucero Millán (Nicarágua), Álvaro Restrepo (Colômbia), Cacá Machado (SP) e Alexandre Santini (RJ)

>> Das 14h às 16h30: Espaços comuns e experiências compartilhadas (Tenda Praça dos Patins). 
Com Natacha Rena (MG), Marcela Brandão (MG), Alemberg Quindins (CE), Jorge Blandón (Colômbia), Sérgio Barcelar (DF) e Leandro Anton (RS)

Quinta-feira (22)
>> Das 9h30 às 12h – Mesa: Política, criação, corpo e afeto – Os desafios do século 21.
Com Ailton Krenak (MG), Maria Thaís (SP), Leda Martins (MG) e Álvaro Restrepo (Colômbia)

Encontros temáticos:

>> Das 14h às 16h30: Educação, cultura e juventude (Tenda Largo do Teatro). 
Com Jose Antonio Mac Gregor (México), Paulo Vitor Feitosa (CE), Bárbara Bof (MG) e José Márcio Barros (MG)

>> Das 14h às 16h30: Cultura e meio ambiente (Tenda Praça dos Patins). 
Com Marjore Botelho (RJ), Ailton Krenak (MG), Nêgo Bispo (PI)

Painel de encerramento 

>> No baixio do Viaduto Santa Tereza (Av. Assis Chateaubriand, 889, Centro)
Das 19h30 às 22h – Mesa: Arte, política e democracia no século 21. Com Guto Borges (MG), Rui Moreira (MG), Eduardo Moreira (MG), Titane (MG), Maria Marighella (BA), Helvécio Ratton (MG) e Léo Cezário (MG)



Publicidade