Publicidade

Estado de Minas

Giro pelo mundo


postado em 06/08/2019 04:07

(foto: ADRIAN DENNIS/AFP)
(foto: ADRIAN DENNIS/AFP)
Queda do 10º andar

Fora de perigo o
menino jogado

O menino de 6 anos que teria sido empurrado por um adolescente de um mirante no 10º andar do museu Tate Modern de Londres está fora de perigo, "em estado crítico", mas "estável". Os agentes policiais tentam "estabelecer as circunstâncias do incidente" e determinar o motivo pelo qual o menino foi empurrado, tuitou a Scotland Yard. A vítima, de nacionalidade francesa, caiu no domingo à tarde sobre o terraço do quinto andar e foi resgatada e levada de helicóptero para o hospital. O suspeito, um adolescente de 17 anos, foi detido ali mesmo depois de ser cercado por outras pessoas presentes na plataforma. Está sendo investigado por "tentativa de homicídio". A polícia afirmou que "nada indica" que conhecesse a criança.

Egito

País liga terror a
explosão e mortes

O Egito classificou de "ato terrorista" o choque entre vários veículos no Cairo que causou pelo menos 20 mortes na madrugada de ontem, ferindo 30 pessoas. Um carro em alta velocidade atingiu três outros, provocando uma enorme explosão em frente ao principal hospital do câncer do Egito. Inicialmente, o caso vinha sendo tratado como acidente de trânsito. Os primeiros elementos da investigação, de acordo com o governo, levaram a "determinar que o grupo Hasm, vinculado à Irmandade Muçulmana, estava por trás do episódio". A entidade é ilegal.


Advertência russa

O presidente russo, Vladimir Putin, pediu ontem um "diálogo sério" no Conselho de Segurança da ONU para "evitar o caos", após o fim do tratado de desarmamento nuclear, e advertiu que a Rússia se verá "obrigada" a desenvolver novos mísseis se Washington seguir por esse caminho. Na sexta-feira, após seis meses de tentativas frustradas de diálogo, Estados Unidos e Rússia reconheceram o fim do Tratado de Armas Nucleares de Alcance Intermediário (INF, na sigla em inglês) concluído durante a Guerra Fria. Com a suspensão, os norte-americanos já anunciaram o desenvolvimento de novos mísseis convencionais. Putin advertiu contra uma "corrida armamentista ilimitada", acrescentando que "a Rússia se verá obrigada a começar o desenvolvimento de mísseis similares".



Viagem histórica

Dois aviadores britânicos decolaram ontem do Sul da Inglaterra para tentar completar a primeira volta ao mundo em um Spitfire (foto), avião inglês usado na Segunda Guerra Mundial, agora desmilitarizado. O avião de 76 anos decolou de Goodwood Airfield. A viagem será de 43.500 quilômetros, até 8 de dezembro. Os pilotos – Steve Brooks, de 58 anos, e Matt Jones, de 45 – são sócios de uma escola preparatória. Eles passarão por cerca de 30 países da Europa, América do Norte, Ásia e Oriente Médio. Da Escócia, o Spitfire, fabricado em 1943 e envolvido em 51 missões de combate, cruzará o Oceano Atlântico através das Ilhas Faroe, Reykjavik, Groenlândia e regiões remotas do Norte do Canadá.


Paiol explode

Sete pessoas ficaram feridas e milhares tiveram de ser evacuadas ontem após explosões provocadas por incêndio em um depósito de munições na Sibéria, indicaram as autoridades locais. A causa foi um incêndio, cuja origem era desconhecida. As chamas atingiram um arsenal de obuses em uma unidade militar perto do município de Kamenka. Cerca de 6 mil moradores foram levados às pressas para 
áreas seguras.


Ataque na Líbia

Pelo menos 42 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas em ataque aéreo contra a cidade de Morzuk, no Sul da Líbia. O Governo da União Nacional (GNA), com sede em Trípoli e reconhecido pela ONU, confirmou em comunicado no Facebook que a ação, atribuída às forças rivais do marechal Jalifa Haftar, causou "dezenas de mortes e feridos entre civis". Em 2014, eleições parlamentares contestadas levaram à formação de dois governos rivais: um na capital ocidental, Trípoli, e outro no Leste do país.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade