Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Mário Fontana


postado em 12/06/2019 04:20

O príncipe dom João de Orleans e Bragança mantém o conflito monárquico entre as casas de Petrópolis e de Vassouras. Não aceita o conservadorismo de seu primo dom Bertrand(foto: Jean Menezes/Divulgação)
O príncipe dom João de Orleans e Bragança mantém o conflito monárquico entre as casas de Petrópolis e de Vassouras. Não aceita o conservadorismo de seu primo dom Bertrand (foto: Jean Menezes/Divulgação)



• A Associação Comercial de Minas Gerais, presidida por Agnaldo Diniz, acaba de dar posse à nova direção do seu Conselho Empresarial de Seguros, que passará ter no comando o executivo Sérgio Frade, da Solutions Gestão de Seguros. O novo vice-presidente é o advogado Landulfo de Oliveira Júnior. Mandato de dois anos.





Orleans e Bragança
Briga de primos

Os representantes das duas casas imperiais da monarquia brasileira, a Casa de Petrópolis e a Casa de Vassouras, que nunca se deram bem, para manter a tradição continuam se desentendendo. Último exemplo desse “status quo” foi o ataque que dom Joãosinho de Orleans e Bragança, da Casa de Petrópolis, fez a seu primo dom Bertrand, da Casa de Vassouras, em declarações publicadas no jornal O Estado de S. Paulo. Dom João criticou as posições extremamente conservadoras que dom Bertrand vem tomando em nome da monarquia, afirmando abertamente que “Bertrand não representa a família imperial e nem os valores que defendemos no Brasil desde dom Pedro I”. Aliás, é notório que dom Joãosinho sempre representou a ala liberal da família e o príncipe herdeiro dom Luiz e seu irmão dom Bertrand sempre foram da direita radical.

Imigração Italiana
9º Seminário

O 9º Seminário sobre Imigração Italiana em Minas Gerais, a se realizar este ano na cidade de Andradas, irá focalizar a presença italiana no Sul de Minas, região que recebeu grande número de imigrantes, mas que até hoje ainda não tinha sido focalizada de maneira especial pelos encontros anteriores. Os municípios sul-mineiros, principalmente os situados na divisa com São Paulo, receberam durante mais de 20 anos, devido à indústria do café, cargas sucessivas de italianos entre o final do século 19 e início do século 20. Será em setembro.

Os Andrada

Sai ano, entra ano, representantes do clã mineiro dos Andrada (descendentes do patriarca da Independência) continuam se fazendo presentes na crista da onda na vida pública nacional. A mais recente novidade é que um de seus integrantes, o procurador da República José Bonifácio de Andrada, que foi vice-procurador geral da República na gestão de Rodrigo Janot, já se apresentou como candidato ao posto de procurador-geral da República para substituir a atual procuradora, Raquel Dodge, cujo mandato vence em setembro. Admite-se até que ele tem boas chances de conquistar o cargo. O diabo é que Dodge não nega que seja candidata à reeleição. Enquanto isso, José Bonifácio vem recebendo conselhos de seu pai, Andradinha, para aguardar com calma a sua vez.

Expocachaça 2019
Expansão nacional

A Expocachaça, a maior feira do país da “marvada”, lançada em BH em 1990 para enaltecer a cachaça mineira, nesses 29 anos cresceu em prestígio e acabou se tornando um evento de amplitude nacional e até mesmo de referência internacional. Prova disso foi a 29ª Expocachaça, realizada no Expominas de 6 a 9 de junho, que reuniu mais de 200 expositores do produto, com boa parte das marcas vindas de vários estados do país. Por quatro dias, o evento recebeu um público numeroso e entusiástico. Entre os itens interessantes da feira, a se destacar a degustação às cegas que, a exemplo das vezes anteriores, degustadores acabaram premiando caninhas ainda pouco conhecidas em detrimento de marcas famosas. A concorrência cresce. Aliás, com a expansão do setor, os preços de cachaças envelhecidas estão subindo vertiginosamente. Entre as mais caras da exposição, a cachaça gaúcha Weber Haus (nome alemão!), em garrafa de cristal, oferecida por R\$ 2.500. Para defender o prestígio da cachaça mineira, a Vale Verde também apresentou a sua cachaça premium pelo mesmo preço, envelhecida por 18 anos. A gaúcha tem apenas seis anos.

Tribunal de Justiça
Nova câmara, novos desembargadores

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais, presidido pelo desembargador Nelson Missias, promove hoje reunião especial de seus integrantes, a fim de oficializar a criação de uma nova Câmara Criminal na estrutura da instituição, já que o número de processos dessa área tem registrado crescimento contínuo. Na mesma reunião será feita também a eleição de quatro novos desembargadores que virão a integrar o corpo de titulares do tribunal, cujo número total passará de 130 para 134 desembargadores. Os candidatos a serem eleitos, através de listas tríplices, são todos magistrados de carreira.

Insulina
Biomm aguarda

A fábrica mineira de insulina Biomm, única do país a produzir o medicamento vital para os diabéticos, enquanto não consegue autorização da Anvisa para a venda normal de seus produtos prepara-se para efetuar a comercialização de medicamentos estrangeiros para diabetes oriundos dos Estados Unidos e da Coreia do Sul. Pretende cobrir assim as despesas com sua fábrica situada em Nova Lima, nas proximidades da Lagoa dos Ingleses. Entre os produtos está um novo tipo de insulina inalável, que traz muito mais conforto para os pacientes com diabetes mellitus, que não necessitarão de tomar injeções diárias do medicamento. Vai lançar também na praça um remédio para câncer da mama, produzido na Coreia do Sul, que elimina as células doentes, sem afetar as sadias.




Sebrae nacional
Presidência mineira

O ex-deputado federal Carlos Melles, mineiro de São Sebastião do Paraíso, ex-ministro do Turismo, eleito diretor do Sebrae nacional em janeiro, em abril tornou-se presidente da entidade, o que o levou a intensificar suas andanças por todo o país à frente do órgão. Um dos objetivos do órgão é o desenvolvimento das micro e pequenas empresas em escala cada vez maior. Ambos os setores representam uma grande arma para criação de postos de trabalho, fator essencial num país de 13 milhões de desempregados. Criado em 1972, portanto, há quase 50 anos, a importância do Sebrae hoje é vital para normalização da vida produtiva nacional.

Bicicleta
Nasceu na Alemanha

A bicicleta, mais ou menos da forma como a conhecemos, foi lançada na Alemanha na data de hoje, em 1817, inventada pelo barão Karl Christian Ludwig Drais von Sauerbronn, que assim criou o primeiro veículo de transporte de duas rodas em linha do mundo, a “draisiana”. A princípio, a bicicleta, que hoje completa 202 anos, tinha sua tração fornecida pelos próprios pés, mas rapidamente ganhou seus pedais. Como atualmente só se fala em bike, ciclovias, transporte limpo e quejandos, nossa homenagem ao barão Von Sauerbronn.

Dia dos Namorados
Economia ou amor?

Decididamente, quem verificar o noticiário vigente na imprensa nacional em torno do Dia dos Namorados, a acontecer hoje no Brasil, embora no resto do mundo seja comemorado em 14 de fevereiro (Valentine’s Day), vai ficar certíssimo de que o que vale para a data são as promoções comerciais. Na lista, presentes de todos os tipos: flores, chocolates, jantares à luz de vela, passeios, hospedagens românticas em motéis e hotéis são sugeridos e ofertados aos montões. Por exemplo, o número de e-mails recebidos pela coluna envolvendo promoções oferecidas pelos motéis de BH e adjacências não é brincadeira. Sinal dos tempos modernos. Vê se alguém há anos atrás iria sugerir à linda namorada uma noitada em um motel para comemorar o Dia dos Namorados? Jamais.


Publicidade