Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

LANÇAMENTOS ABORDAM A CRISE DA DEMOCRACIA


postado em 24/03/2019 05:08

Desde o fim de 2018, diversas obras que analisam o atual momento político no Brasil e no mundo inundaram as prateleiras das livrarias. Além de A Carta (Todavia), que compila textos de especialistas para explicar a Constituição brasileira, outros lançamentos abordam temas correlatos, corroborando a tese de que existe uma profunda crise na democracia liberal pelo planeta.

Organizado pela economista Maria Cristina Pinotti, Corrupção: Lava Jato e Mãos Limpas (Portfolio Penguin), lançado em fevereiro, reúne textos dos protagonistas de duas das maiores operações anticorrupção da história, incluindo os brasileiros Sergio Moro e Deltan Dallagnol e os italianos Piercamillo Davigo e Gherardo Colombo.

Em O povo contra a democracia (Companhia das Letras), o cientista político alemão Yascha Mounk analisa a ascensão de líderes populistas em países como Rússia, Turquia e Egito, oferecendo possíveis soluções para reverter o avanço de ideologias potencialmente danosas para o tecido democrático. No prefácio à edição nacional, que será lançada no final deste mês, Mounk escreve especificamente sobre o caso brasileiro.

O livro se encaixa na mesma linha de outras obras recentes, incluindo Como as democracias morrem (Zahar), de Daniel Ziblatt e Steven Levitsky; Como a democracia chega ao fim (Todavia), de David Runciman; Ruptura: a crise da democracia liberal (Zahar), de Manuel Castells; e Democracia em risco? (Companhia das Letras), que reúne 22 ensaios atualíssimos sobre o conturbado cenário político do Brasil.

Sobre a legitimação do autoritarismo pelas urnas, o historiador Timothy Snyder publica seu novo livro, Na contramão da liberdade (Companhia das Letras), em que percorre a história de Ucrânia, EUA e Rússia para compreender quais fatores os levaram ao atual momento. Outro lançamento, O quinto risco (Intrínseca), tem como foco a transição governamental entre as gestões de Barack Obama e Donald Trump. O autor, Michael Lewis, falou com funcionários que trabalharam nesse período de transferência de poder para mostrar como o despreparo e o desinteresse da equipe indicada pelo atual mandatário da Casa Branca prejudica vários setores da administração federal no país. Essa obra lembra o também recente Medo (Todavia), de Bob Woodward, jornalista que denunciou o caso Watergate e relata as tensões nas altas esferas da gestão Trump. (Estadão Conteúdo)


Publicidade