UAI
Publicidade

Estado de Minas LONGEVIDADE

Estudo mostra que seres humanos poderiam viver até os 130 anos

Os cientistas informam que a probabilidade de alguém chegar a essa idade avançada é uma em um milhão


29/09/2021 20:13 - atualizado 29/09/2021 22:09

None
(foto: Reprodução/ Pixabay)
Um estudo realizado pelo  Royal Society Open Science  e publicada nesta quarta-feira (29/9), mostrou que os seres humanos poderiam viver até 130 anos, mas a probabilidade de isso ocorrer está cada vez menor.

 

A pesquisa usa uma combinação de valores estatísticos extremos, analises de sobrevivência e métodos computacionais para analisar a mortalidade de idosos italianos e franceses com mais de 100 anos. As conclusões apresentam que não há evidências de que existem diferenças entre a sobrevivência de homens e mulheres italianos depois dos 108 anos, mas para os franceses, a longevidade é menor no sexo masculino.

 

Devido a estudos recentes, o limite da expectativa de vida humana tem sido debatido entre cientistas, que afirmam que os ser humanos poderiam viver até os 150 anos. Segundo o site estadunidense de notícias científicas,  Science Alert , estudiosos explicam que, na teoria, não há idade máxima para as pessoas.

 

*Estagiária sob supervisão do subeditor Eduardo Oliveira 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade