Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Corpo forte, mente sã

Conheça novas modalidades de ioga. Na acroyoga, por exemplo, é possível meditar e encontrar equilíbrio físico e mental com acrobacias e as técnicas dessa arte milenar


postado em 03/03/2019 05:09

Turma de acroyoga: força, equilíbrio e flexibilidade(foto: Wallace Martins/Esp. CB/D.A Press )
Turma de acroyoga: força, equilíbrio e flexibilidade (foto: Wallace Martins/Esp. CB/D.A Press )









A sabedoria milenar da ioga, que se originou no Oriente, é um trabalho de união do corpo e da mente em busca de equilíbrio. No caos atual, é uma boa saída para manter a saúde física e mental. Atualmente, existem diversas modalidades diferentes da prática, que varia da mais tradicional, conhecida como hatha, até opções combinadas com acrobacias de solo.

É o caso da acroyoga, exercício que mistura técnicas e posturas da ioga com movimentos acrobáticos e massagem tailandesa. Júlia Giesbrecht é professora de acroyoga desde 2017, mas pratica desde 2013. Ela já fazia aulas de circo quando descobriu que poderia ir além e explorar as habilidades da ioga com os movimentos de solo. Desde então, fez cursos no Rio de Janeiro, na Colômbia e na Grécia.

“É um exercício que trabalha em conjunto a força, o equilíbrio e a flexibilidade”, explica. As aulas são ministradas em dupla, para maior segurança dos alunos. Gabriela Del Ponto, professora de ioga desde 2007, e de acroyoga desde 2015, é quem ministra as aulas com Júlia. As aulas começam com um alongamento individual e, depois, as posturas são feitas em conjunto. Cada turma tem em média 10 alunos. Júlia explica que a atividade pode ser adaptada a cada perfil. O importante é conhecer o corpo e as limitações de cada um. “Trabalhamos muito a confiança, a coragem e a autorresponsabilidade. É uma meditação muito ativa”, finaliza.

outros métodos

Há ainda métodos de ioga desenvolvidos por brasileiros. O superioga, criado por Paulo Junqueira, é baseado no fortalecimento físico, aliado a posturas e à respiração da ioga.
A ioga terapia hormonal é bastante conhecida entre as mulheres. Focada na respiração e na circulação de energias, a técnica foi criada pela brasileira Dinah Rodrigues, e ajuda no equilíbrio hormonal.
Para quem prefere aula com menos estripulias, existem outras opções. A hot ioga, muito famosa no exterior, é uma delas. Deve ser praticada numa sala aquecida, entre 38 graus e 40 graus, pois o calor deixa os músculos mais relaxados.




Publicidade