Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Abram alas: um novo ciclo vem aí

Porco, terra, yin, Ogum: conheça outros regentes de 2019 e saiba quais são as mensagens que elementos das culturas oriental e africana trazem para o ano que se inicia em breve


postado em 30/12/2018 05:03

No candomblé, o regente de 2019 será Ogum (São Jorge)(foto: Caio gomez/CB/D.A Press )
No candomblé, o regente de 2019 será Ogum (São Jorge) (foto: Caio gomez/CB/D.A Press )

 

 





No horóscopo chinês, o ano novo se dá apenas a partir de 5 de fevereiro, lembra Cilla Gaya, especialista em feng shui e pesquisadora da astrologia chinesa. Ela conta que o regente de 2019 será o porco e que chegaremos ao fim de um ciclo que durou as últimas seis décadas. “Diferentemente do horóscopo ocidental, o chinês não se baseia no céu, mas nos ciclos do nosso planeta. E este ciclo é de 60 anos. Como todo fim de um ciclo, é um momento de balanço, em que decidimos o que manter e o que tirar de nossas vidas. Esse balanço é geral, mas terá mais ênfase no trabalho e nos relacionamentos afetivos e sociais”, discorre.

 Ela segue afirmando que na cultura oriental os animais dizem respeito à parte prática da existência, e que o Porco guarda o guá (área) do trabalho, que estará vibrando em 2019. “Esta área fala muito das nossas vocações, dons naturais e de como desenvolvemos ou reprimimos habilidades ao longo da vida. Portanto, será um ótimo período para aqueles que fazem o que amam, e trará a urgência, um chamado para que todos coloquem em prática seus dons. Aproveite esta energia para lucrar com isso!”, indica.

 Cilla Gaya comenta que o Porco traz, ainda, a energia de um profundo autoconhecimento, vibra honra e elegância, e beira à arrogância também (cuidado). Interfere nas comunicações, impulsiona a tomada de iniciativas e nos ensina, quando necessário, à tomada de atitudes, a fazer adaptações ou a enfrentar o que há de negativo para mudar situações. “Será um ano favorável para o networking. Pessoas comunicativas terão facilidade em contornar problemas e superar obstáculos.”

ELEMENTOS

 

Já cada um dos cinco elementos do horóscopo chinês – madeira, fogo, terra, metal e água – falam da parte emocional e mental, e é a terra que regerá 2019. Ela guarda o guá do relacionamento, revela Cilla. “Isso significa que estaremos mais abertos a novos relacionamentos, e os comprometidos aprenderão a cultivar o que já têm. Isso porque a energia traz paciência, companheirismo, humildade, receptividade e acolhimento – receita infalível para um relacionamento saudável e com muito amor”, sugere.

 Outro ponto em comum nas duas vertentes da astrologia, a chinesa e a ocidental, é a chegada de uma vibração de socialização e pensamento de comunidade. “É um ano de muita união e de um pensamento menos individual e mais global.” Já o aspecto yin, aponta, traz uma energia mais feminina e delicada para o ano, mais espiritualizada e menos agitada em relação a 2018.

 

 

 ORIXÁS

 

Gildo Minghelli, pai de santo do centro espírita Discípulo do Pai Eterno Mãe Marlene do Gantois, conhecido como Mago dos Cristais, lembra que o jogo de búzios é um oráculo oriundo das religiões africanas, que “liga” as pessoas aos seus orixás. “Um guia de autotransformação, que aponta falhas e virtudes, determina a força espiritual, o santo protetor de cada um, as diretrizes.” Ele afirma que o candomblé tem origem milenar, e que a crença nos oráculos é uma questão particular, de fé, de livre-arbítrio. Para quem crê, representa uma conversa direta entre o indivíduo e os seus guias.

 Gildo explica que, assim como nós, humanos, também os anos contam com o respectivo orixá, guardião, mandatário. O regente de 2019 será Ogum (São Jorge). “Um ano de finalizar as sentenças que foram dadas em 2018 por Xangô, orixá da justiça. Haverá tensão e medo para quem deve, equilíbrio e paz para quem agiu corretamente. Tudo vai depender muito do histórico de cada um, mas, sem dúvida, será um período de acertos e de renovação, de esperança por dias melhores.”

 Ele lembra que em todos os aspectos há o positivo e o negativo. E avisa: Ogum traz o exu Tiriri consigo. “É uma alerta para evitar discussões, atritos, manuseio de armas, excessos (principalmente de substâncias que alteram a mente).” Para equilibrar as energias do ano, o mago indica cuidado com a saúde, com práticas que favorecem a qualidade de vida como meditação e atividades físicas. Não guardar rancor e manter a calma e o equilíbrio. “Por essa vibração, é bom procurar uma válvula de escape saudável, ou seja, algum lazer, ioga, meditação, ir ao clube, procurar se divertir.”

ROMPIMENTOS

 

Nos relacionamentos pessoais, Minghelli crava que situações afetivas já deterioradas acabarão em término. E justifica: “Ogum traz a decisão, o ano será excelente para as verdades interiores e para o crescimento emocional e espiritual. Teremos muitos reencontros de amores que foram separados pela inveja e pela maldade. Ogum seguirá à risca as ordens de Xangô e a justiça divina será feita”.

 Podemos esperar turbulências? Sim, mas Gildo também aposta em renovação e esperança, num processo de limpeza necessário. “O caráter do homem será lapidado. E é um período que demanda equilíbrio e retidão em todas as áreas: nas finanças (portanto, é bom evitar grandes gastos e consumo supérfluo), na saúde (cuidado especial com o sistema nervoso), nos relacionamentos (a verdade deve comandar a situação). E indica: nesta passagem de ano, use roupas brancas, cultive as virtudes e os bons pensamentos.!”










Banho de limpeza para o ano de Ogum

Ferva 21 cravos-da-índia em 2 litros de água; adicione um copo de vinho tinto; tome o banho do pescoço para baixo; após o ritual, faça orações que gosta e tem fé. Coloque uma roupa branca e deite por um tempo para tranquilizar a mente; se conseguir dormir é excelente para tirar todas as energias negativas do corpo. Esse banho de descarrego trabalha os quatro elementos: água, fogo, terra e ar.




Dicas do feng shui para o ano do Porco


Ritual de passagem
Na virada do ano, escreva em uma folha verde tudo o que quer tirar da sua vida (vale aspectos materiais, mentais ou emocionais: medos, procrastinações, falta de dinheiro). No mesmo papel escreva “no lugar de tudo que sai entra...” e liste os desejos para o novo ciclo. No dia 31 ou em 5 de fevereiro (como preferir), coloque um punhado de arroz dentro e lacre o envelope, que deve ser preso atrás da porta de entrada da sua casa.

» As cores para 2019 são: vermelho-escuro, azul-marinho, preto, rosa, amarelo e verde-claro.

O que dizem os astros:

» Marte  representa a intensidade e é a forma como reagimos a essa energia que definirá o caminho para o bem e para o mal. A energia do Planeta Vermelho gera muita intolerância, agressividade, e isso já está manifestado no coletivo, no ano complicado de 2018. Daí o desafio é direcionar essa energia para algo mais independente, numa chamada por reinvenção. “Em um ano regido por Marte, as pessoas terão que se motivar, trabalhar muito o autoconhecimento, voltar-se para dentro. Mirar um foco, saber aonde querem chegar, que montanha querem subir”, diz a astróloga Giovana Mendes.

» Já a conjunção planetária  Saturno e Plutão em Capricórnio, indicada na mandala do ano de 2019 (mapa astral), mostra processos de rompimento de estruturas rígidas no plano coletivo. “Saturno representa o limite, rege o nosso esqueleto, nossa estrutura e as hierarquias de poder. Já Plutão, por outro lado, representa a destruição de tudo o que precisa ser regenerado e transformado”, analisa Giovana. Ela explica ainda que quando essas duas forças intensas atuam juntas, tudo o que precisa ser transformado na sociedade vem à tona... “Um verdadeiro terremoto varre a sociedade de tudo que é desnecessário, inútil e inflexível. É um despertar para novos tempos...”


"É um ano de muita união e de um pensamento menos individual e mais global”


. Cilla Gaya, especialista em feng shui e pesquisadora da astrologia chinesa

 

 


Publicidade