Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Conta-Gotas


postado em 25/11/2018 05:06

(foto: Produtos Naturais/Divulgação )
(foto: Produtos Naturais/Divulgação )







O incômodo
queixo duplo

Um procedimento estético facial que tem atraído mulheres e homens é a lipo enzimática de papada, muito indicada para aqueles que têm o famoso queixo duplo. “É um tratamento minimamente invasivo, que permite a redução de medidas por meio da diminuição de gordura. É feito por meio de microinjeções subcutâneas, semelhantes às injeções de insulinas, que, ao ser aplicadas em toda a região, deixam o rosto livre da indesejada papada. A substância, chamada ácido deoxycholate a 1%, produz a quebra das células de gordura ao redor do pescoço, eliminando a área chamada de queixo duplo”, explica o implantodontista e harmonizador facial Roberto Pacheco. São realizadas para esse tratamento de quatro a seis sessões, e as aplicações são de aproximadamente 30 minutos cada, com intervalos de 30 dias entre uma sessão e outra, tempo ideal para que a região desinche e possa ser preparada para uma nova fase. Não existe prazo de validade. Tendo chegado ao resultado máximo, a gordura naquela área só voltará a se acumular em casos de ganho excessivo de peso.
Bolsa de Mulher/Reprodução da internet


Alternativas
para substituir o açúcar refinado

O açúcar refinado pode ser um vilão para quem busca dieta mais equilibrada. Para essas pessoas, quanto menos industrializado melhor. Por isso, encontrar substitutos saborosos para manter o doce no dia a dia é importante. O fitoterapeuta Daniel Alan Costa explica por que essa substituição é benéfica para o organismo, inclusive no controle do diabetes. “A grande questão por trás do açúcar refinado é que, para ficar branco e fino, ele passa por muita química, o que, além de sequestrar os nutrientes, é maléfica quando acumulada em nosso corpo.” Dessa forma, o açúcar refinado pode ser substituído por baunilha, canela, purê de maçã, tâmaras, coco, leite de amêndoas, óleo de coco, alcaçuz, stevia e xilitol.




Exercícios para a longevidade

Fazer 30 minutos de exercício moderado todos os dias está entre os hábitos necessários para se viver uma década a mais, de acordo com pesquisadores da Universidade de Harvard. Os especialistas confirmaram que certos hábitos têm “impacto enorme” na longevidade e que homens e mulheres podem viver cerca de 10 a 14 anos a mais. A pesquisa foi feita com 123 mil voluntários americanos e publicada em maio. De acordo com Pedro Thiago Rogel, professor de natação adulto e infantil e hidroginástica da Bodytech, em Belo Horizonte, fazer pelo menos 30 minutos de exercícios, mesmo que moderados, é essencial para manter corpo e mente saudáveis. “Muitas pessoas não têm muito tempo para praticar exercícios por longos períodos. Fazer caminhada, natação ou qualquer prática já ajuda a ter mais qualidade de vida”, comenta. Ele indica alguns exercícios que podem ser feitos em meia hora e que ajudarão na longevidade e melhor condicionamento físico.
– Natação: um dos esportes mais completos e recomendados, a natação proporciona desde a perda calórica e equilíbrio muscular, até o auxílio na recuperação de lesões. A modalidade é indicada para pessoas de todas as idades e biótipos, e tem muitos benefícios a oferecer, como equilíbrio muscular, melhora de postura, mais capacidade aeróbica, ajuda na circulação e na flexibilidade muscular e alto gasto calórico, entre outros.
– Hidroginástica: a modalidade é indicada para quem procura reduzir o impacto nas articulações, causado pelos exercícios.
– Acqua float: treino sobre prancha na piscina, queima 400 calorias em apenas 30 minutos. A aula trabalha força e acelera o metabolismo. Chegou ao Brasil no início de 2017, dividida em quatro blocos que se alternam entre sequências intervaladas de força e de cárdio.
– Caminhada/corrida: queima cerca de 150 calorias, tem efeito calmante, controla a fome, ajuda a ter bom humor, torneia as pernas, ajuda a regular o sono.
– Bicicleta: pedalar é divertido e pode ser muito benéfico para a saúde de uma forma geral, pelo baixo impacto, queima de calorias e por auxiliar no sistema cardiovascular.

Karma ioga

A professora Maria José Marinho convida alunos, amigos e praticantes do ioga para participar do Natal dos Idosos assistidos pela Missão Ramacrisna, prática da karma ioga, sábado, das 8h às 11h. Informações e inscrições no www.pontoequilibrio.com.br ou pelo (31) 99145-7178.



Dezembro laranja

A Santa Casa BH é um dos hospitais que participam da campanha #DezembroLaranja. A iniciativa, da Sociedade Brasileira de Dermatologia, faz alerta sobre o câncer de pele. O mutirão para realização de exames preventivos gratuitos para rastreamento da doença será realizado sábado, das 9h às 15h, no Centro de Especialidades Médicas SCBH (Rua Domingos Vieira, 416, Santa Efigênia).


Cirurgia contra enxaqueca

A enxaqueca é a 10ª doença mais incapacitante para as atividades diárias e acomete cerca de 15% da população mundial, conforme a Organização Mundial da Saúde (OMS). No Brasil, são aproximadamente 30 milhões de pessoas com o problema e não faltam motivos para o desencadeamento das crises: estresse, obesidade, sono inadequado, jejum, alguns alimentos, cheiros fortes e tempo seco, entre outros. O tratamento cirúrgico de enxaqueca ganha espaço no Brasil como alternativa para que muitas pessoas possam retomar seu cotidiano normalmente, diminuindo e/ou eliminando o uso de medicamentos. Por meio de um estudo sobre lifting facial e blefaroplastias (cirurgias plásticas de face e pálpebras), realizado em Cleveland – Ohio/EUA, em 2000, pelo cirurgião plástico Bahman Guyuron, foi observado que a maior parte das crises de enxaqueca é desencadeada pela compressão e irritação da inervação facial e pela liberação de neurotoxinas mediadoras de dor, principalmente de um nervo craniano chamado trigêmio. Assim, foram identificados vários pontos na face que funcionam como gatilhos da dor de cabeça, principalmente na região da testa (frontal), lateral da cabeça (temporal), nuca (occipital) e atrás dos olhos e nariz (cefaleia rinogênica). Foram, então, desenvolvidas técnicas cirúrgicas de descompressão nervosa para cada ponto, o que constitui a base do atual tratamento cirúrgico da enxaqueca. “O cenário nacional para tratamentos disponíveis está mudando e vai além dos analgésicos comuns, incluindo anti-inflamatórios e vasoconstritores, isolados ou associados, para manejar a dor. O tratamento cirúrgico é uma arma poderosa no controle da frequência, intensidade e duração das crises.”


Cuidados com a pele negra

A dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia Teresa Noviello aponta os principais cuidados e hábitos diários que devem ser adotados para manter a saúde da pele negra da região da face e do corpo, evitando a ocorrência de problemas comuns a esse tipo de pele. Por ser rica em melanina, a pele negra tem maior proteção contra o câncer. Além disso, outro fator que privilegia a pele negra em relação às mais claras são os seus altos níveis de firmeza e elasticidade, que, por sua vez, adiam o aparecimento de rugas e linhas de expressão, assim como retardam o desenvolvimento acentuado da flacidez e da celulite. “A estabilidade e a flexibilidade da pele negra se devem à grande atividade dos fibroblastos, que acabam garantindo maior produção de colágeno. No entanto, ao mesmo tempo em que o colágeno traz benefícios, também contribui para maior incidência de queloides nesse tipo de pele”, esclarece. Para os cuidados, a dermatologista recomenda, primeiramente, passar por avaliação médica para que seja identificado o tipo de pele (seca, mista ou oleosa) e, a partir daí, seja traçada uma rotina diária de higienização, hidratação e proteção. “Para controlar a oleosidade e evitar o surgimento de manchas, os cuidados incluem lavar o rosto ao menos uma vez ao dia, hidratar o corpo e a face todos os dias com hidratantes específicos para o tipo
de pele e esfoliá-la uma vez por semana para a retirada de células mortas. “Lembro que a face, por ter maior tendência a ser oleosa, deve ser hidratada com cremes livres de óleos e não comedogênicos. Já o corpo, por ser mais ressecado, deve receber uma hidratação mais profunda, composta por cremes, óleos e produtos pós-banho”, orienta.


Publicidade