Publicidade

Estado de Minas

Americano que é americano não pode faltar a esse jogo histórico

Estreia do Coelhão na Libertadores, diante do Guaraní do Paraguai, só vai ser completa com a presença maciça do torcedor


23/02/2022 04:00

Estádio Independência
Lotar o Independência é o desafio para o torcedor alviverde naquela que é a partida mais importante da temporada até agora (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press - 9/12/21)

Se você for americano e estiver no Brasil, com a vacinação completa ou teste negativo de COVID-19, não faça nada além de comparecer hoje, às 19h15, ao Independência. É a estreia do Coelho na Libertadores da América. O jogo é em casa, a torcida é nossa, mas a festa só será completa se você estiver lá.

Não adianta dar desculpa de trânsito ou trabalho. Peça ao patrão, se você não for seu chefe, claro. Saia mais cedo, pare de estudar um pouco antes. Resolva tudo. Não preocupe com chuva – se ela tiver de vir, virá, mas se apresse em pegar o carro, o app de corrida, o ônibus, trem, avião, o que for. Mas vá.

Esteja hoje junto ao clube que te proporcionou a realização de um sonho que, talvez, você nem imaginasse que iria se tornar realidade tão rápido. Nós estamos na maior competição continental e em uma das maiores do mundo. E você já sabe: o América cresce e gosta de jogos grandes! Dê crédito ao seu time de coração.

Atualmente, moro em Uberlândia e vou mais a São Paulo do que a BH, onde tenho boa parte da minha família. Sabemos que a estrada é perigosa, são quase 600 quilômetros, e o deslocamento não é fácil. Mas eu já estou aqui, pois um momento deste é impossível de renegar. Mudei toda minha semana pelo Coelho.

Por isso, o apelo que faço a todo torcedor americano hoje é que cada um seja o embaixador e promotor deste evento. Convença seu pai, seu avô, seu irmão, seu primo, cunhado, papagaio. Se existir um americano no mundo que você conheça e que não vai, faça pesar a consciência dele. Faça-o sentir que é quase uma traição não ir a este jogo.

Desta vez, não haverá espaço para cornetas em redes sociais. A competição é muito densa e decidida em detalhes e, está mais do que provado, que times que querem ir longe na Libertadores precisam fazer o máximo de pressão em casa. Temos de mostrar ao mundo que temos torcida!

Não fique nas redes sociais cutucando o time, atazanando jogadores e técnico. Lembre-se que, neste momento, tudo que eles precisam é do seu grito de apoio, e só! Hoje não é dia de ficar em casa. Todos os caminhos levam para o Independência. Os ingressos estão com preços justos para o nível da competição e, cá para nós, não é hora de pensar em dinheiro. Aliás, você compra até no cartão de crédito pelo site. Não vale a pena fazer uma pequena dívida por esta nobre causa?

A torcida americana ficou tanto tempo separada por conta da pandemia, não foi? Até hoje, voltamos em peso em poucos jogos, como naquele contra o São Paulo, cujo motivo da torcida era justamente a vaga na Libertadores. Hoje, todas as tribos, organizadas, idades e perfis de torcedores do Coelho precisam se juntar em um só canto. Mate a saudade do campo nesta quarta!

Agora, o que tanto queríamos chegou. Não há nenhuma desculpa que faça sentido para ver esse jogo de outra forma. Arrisco ainda a dizer (provocação faz parte) que você não é nem tão americano fiel assim se não for ao estádio.

A festa tem tudo para ser maravilhosa. O América tem o uniforme mais lindo do Brasil e um dos estádios mais bonitos e modernos. O Guaraní do Paraguai precisa chegar aqui e sentir que está jogando contra um grande, contra um dos principais times do Brasil, aliás, o 8º lugar no último Brasileirão!

Só que de nada adianta se o estádio estiver vazio. Faça sua parte, torcedor! Mais do que nunca, sua convocação é obrigatória. Se você for americano e estiver vivo, te encontro lá! Certamente, será uma linda batalha e, claro, precisamos lembrar que a primeira impressão é a que fica. Vamos mostrar nossa casa cheia de verde, preto e branco para toda a América do Sul? Coelhoooo!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade