Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Skema Business School, em BH, recebe 439 estudantes de 14 países

O grupo reúne alunos de mestrado da China, França, Egito, Itália, Bélgica, Marrocos, Costa do Marfim, Portugal, Tunísia, Líbano, Guiné, Argélia, Mauritânia e Serra Leoa


postado em 21/01/2020 04:00

Os 439 estudantes estrangeiros que vieram a BH fazer mestrado na Skema Business School, na sede da instituição, na Lagoa dos Ingleses(foto: Vânia Coimbra/Divulgação)
Os 439 estudantes estrangeiros que vieram a BH fazer mestrado na Skema Business School, na sede da instituição, na Lagoa dos Ingleses (foto: Vânia Coimbra/Divulgação)

Um grupo de 439 estudantes originários de 14 países escolheu Belo Horizonte para completar seu mestrado. Foram recebidos na Skema Business School, a escola de negócios global, de origem francesa, instalada desde 2015 na região do Alphaville. Os alunos chegaram no início do mês. No dia 13, houve a primeira reunião para a devida apresentação do local onde eles passarão cinco meses. O grupo reúne estudantes da China, França, Egito, Itália, Bélgica, Marrocos, Costa do Marfim, Portugal, Tunísia, Líbano, Guiné, Argélia, Mauritânia e Serra Leoa. Uma verdadeira babel, em que são ouvidos diversos idiomas, mas, na prática, todos se entendem por meio do francês e do inglês.

•••

A anfitriã do eclético agrupamento é a reitora da Skema, madame Geneviéve Poulingue, que já recebeu mais de dois mil estudantes estrangeiros em seus quase cinco anos de atuação na escola internacional de BH.


FÓRUM
NOVO PONTO DE VISTA

O presidente Jair Bolsonoro fez bem em não aparecer no Fórum Econômico Mundial de Davos, iniciado ontem com um detalhe especial: está comemorando seus 50 anos de fundação pelo economista suíço Klaus Schwab. A observação aqui vai porque os temas ambientais estão entre os assuntos mais importantes da pauta, setor em que Bolsonaro não tem muita convergência e nem faz questão de ter.

•••

Aliás, a pauta deste ano representa uma verdadeira revolução na programação de Davos. Abertura total para matérias consideradas politicamente corretas, antes pouco abordadas. O desenvolvimento do capitalismo global ficará em segundo plano (de leve). Estarão em destaque o combate à corrupção nos meios empresariais e políticos, preservação do meio ambiente, pagamento justo de impostos por empresas e empresários, mudanças climáticas, redução de investimentos em combustíveis fósseis, indústria de armamentos e respeito total aos direitos humanos.


HOLOCAUSTO
IN MEMORIAM DAS VÍTIMAS

A comunidade judaica de BH e representações de entidades públicas e sociais promoverão, no dia 27, sessão especial no auditório do BDMG dedicada ao Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, genocídio desencadeado pelo regime nazista em que foram sacrificados 6 milhões de judeus. Cerimônias estarão sendo realizadas em todo o mundo. Na reunião em BH, a se iniciar às 19h30, o empresário Henry Katina, sobrevivente do Holocausto, abordará os episódios de horror sofridos por ele e sua família.
 
 
21 DE JANEIRO
GUILHOTINARAM O REI

Na pauta de eventos históricos da data de hoje podem ser citados dois fatos importantes da vida política da França, que repercutiram mundialmente. O primeiro é o aniversário de 230 anos da proclamação, pela Assembleia Francesa, do princípio de que todos os homens são iguais perante a lei. O que jamais foi cumprido. O segundo, os 227 anos da morte na guilhotina do rei Luiz XVI, regicídio que estremeceu as monarquias do mundo. Em Nova York, o Museu Guggenheim foi inaugurado em 21 de janeiro de 1959. O projeto do arquiteto Frank Lloyd Wright, com curvas e curvas, fez mais sucesso do que o acervo da instituição.


AUTOMÓVEL CLUBE
ELEIÇÃO À VISTA

Será em abril a eleição da nova diretoria do Automóvel Clube, em dia a ser marcado. No momento, surgiu apenas um nome para disputar a presidência da agremiação, o de Saulo Levindo Coelho, ex-deputado federal e atual provedor da Santa Casa de BH. A oposição ainda não se manifestou. Ao que parece, o pleito ocorrerá em regime de chapa única. Mudanças estão previstas na área das diretorias.

VELINHAS
NO PROVÍNCIA DI SALERNO

Na noite de ontem, o Província di Salerno, o conhecido restaurante italiano de Remo Peluso, ficou inteiramente por conta dos convidados do proprietário, que fechou o estabelecimento para comemorar seu aniversário, fato do qual não abre mão. Jantar previsto para 80 pessoas, mas havia suspeita de que esse número poderia superar a casa dos 100. Não foi informado à imprensa quantos anos o aniversariante festejou, com direito a dois enormes bufês italianíssimos. Avanti, Itália!


FESTA DE REIS
TRADIÇÃO MANTIDA

No calendário católico/cristão, 6 de janeiro é o Dia dos Reis Magos. Em BH, amigos da empresária Maria José Capanema ficaram surpresos por ela não ter programado o seu jantar do Dia de Reis, que promove há mais de 30 anos. No entanto, ninguém perdeu por esperar. O jantar veio com uma semana de atraso, mas em grande estilo e com o dobro de convidados. Bacalhoadas, pernis, perus e outras gourmandises brilharam tanto quanto as estrelas de Belém. A tradição foi mantida.

NA PAULICEIA
PUERTO PINHEIROS

A Prefeitura de São Paulo lançou um projeto para transformar a grande usina de tratamento de água de Traição, às margens do Rio Pinheiros, no Puerto Madero paulistano, ou seja, área de lazer, gastronomia e shows nos moldes do antigo bairro do porto de Buenos Aires. A área da usina elevatória da Traição seria excelente para isso. No entanto, constatou-se que a poluição do rio é tão grande que nem em 30 anos será possível recuperar o seu entorno. Está cem vezes pior do que o nosso sofrido Arrudas. Vai daí que dá para lembrar do nosso Rio das Velhas. Continua mais poluído do que nunca. Vide Sabará.

DIAMANTE
LOUIS VUITTON ATACA

O mercado mundial das transações comerciais estremece, baqueia, mas a indústria do luxo continua firme nos arreios. Vejam vocês que a Louis Vuitton, depois de comprar a famosa joalheria Tiffany's por US$ 16 bilhões, segue agitando as massas. Acaba de adquirir o segundo diamante em tamanho da história, o Sewelo, com 1.758 quilates. Recém-descoberto, ainda está em estado bruto. É um “monstro”, maior do que uma bola de tênis. Não se sabe seu valor exato. Quando lapidado, vai dar diamantes de grande porte que não será brincadeira. Deve ser exibido em São Paulo.

ANIMAIS
AMPLIANDO O LEQUE

Como é de praxe, até hoje apenas cães e gatos são os grandes beneficiados por campanhas de entidades de proteção dos animais. Os demais, que sofrem horrores e são mortos aos bilhões para fornecer alimento para o mundo, geralmente são esquecidos. No entanto, na Europa, esse enfoque está mudando. Na França, Alemanha, Suécia e Inglaterra, vem aumentando o número de entidades de proteção a bois, porcos, perus, frangos, coelhos, avestruzes, perdizes e sabe-se lá o quê mais – todos sacrificados diariamente, de maneira bárbara, para matar a fome da humanidade, sem que ninguém se preocupe em melhorar as condições desse abate. A pretensão maior das entidades é reduzir e até mesmo acabar futuramente com o consumo de carne, principalmente de bovinos e suínos.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade