Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas

Destruição da mata atlântica em Minas é alvo de preocupação

Apreensão aumenta com a notícia de que a devastação da floresta amazônica aumentou em 29,5% entre agosto de 2018 e julho de 2019


postado em 21/11/2019 04:00 / atualizado em 20/11/2019 19:26

Minas Gerais é o estado onde se registra o maior índice de desmatamento da mata atlântica (foto: Mitras/Divulgação )
Minas Gerais é o estado onde se registra o maior índice de desmatamento da mata atlântica (foto: Mitras/Divulgação )

DESMATAMENTO
E A MATA ATLÂNTICA?

Todos os jornais do país estamparam manchetes focalizando o recorde de desmatamento da Amazônia registrado de agosto de 2018 a julho de 2019. O aumento foi de 29,5%. Foram devastados 9,7 mil quilômetros quadrados de florestas. Houve protestos mundiais. O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, não deu explicações satisfatórias a respeito. Alega que está colhendo dados para preparar seu relatório. É preciso saber a quantas anda a devastação das reservas da mata atlântica, já que Minas Gerais, nos últimos seis anos, liderou o ranking dos estados que mais destruíram essa preciosa reserva florestal, da qual restam apenas 8% do que havia em 1500. De 2017 a 2018, Minas destruiu 3.379 hectares da mata atlântica.

***

Ressalte-se que a mata atlântica é o segundo ecossistema mais ameaçado de extinção do mundo, perdendo apenas para as quase extintas florestas da Ilha de Madagascar, na África. Reduzida, fragmentada e atacada de todos os modos, a mata atlântica abriga cerca de 20 mil espécies de plantas, das quais 8 mil são endêmicas, ou seja, não existem em nenhum outro lugar do planeta. É a floresta mais rica do mundo em diversidade de árvores. Em Minas Gerais, os ataques são feitos para a produção de carvão vegetal, pela mineração, por fazendeiros inescrupulosos e por inúmeros interesses comerciais. Os protestos vêm sendo feitos há muito tempo, mas não conseguiram tirar Minas desse lamentável primeiro lugar.

Capital do skate
Série de exibições 

Nos dias 23 e 24, BH se transforma na capital do skate. O astro Pedro Barros, campeão mundial sete vezes, desembarca na cidade acompanhado de YndiaraAsp, Murilo Peres, Vi Kakinho, Léo Kakinho, JhonnyGasparoto e Marlon Silva. O grupo dará uma série de exibições nas pistas mineiras

CIDADES FELIZES
ENCONTRO EM BH

Em 4 e 5 de dezembro, Belo Horizonte vai sediar o 5º Encontro Internacional de Cidades Felizes, a ter lugar na sede do Sebrae/MG. A promoção é do Instituto pela Felicidade. O informativo não fornece a relação dessas afortunadas cidades felizes. Belo Horizonte deve ser uma delas, pois será a sede do evento. Nada contra, mas, cá entre nós, é para se admirar que existam cidades felizes no país, com tanta coisa desagradável por aí. Desemprego, crise econômica, crise na saúde, dengue, sarampo, emprego informal, etc., etc. Mas tudo bem. 
Vale o otimismo.

CARAJÁS
SEM MOTORISTA

Notícia que até agora ainda não teve a atenção merecida no mercado. A Vale informou que até 2023 vai substituir os 100 caminhões pesados que operam na mina de Carajás, no Pará, por caminhões autônomos, ou seja, sem motoristas. Em lugar dos 100 veículos atuais, entrariam em ação apenas 30, tripulados a distância, que fariam o mesmo trabalho. Aliás, sabe-se também que na Mina de Brucutu, em São Gonçalo do Rio Abaixo, a 80 quilômetros de BH, operam 13 caminhões conectados. Outras mineradoras do estado também entraram no esquema. 

ESTADOS UNIDOS
ESTUDANTES ESTRANGEIROS

Em que pese as críticas ao imperialismo americano, sua prepotência econômica e sua política anti-imigratória, os Estados Unidos são o país que registra o maior número de estudantes estrangeiros em suas escolas e universidades. No momento, abriga 1,095 milhão de alunos de outros países, principalmente China, Índia, Coreia do Sul, Vietnã, Japão e Arábia Saudita. O Brasil está em nono lugar. Há cerca de 16 mil brasileiros estudando nos States. Muitos mineiros. Haveria mais de 10 mil outros pedidos de brasileiros nesse sentido. Números do movimento Open Doors (Portas Abertas).

MELHORES ONGS
FUNDAÇÃO BENJAMIN GUIMARÃES

A Fundação Benjamin Guimarães, entidade mantenedora do Hospital da Baleia, acaba de ser incluída pelo Instituto Doar e a Rede Filantropia, em parceria com a Fundação Getulio Vargas, na relação das 100 Melhores ONGs do Brasil em 2019. A terceira edição da seleção analisou o desempenho de 757 organizações não governamentais no país. Foram avaliadas prestação de serviços, estrutura financeira e administrativa, gestão e transparência, entre outros critérios. A inclusão vale para o aumento da confiança das empresas que investem nos objetivos da fundação.

CHICÓ
BIOGRAFIA AUTORIZADA

Sábado, a partir das 10h, o Restaurante Tip Top será agitado com o lançamento de uma autobiografia sui generis, pretensamente de autoria do cachorro Chicó, de raça desconhecida, mas na verdade assinada por seu dono, o sociólogo e escritor Osias Ribeiro Neves, fundador do Escritório de Histórias. O livro narra as peripécias do animal em várias fases de sua vida. Com 13 capítulos, chama-se Uma biografia autorizada – Chicó.

JOVENS BRASILEIROS
DADOS PREOCUPANTES

A ministra da Mulher e Direitos Humanos, a pastora evangélica Damares Alves, que veio a BH receber o título de cidadã honorária de Minas Gerais, concedido pela Assembleia Legislativa, no pronunciamento que fez na casa, deu notícias preocupantes. Disse ela que cerca de 20% dos adolescentes praticam a automutilação, o que abrangeria 14 milhões de jovens. Acrescentou que o suicídio oscila entre a terceira e a quarta causas da morte de jovens no Brasil. Automutilações seriam feitas em várias partes do corpo. Informações a conferir.

NO ATAQUE
FALA (DE) MÃE

O veterano jornalista Dimas Lopes, até pouco tempo posto em sossego, voltou a atacar. Na segunda-feira, na Casa do Jornalista, lançou Fala (de) mãe, provocando movimentada noite de autógrafos. O autor reuniu 500 ditos populares, distribuídos em 200 temas. A capa é do chargista aqui da casa, Son Salvador.

ADEUS, REGISTRO
ESTÍMULO AO EMPREGO

A medida provisória decretada pelo governo Bolsonaro que acaba com a necessidade de registro de oito categorias profissionais até agora não provocou polêmica. A MP faz parte do Programa Verde Amarelo de estímulo ao emprego. Tornou dispensável o registro de jornalistas, radialistas, publicitários, sociólogos, atuários, arquivistas, secretários e técnicos de arquivo. A dispensa do registro profissional de jornalistas vinha sendo discutida há muito tempo, sem ter alcançado qualquer resultado positivo.





Publicidade