Publicidade

Estado de Minas

O 18º Jantar dos Amigos do Baleia foi um sucesso

Realizado no Mix Garden, evento beneficente reuniu 600 pessoas, com a presença de empresários, socialites e políticos


postado em 30/08/2019 04:00 / atualizado em 29/08/2019 18:10

Membros do clã Guimarães %u201Cin concert%u201D no Jantar dos Amigos do Baleia: Maria Guimarães, Ana Paula Rique, Andreia Guimarães, Adriana Badaró, Regina Rique e Manoel Ferreira Guimarães(foto: Fundação Benjamim Guimarães/Divulgação)
Membros do clã Guimarães %u201Cin concert%u201D no Jantar dos Amigos do Baleia: Maria Guimarães, Ana Paula Rique, Andreia Guimarães, Adriana Badaró, Regina Rique e Manoel Ferreira Guimarães (foto: Fundação Benjamim Guimarães/Divulgação)


Conforme o previsto, o 18º Jantar dos Amigos do Baleia, evento realizado no Mix Garden em benefício do Hospital da Baleia, cumpriu o seu dever. Com lotação esgotada, arrecadou bela quantia para a complementação de obras e aquisição de equipamentos para a instituição, mantida pela Fundação Benjamin Guimarães. Mais de 600 pessoas compareceram – mundo empresarial e socialites em pencas. Bufê caprichado de Cristina Misk. Este ano, contou até com a presença de políticos. Dois dos três senadores de Minas Gerais prestigiaram o evento: Antonio Anastasia e Rodrigo Pacheco. Desfile de elegância invernal por parte do público feminino. No final, Tereza Guimarães foi a figura mais cumprimentada da borbulhante noitada. Muito justo.

MRV
COMPRA DE TERRENOS

A construtora MRV, a maior incorporadora do país, acaba de estrear um sistema de compras de terrenos realizada em tempo recorde. A aquisição de uma área em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, para o programa Minha casa, minha vida, foi efetivada em apenas quatro dias – o prazo normal seria de no mínimo quatro meses. O segredo da rapidez foi a utilização do processo digital, totalmente legal, denominado blockchain. É vapt-vupt.  Agora, todas as incorporadoras vão correr atrás.

ABRASCE 2019
SHOPPING CENTERS

Foi marcada para 9 de setembro a festa de entrega do Prêmio Abrasce, o mais prestigiado do setor de shopping centers do país, a se realizar, como sempre, em São Paulo. Entre os complexos comerciais de BH que entram como finalistas está o Minas Shopping, selecionado em decorrência de uma iniciativa que nada tem a ver com compra e venda: a realização, em sua praça de eventos, do Torneio Aberto de Peteca, promoção da Liga Brasileira de Peteca. O campeonato é único no Brasil, já que o jogo é 100% mineiro.

TOTAL
ESTREIA EM MINAS

A Total, multinacional francesa do petróleo, apesar de ser uma das maiores empresas do setor e estar presente em 130 países, demorou a se decidir a atuar no Brasil, mesmo tendo sido fundada há 95 anos. Na semana passada, a empresa deu início a suas atividades no país, justamente em Minas Gerais. Inaugurou em Betim o seu primeiro posto de gasolina brasileiro. Se o general Guedes estivesse vivo, certamente diria: “Tinha de ser Minas”.

• • •

Como se sabe, o posto de Betim fazia parte do grupo Zema Petróleo, rede de 280 postos de gasolina de propriedade do governador Romeu Zema e de sua família, que no fim do ano passado foi adquirido pela Total. Portanto, as atividades da Total serão desenvolvidas primeiramente por meio dos postos da Zema Petróleo, situados em Minas. Outras aquisições virão, diz a direção da multinacional. A se ressaltar que os postos que foram da rede Zema estão sendo reformados e modernizados.

AMAZÔNIA
EXPECTATIVA EM LETÍCIA

Ao que tudo indica, os incêndios na região amazônica vão render assunto por muito tempo. Presidentes dos países da bacia amazônica atingidos pela crise (uns menos, outros mais) vão se reunir em 6 de setembro, em Letícia, na Colômbia, para discutir a gravidade da situação. O encontro deve despertar de imediato grande expectativa sobre o comportamento do presidente Jair Bolsonaro nos debates. Pergunta-se se ele manterá seu radicalismo contra a posição dos países europeus face à devastação das florestas ou se vai agir mais diplomaticamente. Até agora, suas broncas e contra-ataques não estão tendo o resultado desejado. Solidariedade só do Trump.

RETORNO
FOGO DE CHÃO

A rede de churrascarias Fogo de Chão, que havia entrado em período de recessão no país, com fechamento de várias unidades, inclusive a de Belo Horizonte, está se preparando para retornar ao mercado com toda a força. Foi comprada pela empresa de investimentos Rhône Capital pela fabulosa quantia de US$ 560 milhões (não dá nem para acreditar), que promete dar novo impulso à cadeia de restaurantes. Se a unidade de BH vai ser reaberta, não se sabe.

BOMBEIROS
FESTA DOS 108 ANOS

O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, que até 1999 fazia parte da Polícia Militar mineira, e agora é entidade autônoma, comemora hoje, no quartel da Pampulha, seus 108 anos. Foi criado oficialmente em 31 de agosto de 1911. Na solenidade, a ser presidida pelo comandante-geral da corporação, coronel Edgard Estevão da Silva, serão entregues as medalhas da Ordem do Mérito Imperador Dom Pedro II, patrono da instituição.

• • •

Comandantes-gerais dos Corpos de Bombeiros de 14 estados receberão a medalha Dom Pedro II em nome das respectivas corporações. Gesto de agradecimento pela colaboração prestada por seus soldados e oficiais nas operações de resgate das vítimas do rompimento da barragem de Brumadinho. A Medalha do Mérito Profissional, por atos de bravura, também será entregue.

JOGO
BANHO-MARIA

Continuam cozinhados em banho-maria na Câmara dos Deputados os projetos que tratam da reabertura do jogo no Brasil, os ditos jogos de azar. Todos estabelecem a volta dos cassinos e muitos legalizam o jogo do bicho, o que seria, data vênia, uma medida lógica. O jogo do bicho é praticado diariamente com muita devoção por parte dos brasileiros, principalmente o pessoal de baixa renda. E aí fica no vaivém. Como a proibição dos cassinos dura desde 1946, muita gente acredita que a situação deve permanecer indefinida por muito tempo. Falta vontade no Congresso para resolver o processo. Enquanto isso, a brasileirada continua a gastar dinheiro em cassinos no exterior.

CURA
MURAIS NA LAGOINHA

O Cura – Circuito Urbano de Arte, que se dedica a enfeitar BH com gigantescos murais pintados nas empenas cegas dos edifícios do Centro, vai expandir sua atuação, depois de criar de 10 enormes obras no entorno da Rua Sapucaí. De 5 a 15 de setembro, chegará à região da Lagoinha, que certamente vai ficar mais bonita. A ação vai se concentrar na Rua Diamantina, que se transformará em Mirante da Arte Urbana. Serão pintados muros, fachadas e paredes, pois há falta de empenas cegas nos prédios do bairro. Tudo com muito engenho e arte. O projeto Viva Lagoinha apoia a ação. Janaina Macruz, Juliana Flores e Priscila Amoni são as coordenadoras dos projetos do Cura.


Publicidade