Publicidade

Estado de Minas MÁRIO FONTANA

Traduzido para 81 idiomas, escritor brasileiro vendeu 350 milhões de livros. Ele é devoto da mineira Nhá Chica


postado em 24/08/2019 04:00

Paulo Coelho, fenômeno de vendas, comemora seus 72 anos na Suíça(foto: Tiziana Fabi/AFP)
Paulo Coelho, fenômeno de vendas, comemora seus 72 anos na Suíça (foto: Tiziana Fabi/AFP)


O FENÔMENO
PAULO COELHO

Sem nunca ter sido considerado grande escritor, Paulo Coelho comemora hoje, em Genebra, na Suíça, seus 72 anos de vida, mantendo o galardão de ser o maior fenômeno editorial de todos os tempos da literatura. Sem possibilidade de ser contemplado com o Prêmio Nobel, bateu todos os recordes em matéria de vendagem. Traduzido para 81 idiomas, atingiu a marca de 350 milhões de exemplares vendidos. E pretende emplacar novos milhares. Seu maior sucesso, O alquimista, vendeu 81 milhões de exemplares. A única ligação de Coelho com Minas Gerais é a admiração pela saudosa devota Nhá Chica, da cidade de Baependi, a quem o escritor atribui sua volta à religião cristã.

BRICS
BRASIL ANFITRIONA

Em 14 e 15 de novembro, Brasília vai sediar o décimo encontro de chefes de Estado do grupo denominado Brics, entidade poderosa que reúne cinco países da economia considerada emergente, entre eles os dois países mais populosos do mundo, a China e a Índia, e três com a maior extensão territorial do planeta, a já citada China, a Rússia e o Brasil. Já a África do Sul faz parte do grupo por acidente de percurso. Os participantes serão os presidentes Jair Bolsonaro, o anfitrião; Xi Jinping, da China; Vladimir Putin, da Rússia; Cyril Ramaphosa, da África do Sul; e o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi. Até aí, tudo bem. A curiosidade da mídia é saber quais serão os pontos principais dos debates ou se vai ser tudo na base da perfumaria.

***

No que toca ao Brasil, a preservação do meio ambiente, se continuar precária, deverá ser discutida. Todo o planeta se preocupa com a Amazônia. Tem também a posição de subserviência do país em relação aos Estados Unidos, o que não agrada nem à China nem à Rússia. A briga comercial da China com os States deve ser considerada, pois prejudica o planeta. E, na rebarba, o autoritarismo do governo Putin na Rússia. Um ponto em que o Brasil sempre fica por baixo é a bomba atômica, que nós não temos, o que não acontece com os três maiorais do encontro, Rússia, China e Índia. No mais, que os leitores nos perdoem essas digressões internacionais. São passeios de bicicleta pelo teatro mundial.

AUTOESCOLAS
FORMAÇÃO DE MOTORISTAS

Por sugestão da Federação do Comércio de Minas Gerais e com apoio da Confederação Nacional do Comércio, será realizado em 28 de agosto, em Brasília, encontro entre sindicatos de proprietários de centros de formação de condutores com deputados federais, senadores e lideranças empresariais para discutir assuntos da maior importância referentes ao processo de habilitação de motoristas. No momento, há 14,4 mil centros de formação de condutores no país, mais conhecidos como autoescolas. O foco será o sistema de ensino adotado por elas.

***

No Brasil, morrem a cada ano cerca de 40 mil pessoas em acidentes de trânsito e 600 mil ficam feridas, boa parte com sequelas que duram a vida toda. O cenário é desolador. Estima-se que, a cada ano, são gastos cerca de R$ 50 bilhões no atendimento a acidentes de trânsito. Uma catástrofe. O objetivo do evento é encontrar métodos a serem usados pelas autoescolas que possam ajudar a diminuir essa carnificina. Qualquer ajuda
será vital.

ÓPERAS
CORAIS LÍRICOS

A respeito da nota da coluna sobre a temporada de estreia da ópera La traviata, ocorrida há mais de 50 anos no Teatro Francisco Nunes, a maestrina Elza do Val Gomes, que integrava o coral feminino Regina Pacis e sempre participava de récitas na cidade, manda e-mail para lembrar detalhes dos espetáculos. Informa que nas apresentações de La traviata, o Regina Pacis sempre era convocado para fazer o coro feminino. Já o grupo de vozes masculinas tinha de vir de São Paulo, pois em BH os homens não gostavam muito de participar de coral. Só com o tempo esse preconceito foi acabando, superado com a criação do Madrigal Renascentista pelo maestro Isaac Karabtchevsky.

GETÚLIO VARGAS
FIM INESPERADO

Agosto, mês do desgosto. A data de hoje marca os 65 anos do suicídio do presidente Getúlio Vargas, ato extremo cometido no Palácio do Catete em 24 de agosto de 1954. Ele se se sentiu acuado por acusações violentas de corrupção contra seu governo (que não se comprovaram) e pela pressão de militares. Foi o político que por mais tempo comandou o Brasil, quase 20 anos. Sua memória e influência permanecem até hoje.

SKEMA BRASIL
ESTRANGEIROS EM BH

A filial belo-horizontina da Skema Business School, escola internacional de negócios que funciona no Alphaville, vai receber, na segunda-feira, 27 alunos de nove países – a maioria é da França. Tem estudante de Bangladesh, Marrocos, Alemanha e Finlândia. Vão cumprir a segunda etapa de seu curso de pós-graduação. O fluxo de estrangeiros que vêm fazer mestrado no Skema tem crescido continuamente. Desde sua implantação em Minas Gerais, a instituição atraiu 1,6 mil estudantes do exterior.

GINECOLOGISTAS
ENCONTRO ESTADUAL

Pela primeira vez em sua pauta, o Encontro Mineiro de Ginecologistas e Obstetras, que chega à 39ª edição, será realizado no interior do estado. A cidade escolhida foi Lavras, no Sul de Minas. O evento, cujas inscrições estão abertas, ocorrerá em 13 e 14 de setembro. Promoção da Associação de Ginecologistas e Obstetras de Minas Gerais, que espera reunir cerca de 200 especialistas. Temas em discussão: trauma perineal e emergências obstétricas. O doutor Délzio Bicalho anfitriona.


Publicidade