Publicidade

Estado de Minas

Mário Fontana


postado em 20/07/2019 04:00



Fato incrível. A nadadora mineira Laura de Oliveira, de 100 anos, campeã mundial dos 50 metros nado de peito (faixa de 100 a 104 anos), entre os deputados Zé Guilherme (PRP) e Mauro Tramonte (PRB), na homenagem que recebeu na Assembleia Legislativa(foto: ALMG/Divulgação)
Fato incrível. A nadadora mineira Laura de Oliveira, de 100 anos, campeã mundial dos 50 metros nado de peito (faixa de 100 a 104 anos), entre os deputados Zé Guilherme (PRP) e Mauro Tramonte (PRB), na homenagem que recebeu na Assembleia Legislativa (foto: ALMG/Divulgação)


BHTRANS
LOUCURAS NO TRÂNSITO

A coluna recebeu o seguinte e-mail, enviado por um conhecido advogado mineiro residente no Bairro de Lourdes há vários anos: “A BHTrans vai realizar, mais uma vez, modificações no trânsito do Bairro de Lourdes, que ela mesma bagunçou na administração do prefeito Marcio Lacerda. Na época, todos os moradores protestaram, a BHtrans fincou o pé e manteve as alterações no trânsito caótico que implantou na Rua Rio de Janeiro, da Avenida Bias Fortes até a Avenida do Contorno, e na Rua São Paulo, da Avenida do Contorno para baixo até a Rua Alvarenga Peixoto. A Rua Rio de Janeiro deve ter entrado para o Guiness Book, pois bateu o recorde de ter sete mãos de direção distintas em apenas nove quarteirões. Logicamente, o trânsito virou um caos.”

• • •

Na continuação, informa o advogado: “Agora, depois de dois anos de sofrimento dos moradores do bairro, a BHTrans 'descobriu' os erros crassos por ela cometidos. Como 'solução', alterou de novo as mãos malucas e estreitou as esquinas com meio-fios invadindo as pistas, já estreitas pelas ciclovias inúteis que o prefeito Marcio Lacerda implantou. Está tudo errado de novo, porque antes das loucuras da BHTrans de dois anos atrás, o trânsito fluía razoavelmente e hoje é caótico. Congestionaram a Rua Rio de Janeiro e a Rua Felipe dos Santos, enquanto a Rua São Paulo ficou inútil e sem trânsito com mãos invertidas. Continuará praticamente a mesma coisa com as novas alterações, pois estarão estreitando a Rua Rio de Janeiro e diminuindo a pista de rolagem dos carros, mas mantendo as mãos da Rua São Paulo. O pior é que não temos a quem recorrer. A BHTrans vai insistindo nos erros e penalizando a população.” Fica registrado o protesto.

EMBRAPA
Sebastião Barbosa

A demissão do engenheiro-agronômo mineiro Sebastião Barbosa da presidência da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o mais importante órgão de pesquisa da agricultura nacional, já estava praticamente decidida desde que o presidente Jair Bolsonaro assumiu o cargo. Apesar de ser um técnico de alta categoria, a saída de Barbosa se prende ao fato de ter sido nomeado no governo Michel Temer pelo então ministro da Agricultura, Blairo Maggi, alvo de vários processos de corrupção.

• • •

Funcionário aposentado da Embrapa e integrante por 17 anos da FAO, órgão das Nações Unidas do setor de alimentos, Barbosa tinha tudo para continuar. No entanto, não se adequou à política de corte de gastos do Ministério da Agricultura. O orçamento da Embrapa é de R$ 3,6 bilhões, e Sebastião Barbosa queria mais recursos.

MÚSICA FIGURATA
Cantatas Napolitanas

O quarteto Musica Figurata, de Nápoles, estará em BH em 7 de agosto, em promoção da embaixada da Itália no Brasil, especialmente para apresentar, no Museu Mineiro, o concerto Cantatas italianas do século 18. Destaques do quarteto são o alaudista romano Diego Leveric e a soprano Luane Voigan. Direção do cravista Robson Bessa. A se ressaltar que a sala de sessões do Museu Mineiro tem capacidade para apenas 70 pessoas.

PONTE NOVA
Retrato Histórico

Na terça-feira, a tradicional cervejaria Tip Top será agitada por evento pouco comum na casa: o lançamento do livro Ponte Nova – Memória e patrimônio – Um retrato histórico, a partir das 19h. Promoção apoiada pelo Ministério da Cidadania e Escritório de Histórias. Não é preciso dizer que a colônia ponte-novense de BH vai assinar o ponto. Se possível, au grand complet.

LA BÜNDCHEN
O tempo passa

Em Boston, Gisele Bündchen, que aniversaria hoje, vai soprar um festivo bolo que deve ter 39 velinhas, caso seja mantida a tradição. Aviso de que vêm aí os 40 anos, idade crítica para qualquer modelo famosa. Obviamente, com muito dinheiro em caixa, Gisele não deve estar preocupada com o futuro, inclusive porque o marido, Tom Brady, é tão rico quanto ela. A propósito, não se sabe se o casal já vendeu seu apartamento em Nova York. O valor do flat é de US$ 50 milhões.

EMBAIXADOR
Data nacional belga

É esperado hoje em BH o embaixador da Bélgica no Brasil, Patrick Herman, vindo de Brasília. Vem especialmente para participar da comemoração da data nacional da Bélgica, a se realizar, em estilo popular, na única cervejaria belga da cidade, a Falke Bier. O bier d'honneur será anfitrionado pelo cônsul honorário daquele país em Minas Gerais, Henrique Machado Rabelo.

FUNDAÇÃO
Academia Brasileira de Letras

A data de hoje marca os 122 anos da inauguração da Academia Brasileira de Letras (ABL). A sessão de instalação, presidida pelo escritor Machado de Assis, foi realizada no Rio de Janeiro, em 20 de julho de 1897. Os estatutos foram inteiramente baseados nos da Academia Francesa. No grupo de primeiros acadêmicos não havia nenhum mineiro. O número de titulares é de 40 figuras de destaque, de preferência do mundo das letras. Sua criação serviu de inspiração para o surgimento de centenas de academias literárias de todos os tipos no país.

• • •

A ABL sempre foi muito criticada pela escolha de seus integrantes, muitas vezes feita ao sabor do momento. Assim, em seu quadro surgiram figuras da fase da TV Manchete (Arnaldo Niskier, Murilo Mello Filho, Carlos Heitor Cony), da fase da Rede Globo (Roberto Marinho, Merval Pereira, Zuenir Ventura, Ferreira Gullar), da fase presidencial (Getúlio Vargas, José Sarney, Fernando Henrique Cardoso, Marco Maciel) e de diversas outras tendências. Por outro lado, figuras expressivas da literatura brasileira – Carlos Drummond de Andrade, Monteiro Lobato, Érico Veríssimo, Graciliano Ramos e Gilberto Freyre – passaram longe da Academia Brasileira de Letras. Enfim, nem tudo pode ser perfeito nesta vida.

SANTOS DUMONT
Aniversário

Completam-se hoje 146 anos do nascimento do mineiro Santos Dumont, o “Pai da Aviação”, registrado na Fazenda de Cabangu, no antigo município de Palmira, em 20 de julho de 1873. Era filho da diamantinense Francisca de Paula Santos e do engenheiro Henrique Dumont. É de se lamentar que a casa da Fazenda de Cabangu, onde foi instalado o museu em homenagem ao inventor, esteja fechada por falta de recursos. País que não tem memória é dureza.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade