Publicidade

Estado de Minas

Mário Fontana


postado em 13/07/2019 04:00

Casados novamente, príncipe Andrew e Sarah Ferguson frequentam Ascot

Notícia que não só fez sucesso como também provocou espanto tanto na Inglaterra quanto entre o jet set europeu foi a de que o príncipe Andrew, filho da rainha Elizabeth II – que esta semana almoçou com o governador paulista João Doria e sua comitiva na embaixada do Brasil em Londres –, reatou o casamento com Sarah Ferguson, de quem estava separado há 22 anos. Fato inédito na história da família real britânica. Prova pública do reatamento ocorreu no Hipódromo de Ascot, na elegantíssima festa esportiva do Royal Ascot, onde o casal estava junto na maior harmonia. Dizem que a rainha não gostou nada da novidade.

CARROS ELÉTRICOS
Indústria de autopeças

Tudo indica que carros elétricos, pelo sim, pelo não, vão acabar dominando o setor automobilístico de forma avassaladora. Já começaram a se tornar salientes no mercado. Só não se sabe quando o predomínio total ocorrerá. Um dos detalhes significativos dessa mudança será a redução das fábricas de autopeças em todo o mundo. É que o sistema do motor do carro elétrico é muito mais simples do que o do motor a explosão. Calcula-se que pelo menos 50% das peças usadas nos motores dos carros a gasolina não terão função nos carros elétricos, o que não deixa de ser uma excelente notícia para o futuro. Além de a manutenção ficar muito mais barata, o motorista estará livre das oficinas mecânicas pouco confiáveis, que cobram preços extorsivos por reparos de veículos.

LIGHT/CEMIG
Ações em alta

A direção da Cemig, que colocou à venda na Bolsa de Valores de São Paulo parte das ações que detém na Light, a tradicional empresa de eletricidade do Rio de Janeiro, acabou ficando surpresa com a boa cotação delas no decorrer desta semana, alcançando valores não previstos. A procura foi tanta que superou a oferta em 70%. No que toca à oferta total de ações a ser feita pela Cemig no desenrolar das operações, seu valor poderá alcançar a casa de R$ 2,5 bilhões.

AGNELLI
Biografia agitada

A respeito da nota da coluna sobre os 120 anos de fundação da Fiat na Itália, ex-funcionário da Fiat de Betim, admirador de Giovanni Agnelli, que sucedeu ao avô na direção mundial do grupo, envia dados da biografia do empresário, que considera pouco divulgados. Diz que Gianni era admirador de Mussolini e foi combatente na 2ª Guerra Mundial. Aos 20 anos, era oficial de cavalaria e foi ferido duas vezes, uma delas gravemente. Informa também – o que é de causar espanto – que Gianni Agnelli não tinha parte de uma das pernas, amputada devido a ferimento provocado por um desastre automobilístico. Homem elegante, gostava de se vestir bem. Foi casado com a princesa Marella di Caracciolo, da família dos príncipes de Castagneto. Teve dois filhos. Um deles, Edoardo, suicidou-se. O empresário morreu de câncer na próstata mal tratado.

75 ANOS
Aliança Francesa

Amanhã, conforme divulga sua diretoria, a Aliança Francesa de Belo Horizonte estará comemorando seus 75 anos de fundação “por membros franceses do movimento França Livre”, surgido na 2ª Guerra Mundial para combater os alemães. Pelo que se sabe, não houve nada disso. A Aliança Francesa foi criada por professores de língua francesa que viviam na capital mineira num período em que aprender francês era não só de bom tom e elegante, como também de grande utilidade. Em seus primórdios, um dos professores de maior prestígio foi o respeitado monsieur Vincent. Por vários anos, a Aliança funcionou no Edifício Sul América, no Centro de BH.

FILOSA
Cidadão mineiro

Na terça-feira, toda a cúpula da Fiat Chrysler do Brasil e de empresas filiadas deverão assinar o ponto na Assembleia Legislativa, durante a solenidade de entrega do título de cidadão honorário de Minas Gerais a Antonio Filosa, presidente da Fiat Chrysler para a América Latina. O autor do projeto é o próprio presidente da Casa, deputado Agostinho Patrus, que presidirá a sessão. Às 20h, com coquetel de congraçamento no final.

Fórum RH 2019
Em BH

Cerca de 600 profissionais participaram do Fórum RH 2019, promovido pela seção mineira da Associação Brasileira de Recursos Humanos no Centro Cultural do Minas Tênis Clube. Um dos principais temas debatidos foi “Burocracia e estratégia de recursos humanos”,  com a formulação de novas regras para pôr fim ao excesso de entraves burocráticos 
na gestão de pessoas.

LUXEMBURGO
Embaixador na praça

O embaixador do Grão-Ducado de Luxemburgo no Brasil, Carlo Krieger, fez questão de vir a BH unicamente para participar do vin d'honneur comemorativo da data nacional do país promovido pelo cônsul honorário em Minas Gerais, Paulo Henrique Vasconcelos. O encontro ocorreu nos salões do Automóvel Clube, com presença de figuras do corpo consular, mundo oficial e gente de sociedade. O embaixador Krieger é figura veterana do corpo diplomático luxemburguês. Já serviu na Rússia, China, Estados Unidos e Canadá.

FUSCA
Adeus definitivo?

A produção brasileira do Fusca foi encerrada em 1986, apesar dos esforços do então presidente Itamar Franco em favor de sua ressurreição. O fim do carro mais vendido do mundo (cerca de 22 milhões de unidades) só não havia ocorrido no México. Porém, na quarta-feira, foi encerrada a produção mexicana do New Beetle, com linhas modernas e tão simpáticas quanto as originais. Os apaixonados pelo carro sofreram mais uma vez com a desalentadora medida. Têm esperança de que ele volte a circular um dia. Talvez com motor elétrico.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade