Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas Bomba do Jaeci

Profissional, Tardelli deve voltar antes do previsto no Galo

Previsão dos médicos do Atlético é de que atacante, que fraturou o tornozelo, retorne em fevereiro, reta final do Campeonato Brasileiro


18/07/2020 04:00

(foto: Alexandre Vidal/Flamengo)
(foto: Alexandre Vidal/Flamengo)


Um dos profissionais mais sérios e dedicados que conheci, Diego Tardelli (foto) sofreu grave contusão no tornozelo direito e ficará fora do Galo o restante do ano. Existe a possibilidade de ajudar o clube ainda no Brasileirão, que só terminará ano que vem, em fevereiro. Tardelli sofreu uma única contusão séria na carreira quando quebrou o braço. No mais, é um atleta que se cuida, que tem talento e qualidade. É ídolo e querido pela Massa, que mandou milhares de mensagens para seus Instagram, desejando boa recuperação. Fiz parte desse grupo, pois admiro e tenho amizade com ele. Tardelli me agradeceu. Certa vez, pela Seleção Brasileira, voltamos de Dubai juntos e, em São Paulo, ele me deu carona no jato que foi buscá-lo. Gravei no avião com ele, enviei para meu programa, Alterosa no Ataque, e demos um furo de reportagem. Obrigado, craque. Boa recuperação. É sempre Deus no comando.


Desrespeito

Jorge Jesus (foto), Marcos Braz e Rodolfo Landim só deram entrevistas à TV Flamengo após a conquista do Carioca. A jornalista, sem culpa nenhuma, não pôde perguntar a nenhum deles a situação de JJ, que confirmou ontem a ida para o Benfica. O que se sabia até ali é que ele tinha marcado treino para terça-feira, embora, em Portugal, a imprensa já desse como certa a sua ida. Acho bacana os clubes usarem suas próprias TVs para transmitir jogos e fazer entrevistas. Porém, a coisa tem de ser profissional e respeitosa. Ao deixar 42 milhões de flamenguistas sem a pergunta que todos queriam fazer, houve um desrespeito com os torcedores e com a imprensa. É preciso que os clubes contratem profissionais que possam exercer, com liberdade, a profissão de jornalista. Com entrevistas dirigidas e manipuladas, a informação real e verdadeira fica em segundo plano, e isso compromete o bom jornalismo.

Novo presidente

Recebi mensagem do novo presidente do STJD, doutor Otávio Noronha, amigo de longa data, colocando-se à disposição deste cronista. Também me coloquei à disposição dele, que é um brilhante jurista, apaixonado pelo futebol, e que vai conduzir o tribunal com a isenção e qualidade de sempre. Ele é mineiro, da terra de Pelé, Três Corações, tem 36 anos, e isso mostra que a juventude a cada dia se faz presente em clubes e tribunais desportivos. Já temos o doutor Castellar Guimarães, outro grande jurista, vice-presidente da CBF e dirigente da Fifa, nas nossas fileiras. Um dos vices mais conceituados na CBF, com formação na Sorbonne, de Paris, adorado e respeitado por Rogério Caboclo e Gianni Infantino. Minas Gerais se faz presente nos mais altos cargos do futebol brasileiro, o que é um orgulho para todos nós, que militamos aqui. Boa sorte, presidente Otávio Noronha. Que o STJD julgue sempre com isenção, transparência e retidão. Conte comigo!


Não vai fazer falta

Dudu nunca foi um jogador brilhante, que despertasse o interesse de clubes de ponta ou médios da Europa. No Palmeiras foi considerado o grande jogador, ganhando US$ 400 mil mensais, cerca de R$ 2,2 milhões, numa completa irresponsabilidade de quem o contratou. Assim que Vanderlei Luxemburgo chegou, sabendo que ele não é isso tudo que imaginam, mandou que treinasse como os demais se quisesse uma vaga no time. Negociado, foi para o Catar, onde o futebol praticamente inexiste. Mais uma vez, não despertou o interesse de clube grande nenhum. O Catar tem condições de pagar esse salário monstruoso a esse jogador bem comum. No Brasil, isso era uma afronta aos poucos grandes jogadores que temos e ao povo. Os valores por aqui estão invertidos. Luxa não moveu uma palha para manter o jogador, pois conhece futebol como poucos. Dudu é mais um caso de jogadores medianos, que ficam milionários. O futebol é mesmo uma mãe!

Paciência e confiança

Um amigo atleticano assistia ao jogo-treino contra o América pela TV Galo. Assim que o Atlético sofreu um gol, olhou nos comentários e viu um torcedor descascando Sampaoli, dizendo que o time era ruim, e o técnico, péssimo. Quanta ignorância! Sampaoli está começando um trabalho e montando um time novo. Paciência e confiança são necessárias nesse momento. Flamengo, Grêmio, Palmeiras e Inter estão à frente em grupo e preparação. Calma! Sampaoli se credenciou pelo belo trabalho no Santos, ano passado. É melhor que a maioria dos técnicos brasileiros, pois seus métodos de treinamento são modernos. Ele não tem títulos importantes – só ganhou a Copa América com o Chile, há cinco anos –, mas está em busca da afirmação e das taças aqui no futebol brasileiro. O torcedor tem de jogar com ele e com o time. Não se monta um grupo vencedor do dia para a noite!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade