Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas COLUNA DO JAECI

Jogos Olímpicos adiados. Prevaleceu o bom senso japonês

Ainda que vencêssemos o inimigo a curto prazo, não haveria tempo hábil para os atletas treinarem e se prepararem adequadamente até 24 de julho


postado em 25/03/2020 04:00

Primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, fala à imprensa depois de decidir, em conversa telefônica com o presidente do COI, Thomas Bach, adiar a Olimpíada(foto: CHARLY TRIBALLEAU/AFP)
Primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, fala à imprensa depois de decidir, em conversa telefônica com o presidente do COI, Thomas Bach, adiar a Olimpíada (foto: CHARLY TRIBALLEAU/AFP)


A Olimpíada de Tóquio foi adiada para 2021, com data a ser definida, entre junho e setembro, durante o verão no Hemisfério Norte. Uma decisão sensata do primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, que teve que ser digerida pelo presidente do Comitê Olímpico Internacional, o alemão Thomas Bach, que queria fazer o evento a qualquer custo. Os japoneses são fenomenais em tudo o que fazem e, com esse adiamento, provam sua grandeza e gigantismo.

Claro que haverá prejuízos, mas de que valem estádios e infraestrutura se não houver gente para prestigiar os eventos? Entre fazer o espetáculo grandioso como os Jogos Olímpicos e privilegiar a vida, os orientais optaram pela segunda.

A pandemia do coronavírus é uma guerra mundial, contra um inimigo desconhecido. Não há vacina contra ele, e a melhor forma de nos prevenirmos é evitando o contato com outras pessoas, agrupamento ou multidões. Se a Olimpíada serve para juntar os povos, só pode ser realizada quando houver segurança para essa gente.

Ainda que vencêssemos o inimigo a curto prazo, não haveria tempo hábil para os atletas treinarem e se prepararem adequadamente até 24 de julho, data marcada para abertura dos Jogos. Com esse adiamento para 2021, os japoneses terão mais tempo para complementar o sonho e receber os povos, saudáveis e, se Deus quiser, com o coronavírus já eliminado no mundo.

11 jogadores vão estourar idade

Com o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio para 2021, 11 jogadores brasileiros irão estourar idade, passando dos 23 anos. Dessa forma, os organizadores do evento já pensam em alterar para 24 anos o limite de idade, o que acho uma bobagem. Na minha visão, o COI e a Fifa não deveriam permitir jogadores com idade acima dos 23 anos – cada seleção tem o direito de escolher três e convocar. O futebol é o “primo pobre” dos Jogos Olímpicos, tanto que as sedes são separadas e os jogadores não ficam na Vila Olímpica. Sou até a favor do fim do futebol na Olimpíada, pois o esporte bretão já tem na Copa do Mundo seu grande evento.

Redução de salários

Os clubes brasileiros acenam com a possibilidade de redução em 50% dos salários dos jogadores, em função dos prejuízos que terão com a paralisação das competições por causa do coronavírus. Acho que jogador de futebol ganha muito no mundo e, principalmente no Brasil, país economicamente quebrado. Porém, cada jogador tem contas a pagar e se planejou em cima daquilo que foi acordado na assinatura do contrato. É uma situação complexa, mas que terá de ser resolvida individualmente. Cada caso é um caso. Nesse momento tão delicado do mundo, cada um deve fazer a sua parte e procurar chegar a um denominador comum, que não prejudique nem os atletas, nem as instituições que eles defendem.

Aniversário

Neste dia 25 se comemora o aniversário do eterno presidente e mais vencedor da história do Atlético Alexandre Kalil, que completa 61 anos. Como prefeito mais bem avaliado do Brasil, vem se destacando com um governo austero, sério e correto, sempre privilegiando os mais necessitados e pobres.

Na pandemia do Coronavírus, tem tomado atitudes copiadas por seus pares no Brasil. Na entrevista exclusiva que fiz com ele para o meu blog, aqui no Superesportes, e meu canal youtube.com/JaeciCarvalhoesporte, ele falou sobre o ser humano que se tornou durante a campanha para sua eleição e os ensinamentos que recebeu do povo pobre de Belo Horizonte. Está lá para quem quiser conferir.

Caro prefeito, saúde sempre e muitas conquistas para o povo de BH. Um dos atos mais recentes foi o de doar cestas básicas para todos os familiares de alunos que estudam na rede pública municipal, ato digno de aplausos. Que todos possamos vencer essa pandemia do coronavírus o mais rapidamente possível.


Aniversário 2

E hoje é aniversário também do Clube Atlético Mineiro, que completa 112 anos. Um clube gigante, com torcida fanática e apaixonada. Uma torcida que ama o clube acima de qualquer coisa, que mostra, mesmo quando os títulos não vêm, um amor incondicional. Alguns atleticanos dizem que eles "não torcem por taças e conquistas, e sim pelo clube e por quem veste aquele manto sagrado.”

Parabéns a esse gigante, e que as próximas gestões possam devolver aos torcedores os títulos, aos quais eles se acostumaram a ganhar de 2012 a 2014, na gestão do eterno presidente Alexandre Kalil. Hoje o clube anda maltratado, sem perspectiva, com um time muito ruim. Pra quem já teve Ronaldinho Gaúcho, Tardelli, Bernard e Jô, é realmente difícil torcer por quem atua hoje. Sampaoli é a esperança dos 9 milhões de torcedores alvinegros. Boa sorte e vida eterna ao Galo.




Publicidade