Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas FOTOGRAFIA

Yamandu, que faz sucesso nas redes sociais, também enfrentou a pandemia

Pet da fotógrafa Ana Slikas Lavina, personagem da coluna 'Cidade pandêmica, seguiu os protocolos sanitários para não se infectar com o novo coronavírus


08/09/2021 04:00 - atualizado 07/09/2021 22:02

None
(foto: Ana Slikas Ribeiro Lavina/DIVULGAÇÃO)

 

CIDADE PANDÊMICA

Ana Slikas Ribeiro Lavina (@anaslika)

Fotógrafa, 36 anos

"Essa foto foi feita em 14 de março do ano passado, quando ainda nem sabíamos se seria obrigatório o uso de máscara. Quando tinha a ilusão de que seriam só 15 dias. Yamandu (@yamanduematilda), esse senhor de 11 anos, que foi adotado por mim, também ficou recluso por um bom tempo. Como não tínhamos noção se os cachorros poderiam transmitir para a gente, ficamos muito tempo sem passear com ele. Foi difícil, mas, agora, mais tranquilos e seguindo todos os protocolos para evitar o contágio, voltamos à rotina normal dele.”
 
 

QUALICULT

CINCO SÃO DE MINAS


Elder Costa, de Pouso Alegre, com o projeto “Mantiqueira musa”, Carla Sceno, de Viçosa, com “Carla Sceno – Intimidade”, e Luiza Brina, de Belo Horizonte, com “A toada vem é pelo vento”, estão entre os premiados no Qualicult, primeiro concurso cultural de música, dança e teatro e poesia promovido pela Qualicorp, administradora de planos de saúde coletivos. A lista dos projetos mineiros premiados inclui ainda, na categoria dança individual, o artista Led Marques, de BH, com o projeto “Eu”, e, em teatro individual, Carú Rezende, de Juiz de Fora, com “Vida: relatos de uma mulher só, ou quase isso”. Os vídeos com as 90 apresentações dos vencedores serão disponibilizados no YouTube da Qualicorp até 10 de dezembro.


GASTRONOMIA

COMIDAS QUE AQUECEM


Gustavo Tavares, da Gás Produtora, e Isabela Lapa, do blog Coisas de Mineiro, promovem, de sexta a domingo, a sexta edição do projeto “Coisas de mineiro – Comidas que aquecem”. O evento será transmitido no Instagram @coisasdemineiro, com a participação de Caetano Sobrinho, do Caê Restaurante Bar, de Carol Mesquita, do Bolos da Carol, de Daniel Neto, do perfil Baixa Gastronomia, e de Márcia Nunes, do Restaurante Dona Lucinha.

***

O público terá acesso a dois e-books: um de receitas elaborado pela cozinheira Ana Sandim, do perfil Ingrediente da Vez, e outro com roteiro afetivo por Belo Horizonte, desenvolvido pelo guia de
turismo Thiago Bicalho.
 

DOAÇÃO

SALVANDO VIDAS


Dados do Registro Brasileiro de Transplantes (RBT) mostram a necessidade de doação de órgãos. Só para transplante de fígado, eram 1.126 pessoas na fila  até segunda-feira (6/09). Outras 45 mil aguardam por transplante de órgãos sólidos e de tecidos. Para chamar a atenção para o problema, o Instituto Brasileiro do Fígado (Ibrafig), presidido pelo hepatologista Paulo Bittencourt, em parceria com a Associação Brasileira de Órgãos, lidera a campanha “Seja doador de órgãos e avise sua família”. A ação tem como objetivo alertar que familiares têm a palavra final sobre a doação de órgãos. Cada transplante efetivado por salvar até oito pessoas.

 

“OLHAR 43”

EM VOZ E VIOLÃO


A agenda de shows, aos poucos, vai se erguendo. Paulo Ricardo, ídolo da geração que passou dos 40 e tantos, tem apresentação marcada para 25 de setembro, no Palácio das Artes. No repertório, novas versões para “Olhar 43”, “Rádio pirata”, “A cruz e a espada” e “Tudo por nada”. A apresentação seguirá as regras impostas pela pandemia, com utilização obrigatória de máscara, distanciamento e número reduzido de assentos. 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade