Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas LIÇÕES DA CRISE

Produtor musical revela à Coluna HIT o que a pandemia lhe ensinou

Renato Villaça faz a lista do que vem aprendendo, de bom e de ruim, nestes mais de 15 meses de crise sanitária


31/07/2021 04:00

Renato Villaça
Compositor, produtor musical e um dos criadores do podcast “Música serve para isso”


Na pandemia, aprendi...
Que a gente gastava mais do que precisava gastar.
Que a gente se encontrava menos do que poderia se encontrar.
Que relembrar o passado, às vezes, coincide com sonhar com um futuro.
Que um abraço apertado não se substitui por emojis, lives, chats nem posts, sozinho, em um quarto escuro.
Que o medo da morte ajuda a compor.
Que o isolamento é bom para pensar.
Que o mesmo ar que te faz respirar transporta a sua asfixia.
Aprendi, em detalhes, o que é uma tromboembolia.
A diferença entre uma gripe e uma pneumonia.
Que vírus só se combate mesmo com vacina, além de medidas não farmacológicas de profilaxia.
Que, em pleno 2021, ainda tem gente que nega a ciência. 
Gente que coloca em risco sua própria vida, e a dos outros, sem um pingo de dor de consciência.
Que enfrentar um vírus não é missão para general.
Que eleger um verme foi um pecado mortal.
Que não há saída nem saúde rezando-se a velha cartilha neoliberal.
Que o serviço público é cada vez mais essencial.
Que, sim, é necessário haver programas de assistência social.
Que todos nós dependemos, em última instância, do Estado.
Que a vida é frágil, como a chama de vela que se apaga com um espirro descuidado.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade