Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas COLUNA HIT

A artista e grafiteira Raquel Bolinho e convidados pintarão telas ao vivo

A autora do divertido Bolinho, que colore as ruas de BH, prepara a exposição 'Mostra Arte do Bolinho %u2013 BH é de quem', que será aberta no dia 13


01/06/2021 04:00 - atualizado 01/06/2021 15:48

(foto: Acervo pessoal)
(foto: Acervo pessoal)

Grande parte das pessoas que andam a pé ou de carro pelas ruas de BH já viu o Bolinho, personagem criado pela artista Maria Raquel, a Raquel Bolinho. Pois agora ele sairá das ruas para a mostra que vai celebrar a cultura urbana e o grafite, cuja abertura está marcada para 13 de junho. A partir de quinta-feira (3/6), no Spot Culture, no Centro, Maria Raquel e convidados pintarão ao vivo as telas da exposição. Já estão confirmados Clara Valente, Kesa, Now, Comum, Fenix e Goma. Os horários e datas serão divulgados no Instagram @querobolinho. O projeto será registrado em vídeos que serão disponibilizados no canal do Bolinho no YouTube. As telas estarão expostas no site www.querobolinho.com.br. A mostra vai se chamar “Mostra de arte do Bolinho – BH é quem?”.

ON-LINE
NA CASA FIAT

Episódios do minicurso “Interpretando obras de arte” já estão disponíveis no canal da Casa Fiat de Cultura no YouTube. A historiadora e educadora Ana Carolina Ministério desvenda os significados que permeiam uma obra, investigando a materialidade da peça, a inserção de elementos, o posicionamento dos personagens, seu contexto histórico e muito mais. Assim, o público pode ampliar suas possibilidades de interpretação construindo relações mais significativas com a criação artística. Os vídeos trazem tradução em Libras.

NO YOUTUBE
“FILARMÔNICA EM CÂMARA”

A série “Filarmônica em câmara” vai apresentar, nesta terça-feira (1º/6), peças dos compositores Nathan Daughtrey, Brahms, Schubert e Erich Korngold. A segunda edição do projeto reunirá o duo formado por Cássia Lima (flauta) e Rafael Alberto (percussão); o sexteto Luis Andrés Moncada (violino), Laura von Atzingen (violino), Gerry Varona (viola), Nathan Medina (viola), Emília Neves (violoncelo) e Lucas Barros (violoncelo); o trio Ara Harutyunyan (violino), Katarzyna Druzd (viola) e Robson Fonseca (violoncelo); e o quarteto formado por Ana Zivkovic (violino), Roberta Arruda (violino), Mikhail Bugaev (viola) e Philip Hansen (violoncelo). Devido à pandemia, não haverá plateia na Sala Minas Gerais. O concerto será transmitido às 20h30 no canal da Filarmônica mineira no YouTube.

(foto: Telos/Divulgação)
(foto: Telos/Divulgação)

CROCODILO
DIVERSÃO PARA A GAROTADA

Terceiro lançamento da escritora Clara Haddad, “O que é que o crocodilo come ao meio-dia?” (Telos Editora) conta as aventuras de Cadu, elefante curioso empenhado em descobrir o mistério que envolve o título do livro. As personagens lidam com momentos que são lições de vida, convivendo com as diferenças e trabalhando a autoestima. Clara adaptou um popular conto africano para os dias atuais.

(foto: Paulo André/ACERVO PESSOAL)
(foto: Paulo André/ACERVO PESSOAL)

EU USO MÁSCARA
Paulo André, ator

“Usar máscara, hoje, é um gesto cidadão de respeito a si e ao outro”

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade