Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas HIT

Banda Graveola abre projeto que reúne blocos de carnaval de BH

Canções do grupo mineiro foram gravadas com o swing do Então Brilha, Chama o Síndico, Sagrada Profana e Juventude Bronzeada


postado em 18/02/2020 04:00 / atualizado em 17/02/2020 19:09

(foto: Danilo Alvarez/Divulgação )
(foto: Danilo Alvarez/Divulgação )

Ao convite do movimento Giro, projeto idealizado pela produtora Do Brasil Live, blocos e artistas vão se se unir em gravações no mínimo curiosas. A estreia é com a banda Graveola, que se juntou aos blocos Então Brilha, Chama o Síndico, Sagrada Profana e Juventude Bronzeada para a produção dos primeiros registros. “Nos idos de 2009, quando o carnaval de rua de BH começou a se reinventar, estávamos profundamente conectados com os movimentos culturais da cidade, e de certa forma contribuímos para consolidar o que hoje se tornou uma potência. Com a nova iniciativa, nos reaproximamos dessa festa, celebrando a diversidade ao lado de muita gente boa que faz a cultura acontecer em BH”, comenta Zelu Braga, do Graveola.

• • •

Na etapa inicial, foram gravadas em estúdio canções do Graveola em arranjos com a personalidade de cada bloco. Insensatez tem participação do Então Brilha, que priorizou o pagodão baiano e pitadas de arrocha; Babulinas trip, com Chama o Síndico, trouxe o suingue da soul music em ritmo funkeado; Aurora, com Sagrada Profana, tem arranjo suave com instrumentos de sopro; e o samba-reggae Talismã, com Juventude Bronzeada e participação de Samuel Rosa, ganha guitarras baianas e paraenses. O resultado será lançado nesta terça-feira (18), no YouTube.

• • •

De acordo com Patrícia Tavares, sócia-diretora da Do Brasil, o projeto não para por aí. “Durante todo o ano, vamos convidar compositores e grupos para novas parcerias. Além de canções já conhecidas, a proposta é produzir trabalhos inéditos. No fim do ano, um compilado de tudo o que foi desenvolvido será disponibilizado para o público”, conclui.

DUPLA
ENCONTRO EMOCIONANTE

Pela primeira vez, Mauricio Tizumba e Sérgio Pererê vão lançar um disco juntos. O repertório traz 10 canções gravadas ao vivo, há dois anos, no Teatro do Minas Tênis Clube. Tizumba conta que a ideia surgiu durante o lançamento da biografia De Camarões: veredas de Mauricio Tizumba, quando convidou o parceiro mais presente em sua carreira para um espetáculo em dupla. “Foi a primeira vez que criamos um show juntos, do conceito à escolha do repertório, com composições marcantes de cada carreira, rearranjadas para aquele momento. O resultado ficou maravilhoso e decidimos transformá-lo em disco, que agora vamos apresentar ao público”, adianta Tizumba.

• • •

Os instrumentos do show variam entre violão, viola, tamá, caixa de congado e pandeiro, além das tablas tocadas pelo percussionista indiano Rashmi Bhatt. Vander Lee, amigo de Tizumba e Pererê, é homenageado com a canção Desejo de flor. O show está marcado para 27 de março, às 21h, no Minas Tênis Clube.

VIRTUOSE
ESTREIA EM FESTIVAL

Yamandu Costa abre a 19ª edição do Festival Teatro em Movimento, de Tatyana Rubim. Ele vai se apresentar em 28 de março, no Sesc Palladium. No recital, o violonista e compositor fará retrospectiva de sua carreira, passando por choro, milonga, chamamé, tango, jazz e samba.


Publicidade