Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Há 30 anos, educadora mineira recebia comenda da rainha da Inglaterra

Sandra Laucas, diretora consultiva da Cultura Inglesa (na foto, com os filhos Olavo e Giuliano), foi escolhida por seu trabalho pioneiro na educação em Belo Horizonte


postado em 16/12/2019 04:00 / atualizado em 15/12/2019 14:07

(foto: Arquivo pessoal)
(foto: Arquivo pessoal)

 
SANDRA LAUCAS
UM GRANDE EXEMPLO

Na sexta-feira, completam-se 30 anos do reconhecimento da rainha Elizabeth II ao talento de Sandra Laucas, a primeira mineira e uma das poucas pessoas no Brasil a receber o título de membro honorário do Império Britânico (MBE). Concedida pela própria rainha, a comenda reconheceu os serviços de Sandra em prol da difusão da língua inglesa em Belo Horizonte, no estado e no país. A entrega ocorreu em cerimônia no Automóvel Clube presidida por Michael Newington, embaixador da Inglaterra no Brasil. A comenda, uma das mais importantes oferecidas pela monarquia britânica, foi dada este ano ao jogador de futebol Harry Kane. Outros agraciados foram Ed Sheeran (2017), Adele (2013) e os Beatles (1965).

***

O nome da diretora consultiva da Cultura Inglesa foi escolhido para se tornar Most Excellent Order of the British Empire depois de ser avaliado por um comitê de honrarias, pelo primeiro-ministro e, por último, 
pela rainha, que assina a homenagem sempre no alto da página como sinal de sua soberania. A Ordem do Império Britânico foi criada pelo rei George V, em 1917. A comenda contempla as áreas de artes, ciências e organizações de caridade.

***
Uma das iniciativas importantes de Sandra em defesa da educação foi a valorização e o respeito aos professores. “Como também fui professora, na Cultura (Inglesa), sempre os valorizamos e remuneramos bem”, contou ela em entrevista recente à coluna. “Sempre exigi que estivessem sempre atualizados, frequentando cursos e seminários. Infelizmente, os educadores do nosso país não têm o devido reconhecimento. Sempre tentei manter um ambiente 
animado e oferecer recursos para que eles se sentissem motivados.”

***

Na década de 1970, Sandra Laucas assumiu a direção da Cultura Inglesa em BH, transformando a escola em referência no ensino de inglês. Empreendedora, criou o primeiro curso daquela língua para crianças na capital. Criou e presidiu a Associação Brasileira de Culturas Inglesas (ABCI) e foi fundadora e presidente da Latin American British Cultural Institutes (LABCI). No início dos anos 1990, Sandra trouxe para o Brasil a English Speaking Union (ESU), que promove a difusão do conhecimento por meio da língua inglesa.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade