Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Nomes importantes da cena fashion dos anos 1980 ganham homenagem em BH

Neneca Moreira (primeira à esquerda) faz parte do grupo reverenciado durante o Festival de Moda de Belo Horizonte


postado em 25/11/2019 04:00 / atualizado em 24/11/2019 18:34

Neneca Moreira, Nely Rosa, Liana Fernandes e Graça Ottoni(foto: Miro Corrêa/Divulgação)
Neneca Moreira, Nely Rosa, Liana Fernandes e Graça Ottoni (foto: Miro Corrêa/Divulgação)

 
 
NA MODA
FESTA NA PASSARELA

De todos os encontros promovidos pelo Mood – Festival de Moda de Belo Horizonte, nada mais bacana do que a homenagem para modelos que fizeram história em Minas. Foi uma beleza rever Claudia Abreu, um dos rostos mais marcantes das campanhas e desfiles nos anos 1980. Neneca Moreira, que vive nos Estados Unidos, é outra que deixou sua marca nas passarelas. O estilista Inácio Soares, que mora na Europa, fez palestra no Mood.

***

Renato Loureiro, outra figura de peso da moda mineira, assinou a direção artística do desfile realizado no Mercado Central, que contou com a participação de alunos dos cursos de moda da UNA, UFMG e Fumec, além de performance-show da garotada do grupo Lá da Favelinha. O casting usou t-shirts customizadas por artistas visuais do Bhoom Art Fashion, com temas relacionados a ícones da cidade referentes a moda, gastronomia e arquitetura. Uma belezura!
 
ENTÃO É NATAL
HO HO HO MINEIRO

A 13ª Cantata de Natal da Assembleia Legislativa está confirmada para 4 de dezembro, às 19h, no Hall das Bandeiras, na Praça Carlos Chagas. Um coral de 300 vozes e a Orquestra de Câmara Opus apresentarão clássicos natalinos. O repertório inclui também Paixão e fé, de Tavinho Moura e Fernando Brant, e O magnum mysterium, de João de Deus de Castro Lobo.
 
DOGVILLE
DA TELA PARA O PALCO

Na quinta-feira, Mel Lisboa e 15 atores iniciam, no CCBB-BH, a temporada mineira da peça Dogville. A atriz conta que está ansiosa para se apresentar na capital. “É  primeira vez que fico tanto tempo em cartaz na cidade, cinco dias seguidos na semana. Isso não é tão comum atualmente”, comenta. “Tenho orgulho de fazer essa peça, que é muito bonita e leva a uma reflexão.Você não sai ileso do teatro, sai pensando, levando aquelas falas e imagens. É uma moeda que segue com você. Foi assim a experiência que tivemos nas temporadas do Rio e de São Paulo”, revela a atriz.

***
l
Nos últimos tempos, Mel passou por BH durante as curtas temporadas de Boca de Ouro e Rita Lee mora ao lado e da peça infantil A pescadora de ilusão. “Com mais tempo em cartaz, minha expectativa agora é curtir um pouco mais a cidade”, torce ela. Zé Henrique de Paula dirige a primeira adaptação teatral brasileira de Dogville, obra-prima do cineasta dinamarquês Lars Von Trier. 

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade