Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas BOLA MÚNDI

Aposto no efeito Guardiola na Liga dos Campeões

O técnico espanhol preservará seus principais jogadores para que estejam 100% nas fases decisivas da competição. E isso pode fazer a diferença para o Manchester City


postado em 19/09/2019 04:00 / atualizado em 18/09/2019 22:38

Técnico do Manchester City e atual campeão inglês, Pep Guardiola deve priorizar a Liga dos Campeões(foto: Sergei Supinky/AFP)
Técnico do Manchester City e atual campeão inglês, Pep Guardiola deve priorizar a Liga dos Campeões (foto: Sergei Supinky/AFP)


Para quem estava com saudades da Champions, não podia ter sido melhor. A fase de grupos da competição começou em alto estilo, com muitos gols, boas surpresas e algumas decepções. É claro que é somente um primeiro passo de uma grande caminhada para quem pretende chegar até a final, programada para 30 de maio de 2020, na Turquia, mas não tenho medo de já arriscar: aposto no Manchester City e no que chamo de efeito Guardiola.

Bicampeão da Premier League, considerada por muitos como o campeonato mais difícil da Europa, o técnico espanhol tem um elenco repleto de boas opções. Que comandante não gostaria de contar com jogadores como Agüero, Sterling, Gundogan, Mahrez, Gabriel Jesus, De Bruyne, David Silva? Isso só para falar naqueles com características mais ofensivas... Mas o que mais pesa a seu favor agora é que não terá contra si a pressão dos duelos locais.

Sem abdicar da disputa, Guardiola poderá se dar ao luxo de priorizar a Champions. Quem ‘entregou’ os planos foi um de seus principais pupilos, o ex-jogador espanhol Xavi Hernández, com quem conquistou vários títulos (inclusive o da Champions) na época áurea de Barcelona. Aliás, depois de deixar o futebol espanhol, Guardiola não conseguiu mais nem sequer chegar à final da competição mais importante da Europa.

Podemos nos preparar para ver um Manchester City com a mesma filosofia de jogo: valorizar a posse de bola, com muitas trocas de passes, e intensidade em busca do momento perfeito de finalizar seus rivais. Só que, desta vez, Guardiola preservará seus principais jogadores para que estejam 100% nas fases decisivas da competição. E isso pode fazer a diferença.

É claro que o atual campeão Liverpool, de Klopp, Alisson, Firmino, Salah e Mané, também está no páreo e não podemos menosprezar o que podem fazer Messi, no Barcelona, e Cristiano Ronaldo, na Juventus. E o PSG? Mesmo com Neymar, Mbappé, Cavani e Di María, não enxergo como um dos possíveis finalistas. Façam vocês as suas apostas.

Solução africana

Com as principais seleções envolvidas nas Eliminatórias da Eurocopa’2020, a comissão técnica da Seleção Brasileira teve que rebolar para encontrar bons adversários para a próxima data Fifa, nos dias 10 e 13 de outubro, em Singapura. Os escolhidos foram Senegal e Nigéria. Engana-se quem pensa que serão favas contadas. Senegal, do craque Sadio Mané, é o atual vice-campeão da Copa Africana de Nações e ocupa o 20º lugar no ranking Fifa. Os nigerianos estão no 33º lugar. Acredito que é mais válido do que encarar seleções aqui do nosso próprio continente. Agora é aguardar as surpresas da lista de Tite amanhã...

Aproveitar a brecha

Enquanto Real Madrid e Barcelona ainda não engrenaram no Espanhol (ocupam a 3ª e 5ª colocações, respectivamente), o Atlético de Madrid pode se aproveitar para assumir a ponta da competição nesta sexta rodada. Afinal, encara o modesto Celta, enquanto seus grandes adversários têm duelos bem mais complicados. O Barça visita o Granada, que tem campanha praticamente idêntica. O Real viaja para enfrentar o líder – e ainda invicto – Sevilla. O certo é que Ernesto Valverde e Zinedine Zidane terão muito trabalho...

Pela reação

Todas as atenções da sexta rodada da Premier League estarão voltadas para o duelo entre Chelsea e Liverpool. Ambos vêm de derrotas na Champions (diante de Valencia e Napoli, respectivamente). Só que a situação dos Blues é muito pior: ocupam apenas a 6ª colocação do inglês, com 8 pontos, enquanto os Reds são os líderes e únicos com 100% de aproveitamento. Para piorar, o clima não anda tão bom no Chelsea depois que o brasileiro Willian tentou bater um pênalti, Barkley chamou responsa, mas acabou desperdiçando. Mesmo fora de casa, o Liverpool é favorito.
 

Dispensável

O final de semana também reserva um clássico especial no Campeonato Italiano: Milan x Inter. Enquanto a Inter lidera com 100% de aproveitamento, o Milan segue no bolo, com duas vitórias e um empate. Só precisará superar o clima ruim criado pela troca de farpas públicas entre o técnico Marco Giampaolo e Lucas Paquetá. O treinador afirmou que o ex-jogador do Flamengo precisava ser “menos brasileiro”. Roupa suja se lava em casa, professor!

Deu zebra

A zebra deu as caras na definição dos semifinalistas da Liga dos Campeões da Ásia. O japonês Urawa Reds despachou o Shanghai SIPG (atual campeão chinês), dos brasileiros Oscar e Hulk. Agora, por um lugar na grande decisão, medirá forças com outro favorito da China, o Guanghzou Evergrande, dos brasucas Talisca, Elkeson e Paulinho. Na outra chave da semifinal estarão Al Saad (do agora técnico Xavi) e Al Hilal (do italiano Giovinco). Os duelos de ida serão disputados em 1º e 2 de outubro. Os de volta, nos dias 22 e 23 de outubro.

DE OLHO

Erling Haaland

O atacante norueguês Haaland, de 19 anos, do Red Bull Salzburg, roubou a cena na primeira rodada da Champions ao marcar três vezes em sua estreia na competição – o mais jovem a alcançar o feito. Filho do ex-zagueiro Alfie Haaland (Manchester City e Leeds), ele começou no modesto Bryne e queimou etapas: aos 15 anos já estava no time principal. Em 2017, foi para o Molde. Com grande evolução física (tem 1,94m), logo se destacou. Em 2019, teve sondagens de Juventus e Bayer Leverkusen, mas foi parar na Áustria, que em breve deverá ficar pequena para ele. No Mundial Sub-20 deste ano, já havia sido notícia ao balançar as redes nove vezes na vitória de 12 a 0 sobre Honduras.
 
 

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade