Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Férias pedem praia, mas também cuidado com a gramática

Férias jogam no time de óculos. Só existe no plural. O certo é estou 'de férias' ou 'em férias?' O período é tão bom que tanto faz, você pode escolher


postado em 22/12/2019 04:00

(foto: VANDERLEI ALMEIDA/AFP)
(foto: VANDERLEI ALMEIDA/AFP)

Férias, sombra e água fresca

Oba! As férias chegaram. Xô, escola! Xô, trabalho! Xô, seriedade! Sombra e água fresca pedem passagem. Abram-lhes alas. Com um cuidado – a palavra férias só se usa no plural. Artigo, adjetivos, pronomes e verbos a ela relacionados concordam com a boa-vida: Minhas férias escolares começaram mais cedo porque fui dispensado das provas. Vão longe as férias que passei no Rio. Gosto das férias natalinas. Felizes férias, moçada!

Óculos
Férias joga no time de óculos. Só existe no plural – meus óculos, os óculos, óculos escuros, óculos coloridos. Nas férias, perdi meus óculos. Alguém os achou? Não? Então preciso de óculos novos. Vou comprar uns de R$ 1,99. Eles quebrarão o galho até a volta.

O livro é lido para eternizar a memória

Jorge Luis Borges



Inveja
As palavras são criaturas dos homens. Como os criadores, sentem inveja. Algumas adoraram as excentricidades de férias e óculos. Foram atrás. Também só se usam no plural. É o caso de anais, antolhos, cãs, condolências, exéquias, fezes, núpcias, olheiras, pêsames, víveres. Ops! Os naipes do baralho entraram na onda: dama de copas, rei de espadas, dois de ouros, nove de paus.

Escolha
O sujeito está em coma, em transe, em pânico, em perigo, mas… de férias ou em férias? Eta coisa boa! Tão boa que você pode escolher: Em janeiro vou estar de férias. Em janeiro, vou estar em férias.

Pouca roupa
Você vai passar as férias na praia? Viva! Areia brannnnnnnnnnnnca convida para uma esticadinha ao sol. Pra pegar aquela cor de saúde, o traje adequado se impõe. Algumas mulheres preferem biquíni. Outras, maiô. As duas vestimentas ensinam lições pra lá de úteis.

Primeira lição
Biquíni pertence à equipe de táxi e safári. O trio pede acento. Por quê? São paroxítonas terminada em i. Sem o grampinho, as palavras terminadas em i jogam em outro time – o das oxítonas: aqui, ali, jabuti, abacaxi.

Segunda lição
Maiô tem duas sílabas. Como separá-las? Do mesmo jeito que meia, creia, ceia, praia. Em todas aparecem ditongos. A duplinha mantém as duas letras juntinhas (mai-ô, crei-a, cei-a, prai-a). Os ditongos abertos não fogem à regra: i-dei-a, as-sem-blei-a, Ju-dei-a, Co-rei-a.

No campo
Prefere passar férias na fazenda? Ops! Opções de lazer não faltam. Uma delas: andar a cavalo. Cavalgar por campos planos ou acidentados acalma e relaxa. Depois do exercício, o cavaleiro e a amazona voltam pra casa prontos pra enfrentar o que der e vier. E lembrar sempre: ele é cavaleiro; ela, amazona.

Leitor pergunta
Qual o plural de quebra-quebra?
. Jaime Ortis, Pelotas

Quebra-quebra joga no time das palavras iguais repetidas. No caso, só a segunda ganha s: quebra-quebras, reco-recos, tico-ticos, troca-trocas, pisca-piscas.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade