Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas EM DIA COM A POLÍTICA

Depoimento de Pazuello à PF não deve ter agradado ao presidente

Alvo de investigação sobre suposto crime de prevaricação de Bolsonaro, ex-ministro Eduardo Pazuello disse não ter provas de aviso sobre irregularidades recebido


30/07/2021 04:00 - atualizado 30/07/2021 07:21

General Eduardo Pazuello limitou-se a dizer aos policiais federais que foi avisado verbalmente por Bolsonaro a respeito de irregularidades em compra de vacina(foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado - 19/5/21)
General Eduardo Pazuello limitou-se a dizer aos policiais federais que foi avisado verbalmente por Bolsonaro a respeito de irregularidades em compra de vacina (foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado - 19/5/21)
 
Só deu Piauí. A despeito do recesso parlamentar, a cerimônia de posse da senadora Eliane Nogueira (PP-PI), suplente e mãe do titular do mandato, Ciro Nogueira (PP-PI), que virou ministro do governo bolsonarista, foi realizada. O detalhe é que todos eram do Piauí.

Quem conduziu a posse foi o 2º secretário da Mesa do Senado Federal, Elmano Ferrer (PP-PI). Detalhe: a indicação de parentes à suplência das chapas que concorrem ao Senado nada tem de ilegal. A regra é clara. E se tem mais Piauí, em Teresina o ônibus Lilás, do programa “Mulher, Viver sem Violência” vai percorrer a Zona Rural.

Já que teve Piauí, melhor dar uma passada também por Minas Gerais. É que agora é fato. Todos os consumidores afetados deverão receber a devolução equivalente ao dobro do que foi pago em excesso e a correção dos valores por IPCA mais juros de 1% ao mês.

Ou seja, a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) terá que devolver quase R$ 250 milhões a cerca de 75 mil moradores de Belo Horizonte e de Contagem. Tudo por causa das cobranças indevidas por serviços de tratamento de esgoto que não foram prestados.

A cobrança indevida tem que ser feita em dobro, já que o registro é claro e pertinente no Código de Defesa do Consumidor. Está lá escrito com todas as letras. O consumidor é quem deve escolher a forma de ressarcimento, seja por meio de descontos em faturas ou depósitos bancários, por exemplo. O que é válido registrar é que a partir de agosto, as faturas também estarão mais baratas.

O melhor a fazer, então, é chamar a Polícia Federal (PF) que ela já veio aí. O alvo foi o ex–ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, que prestou depoimento ontem à tarde. E o presidente da República, Jair Bolsonaro, não deve ter gostado nada disso.

É que o general Pazuello declarou aos policiais, em seu depoimento, que não tem como provar que tenha avisado o presidente Jair Bolsonaro sobre supostas fraudes na compra da vacina indiana Covaxin. Só que, no entanto, Pazuello afirmou que o chefe foi comunicado verbalmente sobre o caso.

Se a informação se confirmar, o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, teria cometido o crime denominado de prevaricação, ao ser informado sobre irregularidades nos contratos e não levar a informação até as autoridades competentes. As tais emendas secretas, por exemplo, podem dar dor de cabeça danada, não é? Resposta rápida, já basta por hoje.

Datena na corrida de 2022

O apresentador José Luiz Datena aparece em terceiro lugar na disputa à presidência nas eleições de 2022, segundo pesquisa feita pelo instituto Paraná Pesquisas. O levantamento foi contratado pela sigla a qual Datena faz parte, o Partido Social Liberal (PSL). Ele é citado depois do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e ganha mais menções que adversários já considerados ao pleito, como Ciro Gomes (PDT), o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), e o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (Democratas).

Encontro anual

“Vitória da liberdade de expressão! Bom dia, pessoal! Iniciamos, ontem, celebrando a decisão do desembargador Maurício Soares, que manteve a exposição Democracia em Disputa”. Quem diz é a prefeita de Juiz de Fora (MG), Margarida Salomão (PT), A mostra trata do registro fotográfico de momentos da democracia brasileira, da década de 1940 até hoje. A prefeita ressalta que a iniciativa não foi da prefeitura. Ocorre porque sedia o Encontro Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).

Neta alemã

“Semana passada, tinha um deputado chileno e a alemã visitando a Presidência da República. Poxa, tratei, conversei, bati um papo. Saiu que a deputada alemã é neta do ex–ministro do Hitler. Me arrebentaram na imprensa…” O fato é que o presidente Jair Messias Bolsonaro tentou justificar o encontro que teve com a nazista Beatrix Von Storch: “eu não posso receber essa deputada? Foi eleita democraticamente na Alemanha. Se eu for ver a ficha de cada um para ser atendido, vai demorar horas para atender”.

Sente falta?

O recesso já está quase terminando, mas, mesmo assim, os senadores integrantes da CPI da COVID não deixaram de pedir ao presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito, o senador Omar Aziz (PSD-AM), que remarque, mais uma vez, o depoimento de Francisco Maximiano, sócio da Precisa Medicamentos. E, como não poderia deixar de ser avisaram que, caso o empresário não compareça novamente na data marcada, ele será conduzido de forma coercitiva.

Rede nacional

O ministro da Saúde, o médico Marcelo Queiroga, usou a TV e o Rádio para lamentar “a triste marca de mais de 550 mil mortes em decorrência da COVID–19 no país. Antes tarde do que nunca, ele fez pronunciamento quarta-feira para ressaltar a triste marca de mais de 550 mil mortes em decorrência da pandemia no país”. E ressaltou: “houve queda de 40% no número de casos e óbitos em um mês. Vamos continuar com a vacinação no país. São 175 milhões de doses entregues aos estados e ao Distrito Federal. Em julho, foram entregues 40 milhões de doses e mais de 60 milhões chegam em agosto.

PINGA FOGO

  • Em tempo, sobre a Nota Rede nacional: o ministro Marcelo Queiroga garantiu ainda que “toda a população estará imunizada até setembro com a primeira dose e a total em dezembro”. Tomara que ele esteja certo, já que, até agora, a COVID-19 só traz más notícias.
  • Mais um Em tempo, desta vez sobre a nota Sente falta? A condução coercitiva é um método impositivo aplicado pelas autoridades policiais com o objetivo de garantir que as pessoas intimadas a prestar depoimentos não deixem de comparecer.
  • As autoridades policiais designadas para conduzir quem tenta não comparecer podem usar algemas e conduzir o intimado em uma viatura policial à força. Caso seja necessário, é óbvio e ululante, caso as pessoas intimadas não compareçam.
  • E antes de encerrar, mais um registro, sobre a nota Encontro Anual: Por conta de uma foto a passagem da faixa presidencial de FHC para Lula, a exposição vem sendo alvo dos bolsonaristas, que acusam ser “propaganda comunista financiada por uma prefeitura do PT”.
  • Sem fazer nenhum comercial, o jeito é encerrar por hoje. O fim de semana está prestes a chegar e o frio convida para trazer uma espécie de cobertor político por hoje. FIM!
 
 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade