Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Novo PGR diz que Ministério Público é muito maior do que a conduta dos seus integrantes


postado em 29/09/2019 06:00 / atualizado em 29/09/2019 09:40

(foto: JAIR AMARAL/EM/D.A PRESS)
(foto: JAIR AMARAL/EM/D.A PRESS)

Falem, procuradores, da situação brasileira

Em pleno sábado, o procurador-geral da República, Augusto Aras, procurou mostrar ser fiel aos seus colegas do Ministério Público Federal (MPF), deixando claro que ele comanda “uma instituição que está acima dos eventuais desvios praticados por qualquer um de seus ex-integrantes”.

Só que Augusto Aras fez também, sem citar nominalmente o ex-procurador Rodrigo Janot, considerar “inaceitáveis as atitudes divulgadas no noticiário a respeito de um de seus antecessores”. Se ele ataca a imprensa, no entanto, mostrou ser corporativista.

Dirigindo-se, sem citar, aos demais procuradores, acrescentou “confiar no conjunto de seus colegas, homens e mulheres dotados de qualificação técnica e denodo no exercício de sua atividade funcional”. E finalizou a nota com o óbvio: “O Ministério Público continuará a cumprir com rigor o seu dever constitucional de guardião da ordem jurídica”.

“O mesmo aconteceu na Operação Mãos Limpas, na década de 1990, na Itália. A partir de um determinado momento, a classe política conseguiu se rearranjar, se unir e agir contra esse movimento anticorrupção, com, por exemplo, projetos contra supostos abusos de autoridade”.

Quem ressalta é o procurador Deltan Dallagnol, comparando a atual situação brasileira com a italiana de três décadas atrás. 

De fato, a Lava-Jato se inspirava muito no exemplo italiano. 

Daí o stablishment brasileiro estar também “se vingando”, aqui como lá.

Só rezando mesmo. “Depois de ter estudado atentamente as conclusões dos visitadores e obtida a aprovação do Santo Padre” para investigar “a Congregação dos Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica” nomeou um comissário pontifício. Para investigar a “associação internacional e as duas Sociedades de Vida Apostólica”.

O comissário é o cardeal Raymundo Damasceno Assis, arcebispo emérito de Aparecida, que será coadjuvado por dom José Aparecido Gonçalves de Almeida, bispo auxiliar de Brasília, e pela irmã Marian Ambrosio, superiora geral das Irmãs da Divina Providência, na qualidade de assistentes. E são informações oficiais do Vatican News.

Pelo jeito, nem rezar tem adiantado. Afinal, se tem o ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (MDB-RJ) dando pitaco de dentro da penitenciária de Bangu sobre Janot, o que mais resta a fazer, a não ser encerrar por hoje? Quem souber a resposta que conte.

Sabe o que diz

A justificativa pela qual a Embrapa foi criada está caindo por terra, é vítima de amarras e, principalmente, do enforcamento por causa de falta de recursos e não conseguir dar ao país o que ela de fato pode dar. Está sensivelmente sacrificada. E lembrou o ex-ministro da Agricultura Alysson Paulinelli (foto), quando aconteceu a grande virada, no século passado, de um país importador para um país exportador, com alta sustentabilidade e espalhada por mais de 200 países. Na verdade, ele disse no “globo”, no sentido terrestre. Ao finalizar, ressaltou que em todos os governos a Embrapa perdeu autonomia administrativa, técnica e financeira.

(foto: SNA/DIVULGAÇÃO)
(foto: SNA/DIVULGAÇÃO)

Vai uma taça aí?

Subsídio é uma contribuição financeira ou de outra ordem, que se presta a qualquer empresa ou particulares com a finalidade de ajudar ou socorrer. E é o que pretende conceder o ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), na contramão das promessas do governo. Bem, pelo menos ele terá de se entender com o Congresso, já que pretende enviar um projeto de lei que trata da criação de um fundo para subsidiar produtores de vinhos no Brasil. Mas ele deve se esforçar. Afinal, ela foi feita, em Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul. Ah! Tá explicado.

Meio atrasada

Sessão solene em homenagem ao aniversário das relações diplomáticas entre Brasil e Vietnã – Plenário Ulysses Guimarães, meio atrasada, mas antes tarde do que nunca. Afinal, em maio deste ano, os dois países já se congratulavam diante da celebração do 30º aniversário do estabelecimento de relações diplomáticas. Para registro, vale lembrar que, em 1994, foi inaugurada a embaixada do Brasil em Hanói, a primeira de um país latino-americano na capital vietnamita e, em 2000, foi a vez de o Vietnã instalar a sua embaixada em Brasília. Só faltou avisar ao deputado Roberto Pessoa (PSDB-CE), autor do Requerimento 16/2019 para a sessão solene amanhã.

Vai pegar fogo

Mas chumbo trocado não dói. É o que pode acontecer terça-feira, no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, com a continuação da discussão e votação do parecer preliminar do deputado Hiran Gonçalves (PP-RR) referente a uma representação do PSL contra a deputada Maria do Rosário (PT-RS). O troco é que também está na pauta a instauração de processo referente a uma representação do PT contra o deputado Carlos Jordy (PSL-RJ), aquele da frase “PT não é Partido dos Trabalhadores, não. É Partido dos Traficantes”. Em tempo: será às 14h30 e em algum plenário a definir.

R$ 2.198.550,32

Projeto da Doutora Soraya Manato (PSL-ES) propõe inclusão, nos cartazes e outdoors, da frase “fotografia retocada para modificar a aparência física de uma pessoa”. Ela justifica que “a divulgação desses padrões irrealistas de beleza, muitas vezes exibidos no mundo da moda, podem causar vários tipos de problemas psicológicos, principalmente desordens alimentares em jovens que buscam um padrão inatingível”. O detalhe: em sua declaração de bens ela inclui R$ 170.000,00 em espécie, isso mesmo, dinheiro vivo. Acha muito? Os seus bens declarados junto com o marido, o ex-deputado Manato (PSL-ES), chegam a R$ 2.198.550,32.

pingafogo

. Em tempo, sobre o ex-deputado Manato (PSL-ES): ele só está fora do Congresso porque disputou, ano passado, o governo do Espírito Santo, mas perdeu e já no primeiro turno, na disputa para o governador Renato Casagrande (PSB). Placar: 1.072.224 votos para o socialista e 525.973 para Manato.

. O IBGE informa: o desemprego cai para 11,8%. Essa é a boa notícia. A informalidade atingiu o maior nível da série histórica. Esta nem tanto assim. Na tradução simultânea, significa sem carteira de trabalho assinada.

. É o primeiro passo, mas faz sentido. Trata-se da preparação, na Assembleia Legislativa (ALMG), de um fórum técnico para debater a ciência, a pesquisa, a tecnologia e a inovação como propulsoras do desenvolvimento econômico e social do estado.

. O Fórum Técnico Ciência, Pesquisa e Tecnologia lança amanhã a sua primeira reunião preparatória, já que outras mais serão feitas até o primeiro semestre do ano que vem, quando deve haver a realização do fórum propriamente dito.

(foto: JAIR AMARAL/EM/D.A PRESS)
(foto: JAIR AMARAL/EM/D.A PRESS)

. Quem requer é a deputada Beatriz Cerqueira (foto) (PT), a presidenta (Ihh! Dilma fez escola) da Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia. Sendo assim, é melhor ficar por aqui. Um bom domingo a todos.


Publicidade