Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Autoconhecimento é vital para encontrar estilo e autoestima

Consultora de imagem afirma que estar bem com o espelho é fundamental para o desempenho das atividades da vida cotidiana


09/06/2021 04:00

A consultora de imagem Simone Lacerda diz que o isolamento social provocou mudanças no visual das mulheres:
A consultora de imagem Simone Lacerda diz que o isolamento social provocou mudanças no visual das mulheres: "Começaram a se aceitar mais" (foto: Bruna Carvalho/divulgação)
 
Estamos vivendo em uma época na qual a imagem se tornou fator importante. Afinal, estamos com pouco convívio social presencial e, com isso, as redes sociais se tornaram as maiores ferramentas de comunicação. A maioria das pessoas tem postado coisas profissionais e pessoais no Instagram e até mesmo no Facebook, e aparecem em fotos ou vídeos. E todo mundo quer ficar lindo, e não é à toa que usam e abusam de filtros.

Uma boa imagem relaciona-se diretamente com a autoestima e, por isso, o tema se tornou objeto de sérios estudos de vários especialistas. Encontrou espaço, sobretudo no mundo feminino, porque, ao que parece, a democratização da moda e dos estilos, em vez de ajudar o dia a dia das mulheres, tornou a escolha mais difícil e confusa para alguns grupos.

Estar bem com o espelho é fundamental para o desempenho das atividades da vida cotidiana. É o que afirma Simone Lacerda, que sempre esteve às voltas com o universo da moda, desenhava suas próprias roupas, criava bijuterias, e chegou a ter uma loja com seu nome dentro da loja da amiga Patrícia Motta, mas se encontrou profissionalmente na consultoria de imagem.

Ela vem acompanhando o aumento da demanda por esse tipo de serviço, particularmente nesse período da pandemia. Segundo a especialista, o isolamento social e a vida em casa fizeram com que as mulheres se voltassem para elas mesmas.

“Houve uma mudança de vida muito grande, vejo que muitas delas começaram a se aceitar mais, assumiram os cabelos brancos, os cachos, looks mais casuais, rostos lavados ou maquiagens naturais, procurando tirar partido do que realmente são. De certa forma, foi uma libertação”, explica.

Com vários cursos no currículo, começando com o do Senac e com passagens pelo Instituto Anita Rezende e pela mentoria de Ilana Berenholc, autoridade no assunto no Brasil, Simone está sempre em busca de novos conhecimentos. Adepta do método École, que mixa estilo com personalidade, o seu trabalho envolve sete etapas até a entrega de um dossiê completo.

“No início, todas as clientes passam por um questionário relacionado com autoconhecimento, que engloba desde a sua rotina de escolher a roupa pela manhã, seus gostos pessoais, até a nota que dão para a satisfação com a sua imagem.”

A especialista informa também que todas as mulheres apresentam três estilos desde que nascem, e que eles vão aparecendo em um momento ou outro da vida. “Algumas situações especiais, como o desejo de ascensão profissional, ocupação de um novo cargo, mudanças no status familiar, mudanças de faixa etária despertam nelas o desejo de mudar o olhar sobre si mesmas para se tornarem mais confiantes e felizes. E isto repercute e se reflete no trabalho, na vida amorosa, no convívio com os amigos.”

Segundo Simone, encontrar a identidade é o objetivo principal da consultoria de imagem. “Algumas pessoas acham que a profissão se restringe a aconselhar um corte de cabelo, uma transformação no guarda-roupa, a revelação da paleta de cores ideal, mas é muito mais. O trabalho de consultoria de imagem mexe com a autoestima, o que é vital para determinar novos caminhos na vida de uma pessoa.”

Em 2019, fiz uma matéria sobre consultoria de imagem para o caderno Feminino & Masculino e a profissional entrevistada fez parte do trabalho comigo para descobrir a paleta de cores ideal. É impressionante, quando fazemos o teste, como a cor certa ilumina nosso rosto, deixa o tom da nossa pele mais viva e colorida, enquanto a cor errada nos deixa sem cor, algumas dão inclusive a impressão de estarmos abatidas. É um trabalho muito interessante e enriquecedor.
(Isabela Teixeira da Costa/Interina)

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade