Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas Anna soa domingos

Sucesso do banco digital


07/02/2021 04:00

O presidente do Banco Inter, João Vitor Menin(foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)
O presidente do Banco Inter, João Vitor Menin (foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)


Quem deve estar celebrando duplamente esta semana é o jovem João Vitor Menin, presidente do Banco Inter. O rapaz foi o responsável pela transformação do sistema tradicional da instituição em banco digital, sendo o primeiro no segmento no país. Conseguiu mudar o hábito de um grande número de brasileiros e em pouco tempo atingiu números surpreendentes de clientes. Esta semana, alcançaram a marca de 9 milhões de clientes, oferecendo um banco que simplifica a vida do correntista, oferecendo tudo que é preciso em um só lugar. Para completar a comemoração, na 
próxima quarta-feira (10/2) ele sopra velinhas.


COVID
novo teste

Os laboratórios da rede Axial, pertencente ao Grupo Alliar, lançaram uma nova opção de testagem para a COVID-19. Eles são os primeiros laboratórios do grupo, em todo o país, a oferecer o teste antígeno de COVID-19, com o resultado em até uma hora. O novo exame é ideal para pacientes com carga viral elevada, o que costuma ocorrer na fase pré-sintomática, de 1 a 3 dias antes dos sintomas, e na fase sintomática inicial, até o 7º dia da doença, contando com alta sensibilidade para detectar o vírus.
 
Cláudia Magalhães, Cláudia Mourão e Renato Loureiro(foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press.)
Cláudia Magalhães, Cláudia Mourão e Renato Loureiro (foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press.)
 


BAZAR
de Fátima

Padre Fernando não para mesmo. Foi só acabar o lockdown que ele e sua fiel escudeira Tererê já se organizaram e abrem amanhã, às 8h, mais uma edição do bazar mensal da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, que fica na Praça da Assembleia Legislativa. Serão três dias de bazar, e pelo que os dois falaram, tem muita roupa.
 
Eduardo e Celeste Quincke com Caio Nogueira(foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press.)
Eduardo e Celeste Quincke com Caio Nogueira (foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press.)
 


VIDA
pós-vacina

Nesta terça-feira (9/2), às 13h30, Ligia Mello, sócia da Hibou – empresa de pesquisa e monitoramento de mercado e consumo –, participa do webinar "Como fica o dia a dia pós-vacinação?". O evento é on-line e gratuito. Com base em nova pesquisa e estudos de comportamento realizados pela empresa no último ano, Ligia vai abordar a expectativa da população sobre os prazos para disponibilização da vacina, nível de confiança no medicamento preventivo e o que muda na rotina do brasileiro no cenário 
pós-vacina. É preciso 
se inscrever.
 
 
MAUS-TRATOS
condenados

Afinal, a Justiça começou a punir pessoas que praticam maus-tratos em animais. Isso já deveria ser feito há mais tempo, e com maior rigidez. Um homem que matou a cadela de estimação da companheira em uma tentativa de intimidá-la foi condenado a seis meses de detenção em regime semiaberto e multa. Já é um começo.

RECEITAS
orgânicas

A startup Raízes, plataforma que conecta consumidores interessados em alimentos orgânicos aos pequenos produtores de todo o Brasil, lançou o livro Raízes todo dia. Disponível no site, o livro traz 31 opções de receitas com itens orgânicos, entre pratos doces e salgados, além de ingredientes não tão comuns à mesa para proporcionar novas experiências alimentares e despertar hábitos mais saudáveis. Toda a verba será revertida para o Fundo de Auxílio ao Pequeno Produtor.

CCBB BH
atividades educativas

Com a reabertura do CCBB BH, o Programa Educativo volta com suas atividades presenciais, somadas às atrações virtuais. Entre as atividades presenciais, o público pode participar das visitas mediadas à exposição Abraham Palatnik: a reinvenção da pintura, que foi inaugurada no dia 3. Já o Lugar de Criação, espaço onde são realizadas oficinas de arte, histórias, saberes e jogos envolvendo atividades artísticas, acontece todos os sábados, às 15h. Todas as atividades presenciais precisam de inscrição prévia, que pode 
ser agendada no site www.ccbbeducativo.com.

***

Paralelamente a esse programa, a unidade de Brasília está com a Mostra Infantojuvenil de Cinema e Inovação, on-line, convidando os participantes ao sonho, ao conhecimento e ao diálogo com o novo mundo. Os filmes estarão disponíveis de 15 a 21 de fevereiro. Trata-se de evento inédito que exibe novas produções infantojuvenis do cinema brasileiro, acompanhadas de atividades paralelas que apostam na inovação. As sessões estão sendo exibidas na sala de cinema do CCBB Brasília, ao ar livre, com toda a segurança. O Brasil inteiro poderá acompanhar a programação on-line, já que os filmes também estarão disponíveis, gratuitamente, de 15 a 21 de fevereiro, pela plataforma de streaming e programação ao vivo InnSaei.TV. Basta acessar o site www.innsaei.tv. Os filmes são: Cabeças, curta-metragem, de Bruna Carolli; Pingo de respiro, curta-metragem de Jackson Abacatu; O véu de Amani, curta-metragem de Renata Diniz. A programação completa pode ser acessada gratuitamente no  www.desenhandofuturos.com.br.

PARCERIA
do bem

A marca de beachwear e lifestyle Água de Coco uniu forças com a Tintas Iquine, indústria de tintas do Brasil com capital 100% nacional, e criariam um projeto inédito de revitalização da loja da Associação das Crocheteiras de Jericoacoara. A Associação é formada por artesãs que desenvolvem um rico trabalho manual, que resgata a autoestima, capacita e proporciona independência financeira às artesãs e exporta seus trabalhos para quatro países: França, Estados Unidos, Alemanha e Itália. Auxi, artista plástica responsável pelo desenvolvimento de diversas estampas florais da grife, criou a imagem da fachada, imprimindo a arte que refletiu não apenas naquele estabelecimento, mas sim em toda a comunidade. O resultado foi uma loja ainda mais charmosa, convidativa e acolhedora, para um lugar que é parada obrigatória em Jericoacoara.
 
INVESTIMENTOS
em 2021

O Guiabolso – plataforma que facilita e melhora a vida financeira das pessoas através de gestão, produtos e pagamentos – perguntou aos seus seis milhões de usuários quais são as metas que eles têm para 2021. O levantamento mostrou que os brasileiros estão mais dispostos a gastar com imóveis e carros em 2021, e o sonho de viajar e se casar apresentaram queda na pesquisa.

CURSOS
para amantes de café

Os coffee lovers e profissionais da área poderão se deleitar com seu maior prazer neste mês. A Academia do Café está com inscrições abertas para os cursos de classificação e degustação, barista iniciante, e métodos de extração. A campeã brasileira em preparo de café Júlia Fortini mostrará aos alunos como cada método extrai a bebida de uma forma diversa e o mesmo grão atua completamente diferente em métodos de extração distintos.
 
 
SENADO
resgate histórico

O papel determinante do senador Antonio Anastasia nos entendimentos que culminaram na eleição de um representante mineiro, o senador Rodrigo Pacheco, para a presidência da Câmara Alta, foi assinalado pelo próprio eleito em sua fala inicial. De fato, não passaram despercebidas as repetidas referências do novo presidente ao senador Anastasia, inclusive enfatizando seu desprendimento ao abrir mão de sua própria candidatura – algo que seria natural. A postura de ambos mostra que Minas, assim, retoma a sua posição histórica de referência conciliadora relevante e protagonismo na política nacional. Detalhe interessante é que o novo presidente do Senado nem havia nascido (1976) quando o ultimo mineiro, Magalhães Pinto, ocupou o mesmo cargo (1975).  A mineiridade de Pacheco foi forjada em Passos, onde passou a infância, vindo de Rondônia, onde nasceu.
 
GATOS
poço sem fundo

As investidas da Copasa e da Cemig tentando (pelo menos) diminuir a profusão de ‘gatos’ em suas redes de distribuição, ao que tudo indica  darão em coisa alguma. Quem conhece a questão lembra que tudo começou com a terceirização das obras para expansão das redes nas duas empresas estatais – algo que antes era feito por funcionários concursados e pertencentes ao próprio quadro das empresas. Ao terceirizar o trabalho, os códigos e técnicas para efetivar as ligações foram distribuídos a torto e a direito –  e criminosamente repassados –, levando à incontrolável situação atual. Traduzindo: ao tentar economizar, acabaram levando um prejuízo muito maior – devidamente repassado a quem paga tudo direitinho todo mês.

ITAMARATY
escultura sob o limo

As incríveis incongruências do governo brasileiro na política internacional, potencializadas com a série de asneiras que o ministro das Relações Exteriores vive soltando mundo afora,  parecem se refletir nos cuidados com o belo edifício da nossa chancelaria, em Brasília. Quem assiste aos noticiários da TV, com as chamadas feitas à frente do Palacio Itamaraty, fica abismado com o descaso com as esculturas dos jardins – notadamente a icônica Meteoro, de Bruno Giorgio, em mármore de carrara branco, coberta de limo. Dizem que as outras peças do lugar seguem o mesmo compasso de descaso. O Brasil não merece isso.
 
PIRÂMIDE
energias ocultas

O fenômeno ocorrido com a GameStop, nos Estados Unidos, quebrando a banca de Wall Street com seus apoiadores fazendo subir as ações de uma loja que não vende quase nada, não é coisa nova e nem exclusiva de mercados sofisticados como o americano. No Brasil, algo estranho (embora, legal) também se passou quando alguns malls investiram em seus próprios lojistas (mesmo com o varejo físico despencando) para valorizar as ações do grupo a que pertencem.  Dizem que a coisa só não estourou porque veio a pandemia e camuflou  a inevitável queda dos fundos imobiliários mais expostos.
 
ABACATE
amanhã será jiló

O abacate, fruta cuja semente enraizada e mudas grandinhas entraram na decoração das casas, também está sofrendo com a ‘síndrome do combate às frutas de quintal’. A saber: quem compra a fruta nativa já percebeu que o seu gosto anda um pouco amargo, outras quase só têm semente e ainda há aqueles que escurecem cedo. Em contrapartida, os chamados avocados (cultivados por empresas poderosas) continuam lindo, saborosos e, obviamente, caríssimos.  Um processo que já aconteceu com a manga-espada, com o mamão, a goiaba – todos eliminados para dar lugar aos similares trazidos de outras plagas. Lindos, lisos, lavados e sem gosto. 
 
GIM-TÔNICA
zimbro & calêndulas

A moda do gim-tônica voltou com força neste verão – e estimulou o comércio em torno do assunto. Na Europa, a novidade do gin rouge, bem avermelhado, já foi até superada pelo gin jaune (amarelado), acabado com essência de cúrcuma. Foi apelidado até de jaune d’or.  Enquanto isso, por aqui, o modismo é incrementar o gim-tônica com especiarias. Nos supermercados premium existem até caixas de luxo com receitas e divisões para cardamomo, canela, lascas de coco, anis-estrelado, calêndula, hibisco, pimenta rosa, alecrim ou zimbro (e o que mais desejar) para dar um toque estival à capotante bebida. Todo cuidado é pouco: sem moderação, joga no chão.
 
TRUMP
sinais de loucura

O frágil estado mental do ex-presidente Trump começa a preocupar as pessoas mais próximas da família. Retirado em Mar-a-Lago, na Flórida,  dizem que o homem está ficando perturbado, bem confuso e misturando tudo. A última evidência disso foi sua insistência para que sua defesa (formada por gente experiente e de peso, como ex-promotores e ex-juízes) argumentasse no seu processo de impeachment que ele foi roubado nas eleições. Como se recusaram a dizer essa mentira deslavada, foram dispensados ou se demitiram – faltando poucos dias para o julgamento no Congresso. Embora a discordância interna, alguns membros da família já defendem tratamento médico – urgente.

PATRIMÔNIO
desinformação é destruição

Com seu rico patrimônio histórico, Minas vem sofrendo com o despreparo cultural dos padres noviços. Desde pinturas ‘novinhas’ em santos barrocos, passando por badalos em sinos antigos trocados por batidas eletrônicas ou ‘modernização’ de capelas seculares – o rastro de destruição deixado pela desinformação desses jovens párocos é considerável. Já se pensou em corrigir o assunto, restringindo o mando sacerdotal apenas às tarefas litúrgicas, e deixando os cuidados com o patrimônio para as próprias comunidades. Algo realmente sensato. Também ajudaria no assunto, incluir estudos sobre nosso patrimônio como matéria curricular nos seminários. Do jeito que a coisa anda, em breve teremos nos altares réplicas ‘made in China’ de algum santo ‘barroco’ – com uma  faiscante luzinha de led em sua auréola. 
 
 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade