Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas Anna aos domingos

A perda de uma amiga


30/08/2020 04:00 - atualizado 03/09/2020 10:33

Zélia Tomazi ao lado da irmã Terezinha(foto: Marcus Vieira/em/d.a press)
Zélia Tomazi ao lado da irmã Terezinha (foto: Marcus Vieira/em/d.a press)


Incontável o número de amigos de Zélia Tomazi Abreu lamentando sua perda no início da semana passada. Casada com o conhecido artista plástico Vicente de Abreu, formavam um casal raro, ligado às artes, à cultura e ao mundo em que viviam. Ela morou mais de seis anos no Chile, quando ele teve que se isolar do nosso país, perseguido por razões políticas. Zélia sofreu um acidente doméstico e não resistiu. Foi-se dos amigos sem receber as homenagens e as despedidas que merecia, por causa das leis de segregação que acompanham a COVID-19, cercada apenas pela filha Carmencita, os irmãos Toninho e 
Terezinha e a sobrinha Angela Gutierrez.
 
 
JORNADA SOLIDÁRIA
pensando o Natal

A presidente da Jornada Solidária Estado de Minas, Nazareth Teixeira da Costa, criou um pequeno comitê formado por algumas patronesses e colaboradores que ajudam na Festa de Natal que o programa de responsabilidade faz, todo ano, para as crianças das creches beneficiadas. Com a pandemia, a festa, que está marcada para novembro, deverá ser suspensa, mas esse grupo vai pensar em um novo formato para dar um Natal a todas as crianças das 13 creches. A reunião será virtual, amanhã, às 16h. O grupo é formado por Adriana Vasconcelos Oliveira, Bebela Vasconcellos, Heloisa Silva, Isabela Teixeira da Costa, Maria Clara Duca, Maria Eduarda Guimarães, Nathalia Ballesteros, Phillip Martins e Vera Comini. Claro que a ação definida mobilizará todo o grupo de patronesses da Jornada.
 
Maria Fernandes Bedran, Lelia Bedran, Waldemar Bedran, João Lucio Souza e Ronaldo Gastão(foto: jair amaral/em/d.a press)
Maria Fernandes Bedran, Lelia Bedran, Waldemar Bedran, João Lucio Souza e Ronaldo Gastão (foto: jair amaral/em/d.a press)
 

FASANO
marca reabertura

O Hotel Fasano Belo Horizonte abrirá as portas, pós-pandemia, em 1º de outubro, de forma gradual, com capacidade reduzida dos apartamentos e com operações e serviços limitados. O grupo tem seguido as determinações da Prefeitura de BH, governo estadual, orientações e protocolos da Vigilância Sanitária, do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS). O hotel conquistou o selo SafeGuard, fornecido pelo Grupo Bureau Veritas, referência mundial em serviços de avaliação de conformidade e certificação em saúde e segurança. Os hotéis da rede em Boa Vista, Rio de Janeiro, São Paulo e Angra dos Reis já retomaram suas operações. Para fomentar o turismo nacional neste momento de retorno, a rede criou programas especiais de hospedagem.

NOVAS LOJAS
apesar da crise

O mais importante em meio a uma crise é o otimismo. A marca de tênis queridinha da moçada, a Vans, acaba de inaugurar duas lojas em Belo Horizonte, uma no BH Shopping e outra no Pátio Savassi. Vale ressaltar que as duas novas lojas contam com o “Enxoval Covid”, composto por ações, comunicações e ferramentas que visam garantir a saúde, a segurança e a integridade tanto das equipes das unidades, quanto dos consumidores. Utilização obrigatória de máscaras, controle e limitação do número de clientes, pontos de álcool em gel na loja e distanciamento seguro de dois metros, seguindo todas as orientações das organizações de saúde.

MASCARADOS
disfarce perigoso

O que era esperado, tornou-se realidade. As máscaras de proteção contra o vírus acabaram virando disfarce de bandidos e ampliando os casos de assaltos nas ruas. Quem pensa que o ‘fenômeno’ acontece só nos países miseráveis, engana-se. Em Paris, os roubos com violência, feitos por ladrões mascarados, está assustando a população. Ali, o foco maior são as galerias das estações do metrô. Por aqui, são as portas do comércio reaberto.
 
Vania Hadad, Rosalia Nazareth, Andrea Dayrell e Carla Calvo(foto: jair amaral/em/d.a press)
Vania Hadad, Rosalia Nazareth, Andrea Dayrell e Carla Calvo (foto: jair amaral/em/d.a press)
 
 
POR AÍ...

Foi um sucesso o lançamento de verão 21 da marca Fleche d’Or, realizado no seu showroom do Prado. Com o tema ‘Fleur du Pacifique’, mostrou vestidos longos, listras, rendas, telas & mais em tons variados em torno do verde e branco. Na mesma ocasião, foram lançados também os novos modelos 
da JES – marca plus size –, também comandada pelo trio 
Marinês Costa + Sabrina e Wallace Gonçalves.

O futuro da nossa moda foi tema da segunda edição do workshop Acelera, realizado on-line, visando fomentar a rede fashion mineira e falar em inovação e empreendedorismo. Entre os mediadores, estavam André Carvalhal, Luiz Cláudio (da Apartamento 03), Ronaldo Silvestre e Jackson Araújo – entre muitos outros. A iniciativa foi do coworking Co.CrieBH Doopla Collab 
Design Lab da Uni e o Movimento Moda Contemporânea/FHouse.

Para comemorar os 11 anos de história e o novo momento da LORE, sua criadora, Lorena Lage, apresentou ao mercado a LORE Mag, uma revista que explora o universo da marca muito além da moda. A publicação objetiva maior aproximação da marca com o público que a acompanha e celebra – em papel e em cores – a ‘Brasilidade’, tema da coleção verão 2021 e que também inaugura a nova identidade visual da grife, assinada pela Greco Design.

Os circuitos jornalístico e jurídico registraram, com pesar, o falecimento de Carlos Magno Almeida – que atuou, durante anos, no antigo Diário da Tarde. Nos últimos tempos, dedicava-se inteiramente ao seu escritório de advocacia.
 
UÍSQUE
bicentenário

O Johnnie Walker, uísque escocês número um do mundo e pertencente ao portfólio da Diageo, completa 200 anos e para celebrar a data lança sete rótulos comemorativos em versões limitadas. Além de edições limitadas comemorativas das garrafas tradicionais dos uísques Johnnie Walker Red Label, Black Label, Gold Label e Blue Label, as novidades contemplam três uísques recém-criados, em versões exclusivas. Criado em uma humilde mercearia por Johnnie Walk, a bebida alcançou o mundo. Entre os meses de setembro e dezembro, as linhas Johnnie Walker Gold Label e Johnnie Walker Blue Label estarão com as embalagens comemorativas. Os três novos uísques, criados exclusivamente para celebrar os 200 anos da marca, representam uma nova perspectiva e são: Johnnie Walker Blue Label Legendary Eight, John Walker & Sons Celebratory Blend e o John Walker & Sons Bicentenary Blend. Excelente notícia para os amantes do malte.

REALEZAS
herdeiros descolados

A realeza europeia anda com um problema inesperado. É que a nova geração de herdeiros das coroas parece desconectada de sua função futura. Os recentes quiproquós das princesas holandesas no verão grego e os sabidos desentendimentos entre os príncipes ingleses mostram bem isso. Nos países nórdicos, a saúde das herdeiras também preocupa. Paradoxalmente, a mais afinada com o assunto, a princesa Leonor, da Espanha, é que mais risco corre de nada herdar: a fragilidade política da Coroa espanhola está desanimando até os mais fervorosos monarquistas.
 
VOOS
sem taxa

Depois de tantos meses parados, cada companhia aérea pensa em como recuperar o tempo e o dinheiro perdidos e reaver os clientes. O  Lufthansa Group decidiu não cobrar taxa de remarcação de voos nas suas companhias (Lufthansa, SWISS, Austrian Airlines e Brussels Airlines). A mudança visa agilizar e tornar mais prático o processo de remarcação de passagens aéreas, atendendo às necessidades de seus clientes diante das incertezas geradas durante o período de pandemia. Com a alteração, que tem caráter imediato, todas as novas reservas – com quaisquer tarifas e para quaisquer destinos – poderão ser remarcadas quantas vezes forem necessárias sem a cobrança da taxa de remarcação. Custos adicionais podem surgir caso haja, por exemplo, alteração do destino ou em casos em que a classe de reserva original já não esteja mais disponível na nova data desejada.



CONHEÇA A PRÓXIMA
possível primeira-dama

Melania Trump, ex-modelo e mulher do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, é muito conhecida, porque aparece muito nos noticiários internacionais, que por sinal implicam porque ela sempre se nega a dar a mão ao marido. Jill Biden, mulher do candidato democrata nas próximas eleições, poucos conhecem, apesar de ter sido, durante o governo de Barack Obama, a “segunda dama” americana, uma vez que seu marido foi o vice-presidente. Jill Biden é o contrário de Melania. Professora diplomada por várias universidades, além de dar aulas de inglês em várias escolas, trabalha também em um hospital psiquiátrico que atende adolescentes. Seu primeiro casamento foi com o jogador de futebol Bill Stevenson, do qual se divorciou em 1974. Foi apresentada a Joe Biden pelo irmão dele, que procurava tirá-lo de um período sombrio, por causa da morte da mulher e de uma filha em acidente de carro. O candidato ao governo americano tinha mais dois filhos, que adoram a madrasta. O casamento dos dois foi celebrado em junho de 1977, na capela das Nações Unidas, em Nova York. Quatro anos depois nasceu a filha do casal, Ashley. E Jill Biden tem se entregue de corpo e alma à campanha do marido, carregando com ela uma vida bem dentro dos padrões da cultura americana.


DANÇA PARA
novos tempos

Com 38 anos de atuação em Belo Horizonte, o Primeiro Ato Centro de Dança, comandado pela coreógrafa e bailarina Suely Machado, abre o programa “Novos tempos, novos atos”, cursos voltados para o corpo em  isolamento social. A partir da observação das próprias sensações e da percepção do comportamento coletivo, os professores desenvolveram aulas específicas para todas as idades e as distintas fases pelas quais as pessoas têm passado ao longo da quarentena. Estão nos programa: Aula corpo-coração; Aula sextou; Aula ex-preguiça e a aula Chama a família. Inscrições pelo Sympla, no link www.sympla.com.br/novos-tempos-novos-atos---aulas-online__934458. As aulas regulares mensais de contemporâneo, balé clássico, jazz, danças urbanas, sapateado, dança a dois, para todas as idades, continuam no escopo do Primeiro Ato e também os cursos infantis maternal, despertar, iniciação à dança. Informações: (31) 3296-4848, 98422-2580, secretaria@primeiroato.com.br. A plataforma para todas as aulas é o Zoom.
 
AGENCHINA
pragmatismo portenho

Enquanto o nosso país vacila na diplomacia internacional e se agarra aos americanos descendo a ladeira da história, a vizinha Argentina vai capitalizando essa brecha com o Oriente e aproximando-se dos chineses. A autorização dos portenhos para uma base de observação espacial sino na Patagônia diz algo sobre isso. O volume gigantesco de investimentos em yuans no país diz o tudo sobre isso. Nos círculos diplomáticos, já se referem aos vizinhos como Agenchina.
 
QUEIJOS
mercado ampliado

Depois da normatização pelo governo estadual (que permitiu a comercialização dos vários tipos de queijos artesanais de Minas), os produtores estão com mil planos. A maioria desses planos será debatida no 4º Seminário dos Queijos Artesanais de MG, a ser realizado entre 25 e 27 de setembro, de forma virtual. No total, são 30 mil produtores envolvidos nessa preciosa atividade mineira e distribuídos em 13 regiões destacadas. Como se sabe, nossos ‘queijeiros’ são premiadíssimos até no (antes) exclusivo ‘reino dos bons queijos’ – a França. 
 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade