Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas MEXA-SE

Na quarentena, os pés pedem uma massagem; aprenda a fazer

Médico aponta os riscos para a circulação de quem está em home office e não se movimenta e ensina técnica para massagear os pés e ativar a circulação


postado em 11/07/2020 04:00

Massagear os pés é um cuidado importante para ativar a circulação e evitar problemas vasculares(foto: Natura/Divulgação)
Massagear os pés é um cuidado importante para ativar a circulação e evitar problemas vasculares (foto: Natura/Divulgação)
Quem tem diabetes, como eu, sabe que um dos sérios problemas da doença não controlada são pés e pernas. Quando vou a meu médico de mais de 30 anos, Walter Caixeta Braga, a primeira coisa que ele examina é a sensibilidade da sola de meus pés. Perder essa sensibilidade é o primeiro sinal de risco e, por sorte, parece que a minha continua firme, mesmo com esse paradeiro de quarentena, que nos tira qualquer vontade de ficar caminhando de lá para cá, para movimentar os pés.

Sei que devia fazer isso diariamente, mas a preguiça não deixa. E esse tipo de quarentena representa um sério risco para a saúde das pernas. O danado do home office – e não são poucos os que o adoram, mas eu queria mesmo é estar dentro da Redação, convivendo com o clima do jornal – pede algumas medidas para evitar problemas de circulação do sangue nas pernas.

Em razão do isolamento social recomendado pelas autoridades de saúde de todo o mundo devido à pandemia do novo coronavírus, a maior parte das empresas, especialmente companhias alocadas em escritórios, adotou o home office como solução de trabalho aos funcionários nesse período. O formato, que já era conhecido, mas ganhou força em meio à necessidade de distanciamento social, ajuda a prevenir a propagação da COVID-19, mas o trabalhador deve ficar atento com a saúde das pernas, uma vez que, em grande parte das vezes, fica sentado em frente ao computador por um período muito longo.

Segundo o médico Gustavo Solano, especialista em cirurgia vascular e parceiro da Sigvaris Group, empresa suíça líder em acessórios de compressão graduada, ficar muito tempo parado em uma mesma posição, seja em pé ou sentado, pode prejudicar a circulação venosa nas pernas. "Há o risco do agravamento de doenças vasculares, porque a posição dificulta o retorno do sangue venoso, favorecendo o aparecimento de dor e edema nas pernas."

A ativação da circulação sanguínea local é essencial para prevenir doenças venosas, como varizes e trombose. “É importante que quem está trabalhando em casa tenha em mente que é preciso fazer alguns intervalos ao longo do dia para se movimentar, a fim de prevenir os sintomas citados (dor e inchaço), assim como casos de tromboflebites, trombose venosa profunda e piora das varizes e microvarizes em casos mais avançados”, diz.

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) indicam que as doenças cardiovasculares estão entre as maiores causas de morte prevenível no planeta. Por isso especialistas elencam dicas importantes para manter a saúde das pernas:

1 - Levante-se do banco, cadeira ou poltrona e caminhe um pouco: a natureza de nosso corpo é estar em movimento; portanto, é essencial se levantar sempre que possível e caminhar. O movimento ajudará a manter a circulação ativa.

2- Movimente-se, mesmo sentado: é muito importante se exercitar para evitar a sensação de cansaço nas pernas. Movimentar os tornozelos pode aliviar o desconforto.

3- Use meias de compressão graduada: a compressão graduada, além de promover conforto e bem-estar, auxilia no direcionamento correto do fluxo venoso e linfático. Com isso não ocorre o acúmulo de sangue na região inferior das pernas, permitindo uma nítida melhora na circulação.

4- Adote hábitos saudáveis: além de evitar o fumo e a ingestão de bebidas alcoólicas, mantenha uma alimentação balanceada e beba água com frequência, para manter o organismo mais saudável.

Outro cuidado com os pés, quando estão inchados, são as massagens, que, fazendo pressão sobre os dedos, facilitam o retorno venoso do sangue para os músculos, que, por sua vez, ajudam a drenar o líquido, diminuindo assim a retenção e o inchaço.

Como fazer: lave e hidrate os pés; com o óleo ou creme, faça movimentos de deslizamento por todo o pé; em seguida, com os polegares, faça movimentos circulares no “peito do pé”(na sola logo abaixo dos dedos) por três minutos; deslize os dedos em movimentos para cima e para baixo em toda sola dos pés por aproximadamente dois minutos; dedo por dedo, faça movimentos circulares massageando-os por cerca de três minutos; no dorso do pé (parte de cima) faça movimentos circulares para cima e para baixo se estendendo para os tornozelos, por dois minutos; finalize rotacionando o pé para a direita e depois para a esquerda por três minutos; repita esse procedimento com o outro pé e, ao final, eleve as pernas para ajudar no retorno venoso. 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade