Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas ANNA AOS DOMINGOS

Momento de saudosismo

Em época de confinamento, quando não podemos encontrar os amigos, a não ser por redes sociais e encontros virtuais, acabamos lembrando as lindas festas que ocorriam na cidade.


postado em 26/04/2020 04:00

Um dos casais que, sem dúvida nenhuma, eram os maiores anfitriões, Alair e Zilda Couto na foto com Fátima e Alair Couto Filho. Comemoravam o aniversário de Zilda em sua casa, no Cidade Jardim(foto: Rodney Rodrigues/em/d.a press)
Um dos casais que, sem dúvida nenhuma, eram os maiores anfitriões, Alair e Zilda Couto na foto com Fátima e Alair Couto Filho. Comemoravam o aniversário de Zilda em sua casa, no Cidade Jardim (foto: Rodney Rodrigues/em/d.a press)
 
 
SOLIDARIEDADE
Em tempo de COVID-19

Em 9 de maio, a TV Alterosa, junto com as redes sociais, transmitirá, às 13h15, uma live da banda mineira 14 Bis, em homenagem ao Dia das Mães. Aproveitando este momento, o home show estará arrecadando doações de material de limpeza e alimentos não perecíveis para a Jornada Solidária Estado de Minas, que fará a distribuição nas comunidades das creches que são atendidas pelo programa de responsabilidade social dos Diários Associados. A entrega será para as famílias dos alunos das creches, começando pelas regiões mais carentes, até distribuir todo o material arrecadado.

***

Anualmente, o Instituto Ronald McDonald faz um dia de vendas do seu sanduíche carro-chefe em benefício de instituições sérias que trabalham com crianças que sofrem com o câncer, em todas as cidades onde a rede de lanchonetes atua. Em tempos do novo coronavírus, essas crianças e adolescentes representam grupo de alto risco. Ciente disso, o Instituto iniciou uma parceria com a companhia de pagamentos PicPay, com o objetivo de arrecadar doações neste momento de crise no país, atráves da qual as pessoas podem ajudar o Instituto a viabilizar equipamentos de proteção individual (EPIs), como máscaras cirúrgica e de proteção respiratória, luvas, proteção ocular, respiradores e termômetros digitais, além de material de higiene para profissionais de saúde dos mais de 20 hospitais apoiados e kits de higiene e cestas básicas para as famílias dos pacientes que estão em vulnerabilidade nas mais de 30 casas de apoio da rede. Basta entrar no aplicativo da companhia de pagamento, selecionar pagar e escolher o Instituto.

***

Já Gisele Bündchen acaba de lançar o fundo Luz Alliance em parceria com a razilFoundation, organização pioneira em filantropia no Brasil, com o aporte de R$ 1 milhão. O objetivo do fundo é apoiar causas emergenciais durante a pandemia do novo coronavírus. Neste primeiro momento, serão oito diferentes organizações beneficiadas, incluindo o Hospital Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, os projetos Banco de Alimentos e Mães da Favela da Cufa, ambos do Rio Grande do Sul, o Mulher em Construção, o WimBelemDon, o Fome de Aprender e a Associação dos Amigos do Hospital Maternidade Infantil Presidente Vargas (AHMI), localizados em Porto Alegre, e a Cufa do Ceará.
 
Outro casal que agitava a sociedade era Scheyla e Carlos Carneiro Costa, na foto ladeando as filhas Liliane e Sandra Mara(foto: marcos vieira/em/d.a press)
Outro casal que agitava a sociedade era Scheyla e Carlos Carneiro Costa, na foto ladeando as filhas Liliane e Sandra Mara (foto: marcos vieira/em/d.a press)
 


FLEXIBILIZAÇÃO
do isolamento

Pelo visto, a população está cansada de ficar em casa. Domingo passado, teve longo buzinaço pelas ruas de Belo Horizonte em uma manifestação contra as medidas restritivas impostas pelo prefeito Alexandre Klil, que não adiantou nada, porque ele manteve as medidas. Em São Paulo, a população parou a Avenida Rebouças pelo mesmo motivo, aos gritos de “queremos trabalhar”. Porém, pelo que se pode perceber, algumas cidades já estão retomando seu ritmo normal de vida. Claro que resguardando várias medidas de segurança, como limite de pessoas em lojas, uso de máscara de proteção exigido para todas as pessoas, distância de 1,5m entre cada pessoa e em alguns lugares esse distanciamento tem chegado a dois metros. Várias cidades do interior de São Paulo, Florianópolis, Goiânia e Betim já estão abrindo o comércio. O presidente autorizou a volta às aulas presenciais em escolas militares e o governador de São Paulo anunciou que vai aliviar o isolamento social a partir de 11 de maio. Agora é esperar para ver quando essa flexibilização chegará por aqui.
 
EM CASA
Fitness & fashion

O lado positivo da crise do coronavírus existe. A saber: as empresas que trabalham com equipamentos para ginástica em casa (tipo halteres, colchonetes, roupas para fitness,etc.) aumentaram suas vendas (via internet, claro) em até 3000%. Nessa conta entraram algumas lojas de material esportivo bem conhecidas. Também uma grande loja de departamentos, que havia investido quase R$ 200 milhões no aparato do seu e-commerce, mais que dobrou suas vendas on-line de roupas e fala em usar a rede de lojas para experiências e o virtual para a conveniência. Resumo: o vírus formatou o mercado do futuro.
 
MESA
Quadrado exclusivo

A ideia vem de países europeus, onde o coronavírus já fez enormes estragos no comércio.  Na reabertura gradual dos restaurantes, os donos criaram mesas isoladas em casulos de vidros e com sistema de coifas individuais, no teto, que aspira o ar respirado em cada quadrilátero do ambiente. As experiências iniciais deram certo. Quem experimentou até achou que a individualidade ficou melhor preservada. Apesar da sensação de isolamento, vale pela tranquilidade.
 
 
BORDADO
On-line

O Memorial Minas Gerais Vale está com programação on-line por causa do isolamento social. Em suas redes sociais Instagram e Facebook e no canal do YouTube estão disponíveis oficinas de bordado, fuxico e outras técnicas artesanais que as pessoas podem fazer com materiais que geralmente já têm casa. Hoje, às 10h, estreia o vídeo da oficina “Enfeitando paredes”, com Julia Mendes. Nessa oficina, crianças e adultos serão convidados a explorar materiais de sua casa que possam virar quadros, bandeiras e bandôs. No vídeo, serão mostradas duas possibilidades: produção de bandô ou bandeira com roupa velha, no qual com uma camisa, palitos de churrasco, tinta, linhas e miçangas será feito um enfeite que carrega cores e símbolos. A segunda produção será de um quadro utilizando uma tampa de panela. Todas as ações do Memorial Minas Gerais Vale ao longo do período de fechamento podem ser acompanhadas nos canais do espaço na web: www.memorialvale.com.br; www.facebook.com/memorialvale; www.instagram.com/memorial.vale; www.youtube. com/user/memorialvale.
 
RETOMADA
De atividade

Embora não tenha tido a necessidade de fechar as portas, por tratar-se de um centro médico, a pausa nas atividades do Kurotel foi uma oportunidade para encontrar, dentro de sua essência, uma nova maneira de manter as pessoas com saúde, alegria e bem-estar. Por isso, a equipe de profissionais do Centro manteve sua presença de forma on-line, diariamente, com orientações importantes para a vitalidade. Lançaram um e-book com receitas focadas na imunidade e nas vitaminas essenciais que precisamos neste momento. Mas desde sexta-feira, o Kur voltou a atender presencialmente, com foco nas necessidades do momento atual, com uma alimentação com ingredientes que auxiliam na melhora da imunidade, entre outros tratamentos. E claro, tomando todas as medidas de prevenção, para minimizar os riscos à saúde de clientes e colaboradores.
 
POR AÍ..

Parece que as tais lives vieram para ficar. Para diferenciar de tantos debates pesados, o artista Carlos Nunes realizou um com a encenação da peça Pérolas do Tejo, diretamente do Theatro Valourec. Além dos mais de quatro mil inscritos previamente para segui-lo, acabou com mais de 10 mil seguindo ao vivo a sua performance. Sucesso total.

O arquiteto Junior Piacesi mergulhou no projeto Juntos Somos + Arq, que foi iniciado no Rio e se espalhou pelo país, para atuar contra o novo coronavírus. Em Minas, ele atua com a colega Carol Jardim. O resultado vai para o Projeto Marmita e o projeto Espalhe Cestas. Conseguiram reunir doações de objetos de design, obras de arte & afins que serão leiloados neste fim de semana pela internet.

Entre as iniciativas bacanas na crise do coronavirus está a do grupo Verbum Dei: fizeram kits com garrafas contendo água e sabão para disponibilizar aos transeuntes em várias ruas da cidade. Elas são instaladas nas árvores de jardins públicos e canteiros centrais, entre outros locais estratégicos. O lema da turma é ‘Uma mão lava a outra’. 
 
TROCA
De cadeira

Os fabricantes de relógios suíços Bvlgari, TAG Heuer, Hublot e Zenith, que fazem parte do Grupo LVMH – líder mundial em luxo –, se retiram da Baselworld para se juntar a outras marcas principais da indústria relojoeira suíça, como Rolex, Tudor, Patek Philippe, Chanel e Chopard, em Genebra, a partir de 2021. Eles estão considerando vários formatos de eventos potenciais correspondentes à necessidade de apresentar as suas orientações estratégicas e novos produtos aos seus parceiros comerciais – bem como à imprensa internacional – no próximo ano. A Divisão de Relojoaria da LVMH, por um lado, e a Bvlgari, por outro, decidirão sobre os seus planos nas próximas semanas, de acordo com os seus objetivos. Vale ressaltar que a Baselworld é um evento que ocorre há mais de 100 anos. A primeira reunião do forte grupo de marcas está agendada para abril de 2021


VIDA
sem cultura?

Imaginem, por 30 segundos, um mundo sem arte. É a proposta que Afonso Borges faz. Durante 30 segundos só, o que ficaria, o que restaria se ninguém pudesse ouvir música, se os canais de televisão apagassem, se os cinemas, os teatros fechassem, e os atores parassem? E se todos os livros fossem extintos? O que seria da humanidade nesses 30 segundos sem absolutamente nada relacionado à cultura? A Unesco convocou os ministros da Cultura de todo o mundo para criar uma espécie de colchão de subsistência para uma classe que está cada vez mais abandonada nessa pandemia: os trabalhadores da cultura. Já não se trata mais apenas de remunerar, conseguir trabalho ou entrar em um edital. É uma questão da ajuda humanitária. Questão importante e preocupante levantada por Borges. Resta saber o que os governos municipal, estadual e federal farão a respeito.


EMERGENCIAL
Vírus da vadiagem

A distribuição da ajuda de R$ 600 para os trabalhadores autônomos acabou sendo um regalo oportuno para quem não faz nada na vida. Dificil quem não conheça alguém que, mesmo nunca tendo exercido trabalho algum e vivendo nas costas de parentes ou amigos, acabou entrando na fila do banco e ganhando a tal ajuda. Já os donos de pequenas e médias empresas encontram dificuldades imensas para conseguir sua ajuda  – conforme o governo prometeu. A maioria sai dos bancos de mãos vazias.

PAPA
Vestido do pecado

Sempre preocupado com assuntos mais profundos, o papa Francisco acabou falando em moda em uma das suas homilias da Semana Pascal, dizendo que a vaidade da moda é um dos geradores da divisão da sociedade, assim como a fofoca (leia-se fake news) e a ganância. Foi curto e direto: quando alguém disputa quem tem a roupa mais bonita ou cara, contribui para dividir o seu círculo de amizades. Para ele, a fase pós-coronavírus vai modificar um pouco isso.

MODA
Saídas da passarela

A turma da moda anda inquieta com o futuro pós-vírus – tanto aqui quanto lá fora. Em Londres, os organizadores dos desfiles de junho anunciaram plataforma para mostrar o vaivém da passarela via internet, com moda sem gênero, e informações adicionais das coleções com postagem de storytelling,  podcast e muito mais. É algo que pode substituir até os desfiles do prêt-à-porter (em setembro) em toda a Europa. Por aqui, a turma continua apostando na realização da Minas Trend, em outubro, como o start para a nova realidade criada pelo coronavírus.

MODA
Em foco

A modelo e empresária Isabella Fiorentino lança o projeto Moda em Foco, com objetivo de debater temas relevantes sobre o mercado da moda e seus possíveis caminhos futuros. A proposta é reunir profissionais renomados com experiência no universo fashion e de marketing. Com temas como a importância da tecnologia e futuro do mercado da moda, o projeto estava previsto para iniciar em formato físico, reunindo um grupo de convidados para debater os assuntos e desenvolver o conteúdo para o público. Com a quarentena, essas discussões sobre o futuro e as relações dentro do mundo da moda se tornaram mais importantes de ser levantadas. Por conta disso, o formato foi adaptado para lives que serão realizadas no Instagram da Isabella, ainda em abril, duas vezes por semana.



CULTURA
Em casa

A Fundação Clóvis Salgado lançou o projeto #palacioemsuacompanhia, que leva ao público a arte dos corpos artísticos e outras atividades culturais por meio de seus canais de rede social. A novidade da semana passada foi a estreia do Curta no Almoço On-line, projeto do Cine Humberto Mauro bastante concorrido, que agora ganha sua versão para a internet. Outro destaque é a mostra Grandes mestres da comédia, entre 7 e 21 de maio, quando serão exibidos 12 filmes dos icônicos Charles Chaplin, Buster Keaton e Harold Lloyd. Os filmes estarão disponíveis no site da FCS e o público poderá conferir também debates e palestras virtuais com especialistas do tema. 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade