Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas MERCADO S/A

Ibovespa travou? Mercado internacional é o caminho para os investidores

A Avenue, corretora para brasileiros investirem nos Estados Unidos, tem quebrado recordes. Atualmente, a empresa mantém sob custódia cerca de R$ 7 bilhões


19/11/2021 04:00 - atualizado 19/11/2021 07:41

Bolsa de valores dos Estados Unidos
Bolsa de valores dos Estados Unidos oferece possibilidade de ganhos e atrai cada vez mais capitais brasileiros (foto: Spencer Platt/Getty Images/AFP - 15/10/21)
A crise econômica e o desempenho pífio nos últimos dois anos do Ibovespa, o principal índice acionário do país, levaram muitas pessoas a buscar o mercado internacional A Avenue, corretora para brasileiros investirem nos Estados Unidos, tem quebrado recordes. Atualmente, a empresa mantém sob custódia cerca de R$ 7 bilhões. O crescimento impressiona: um ano atrás, o número estava em torno de R$ 1 bilhão. São mais de 400 mil clientes em sua base, volume que agora avança ao ritmo de 1,5 mil contas abertas todos os dias. De fato, o potencial da indústria internacional é imenso.

A participação dos investimentos de brasileiros no exterior em relação ao PIB é modesta se comparada com países emergentes. No final de 2020, essa relação era de 3% no Brasil. No México, 5,8%. Na Rússia, 25,4%. Segundo especialistas, o recomendável é manter entre 20% e 30% da carteira de investimentos no exterior.

Inflação deixa empresário “na corda bamba”

Um empresário brasileiro da área de supermercados diz que, em 30 anos no ramo, nunca sofreu tanto com a inflação. “Está muito difícil negociar preço com fornecedores”, diz. “Se eu repassar todo o aumento de custos para os consumidores, não vendo nada. Se não repassar, perco dinheiro. Sinto que estou na corda bamba.” O executivo afirma que os alimentos são os principais vilões da inflação, mas a alta de preços é percebida em todos os segmentos: “Tudo aumentou – e muito.”

Vendas em shoppings iniciam recuperação

O movimento nos shoppings começa a dar sinais positivos. Segundo pesquisa da Abrasce, a associação do setor, as vendas nominais – sem considerar a inflação do período – subiram 26,4% em setembro diante do mesmo mês do ano passado. Em termos reais, descontada a inflação, o aumento foi de 14,7%. Os números, porém, ainda estão distantes do nível pré-pandemia. Na comparação dos dados com setembro de 2019, o setor contabiliza queda real de 12,4%. O caminho da bonança, portanto, será longo.

Nubank será patrocinador oficial da Copa do Catar

O Nubank está se firmando como uma empresa de estratégias ousadas de marketing. Depois de contratar, por R$ 36 milhões, a cantora Anitta para integrar o seu Conselho de Administração, o banco informou que será patrocinador oficial da Copa de 2022, no Catar. Ao comprar a cota de apoiador regional do torneio – o valor não foi revelado –, o Nubank poderá explorar a marca da competição na América do Sul. A vida está agitada para a fintech, que se prepara para abrir o capital nos Estados Unidos.

Rapidinhas

Seis meses após a derrubada do parágrafo único do artigo 40 da Lei de Patentes, os preços de alguns medicamentos já têm apresentado queda expressiva. Um exemplo é o anticoagulante rivaroxabana. A caixa com 30 comprimidos de 10 mg ficou 42% mais barata: de R$ 259,31 em maio (marca de referência) para R$ 149,39 da versão genérica em setembro.

Os dados são da IQVIA, que identificou também que, com o lançamento do genérico da farmacêutica EMS, o mercado do anticoagulante cresceu 54% em 2021 (em unidades). Entre janeiro e setembro deste ano, farmácias foram abastecidas com 4,58 milhões de caixas de rivaroxabana. Deste total, a EMS forneceu meio milhão.

O grupo Evergrande, um dos maiores conglomerados empresariais da China, começa a se mexer para aliviar os US$ 300 bilhões em dívidas. Uma nova iniciativa foi colocar à venda a sua produtora de filmes e programas de televisão. Em setembro, a crise da Evergrande arrastou mercados acionários no mundo inteiro e colocou em xeque a força da economia chinesa.

A General Motors inaugurou nesta semana a sua segunda fábrica de carros elétricos nos Estados Unidos. Ela fica em Michigan e recebeu investimentos de US$ 2 bilhões. A GM pretende produzir ao menos trinta modelos elétricos até 2025 e deixar de vender modelos a combustão a partir de 2035.

“As vacinas são uma notícia muito boa, e as restrições de oferta serão em grande parte resolvidas depois de meados do ano que vem. Assim, seremos limitados apenas pela logística e pela demanda”

Bill Gates, fundador da Microsoft, sobre a expansão das campanhas de vacinação contra a COVID-19

27ª

posição entre 28 marcas. Foi essa a vexaminosa posição dos SUVs elétricos da Tesla no tradicional ranking produzido pela organização Consumer Reports, que avaliou os veículos de acordo com a sua confiabilidade

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade