Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas MERCADO S/A

Lançamentos imobiliários disparam em 2021 e confirmam bom momento

De janeiro a março, os lançamentos somaram 26,4 mil unidades, o que representa um aumento de 39% em relação ao mesmo período do ano passado


10/06/2021 04:00 - atualizado 10/06/2021 07:37

Desde o ano passado, o setor imobiliário vem registrando crescimento e surpreendendo durante a pandemia(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press - 13/7/18)
Desde o ano passado, o setor imobiliário vem registrando crescimento e surpreendendo durante a pandemia (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press - 13/7/18)
Mais uma boa notícia trazida pelo mercado imobiliário. Depois do bom desempenho em 2020, o setor apresentou resultados sólidos no início de 2021. De janeiro a março, os lançamentos somaram 26,4 mil unidades, o que representa um aumento de 39% em relação ao mesmo período do ano passado. No acumulado dos últimos 12 meses, o avanço foi de 10%. Segundo a Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), que realizou o estudo em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), a procura por imóveis maiores em tempos de home office e os juros baixos dos financiamentos tiveram peso importante na performance do setor.

“Ninguém esperava que o mercado imobiliário teria o comportamento observado na pandemia”, diz Luiz França, presidente da Abrainc. “Foi uma surpresa muito grande para economistas, empresários e investidores.” O executivo ressalta que a expansão se deu em todas as faixas de renda, o que é mais um sinal do vigor do segmento.

Empresas de saneamento não se enquadram no Novo Marco Legal

A consultoria GO Associados fez um levantamento que confirma a ineficácia das companhias públicas. De acordo com o estudo, 10 das 26 empresas estaduais de saneamento não cumprem os requisitos financeiros mínimos exigidos pelo Novo Marco Legal do Saneamento, que entrou em vigor em julho do ano passado. Entre outros quesitos, a consultoria analisou nível de endividamento, geração de caixa e capacidade para investir. A privatização pode ser o caminho mais curto para a recuperação dessas empresas.

Americanas reduz tempo de entrega de produtos da China

A Lojas Americanas adotou uma estratégia agressiva para reduzir o tempo de entrega de produtos de origem chinesa. A partir da próxima semana, a varejista amplia a operação de encomendas internacionais com cinco voos semanais diretos de Hong Kong ao aeroporto internacional de Guarulhos, em São Paulo. Segunda a empresa, a iniciativa reduzirá o prazo para o recebimento de mercadorias do país asiático de 21 para 11 dias. A divisão Americanas Mundo, de produtos estrangeiros, cresceu 170% em 2020.

Se você acertar, alguns anos depois de uma invenção surpreendente a nova coisa se torna normal. Pessoas bocejam. E esse bocejo é o maior elogio que um inventor pode receber

Jeff Bezos, em sua última carta aos acionistas como CEO da Amazon, ao falar sobre inovação. O bilionário agora será presidente do Conselho de Administração da empresa

 

Ambev desiste da Copa América

Dois importantes patrocinadores do futebol brasileiro desistiram de associar suas marcas à Copa América. No início da semana, a Mastercard avisou que ficaria fora do torneio “após análise criteriosa”. Ontem, foi a vez de a Ambev tirar o time de campo. “A companhia segue com seu compromisso e apoio ao futebol brasileiro”, escreveu a cervejaria em lacônico comunicado. Verdade seja dita: o campeonato de seleções do continente não poderia ocorrer em momento pior.

US$ 250 bilhões

é o valor do pacote aprovado pelo Senado dos Estados Unidos para impulsionar os gastos do governo com inovação. Os americanos estão preocupados com o avanço da China na área de tecnologia

RAPIDINHAS

  • O Brasil caiu do 4º para o 7º lugar no tradicional ranking de empreendedorismo do Global Entrepreneurship Monitor (GEM). Em 2020, a taxa de empreendedorismo no país foi de 31,6%, o menor patamar dos últimos oito anos. O índice é calculado a partir da proporção da população que possui uma empresa ou está envolvida na criação de um negócio.

  • Diversas pesquisas mostram que empresas que promovem diversidade são mais lucrativas. Nem todos os líderes, porém, concordam com isso. Segundo estudo da consultoria United Minds, que entrevistou executivos dos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido, 39% deles consideram esse tipo de agenda perda de tempo e dinheiro.

  • A operação brasileira da britânica Unilever se uniu à plataforma de entrega iFood para estimular o consumo de receitas vegetarianas. Para participar, os restaurantes deverão incluir em seus cardápios produtos selecionados pela companhia para a ação. A Unilever quer se tornar referência nessa área no mundo.

  • Lembra da Superliga da Europa, torneio que seria formado apenas pelos clubes mais ricos do continente? A ideia não só fracassou como começa a trazer prejuízos para os times envolvidos. A Premier League, entidade que administra o futebol inglês, multou em R$ 150 milhões as seis equipes que ajudaram a levar a ideia adiante.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade