Continue lendo os seus conteúdos favoritos.
Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Belo Horizonte entre os destinos preferidos dos estrangeiros

A capital mineira foi o município brasileiro que mais subiu em popularidade entre viajantes internacionais


postado em 24/04/2019 06:00 / atualizado em 24/04/2019 10:43

(foto: Arte/Soraia Piva)
(foto: Arte/Soraia Piva)

Dados compilados pelo Hotel Price Index (HPI), indicador da Hoteis.com que analisa as variações no valor das diárias ao redor do mundo, mostram que Belo Horizonte entrou no radar dos turistas estrangeiros, consolidando-se como um dos principais destinos do país. A capital mineira foi o município brasileiro que mais subiu em popularidade entre viajantes internacionais. Em 2017, Belo Horizonte ocupou o décimo lugar na lista. Em 2018, saltou para sexto. A média do valor desembolsado pelos turistas foi de R$ 234, aumento de 14% ante o ano anterior. Se Belo Horizonte avançou no ranking, Brasília está entre os destinos que mais caíram. Segundo o mesmo estudo, a capital federal perdeu cinco colocações na lista das cidades mais populares, ocupando agora o 11º lugar. O levantamento ainda detectou que Brasília tem os hotéis de luxo mais baratos do Brasil. Para o público brasileiro, a cidade apresentou, em 2018, valor médio de R$ 328 nas diárias dos empreendimentos cinco estrelas.

Vulcabras vai produzir linha Under Armour no Brasil

Dona de marcas como Olympikus e Azaleia, a Vulcabras vai produzir no Brasil peças da grife americana de esportes Under Armour. O primeiro lote acaba de sair da fábrica em Horizonte, no Ceará, onde a companhia já produziu artigos para a Reebok. Criados pela Vulcabras, em parceria com a Under Armour global, os produtos foram desenvolvidos especialmente para o mercado brasileiro e as vendas começam no fim de abril.

Os próximos passos de Pedro Parente

Ex-presidente da Petrobras, Pedro Parente já definiu seu primeiro passo profissional quando deixar de acumular os cargos de CEO e chairman da BRF. O executivo se tornará sócio da EB Capital, gestora de private equity de Duda Sirotsky, Pedro Melzer e Luciana Ribeiro, assumindo também a função de chairman da gestora. Entre as empresas investidas da EB Capital está a Sumicity, uma das maiores companhias de fibra ótica do Brasil.

Suco de laranja brasileiro perde espaço

Os negócios não vão bem nos laranjais do país. O suco de laranja brasileiro registrou uma queda de 13% no comércio internacional nos nove primeiros meses da safra 2018/2019. Foram exportadas 741 mil toneladas ante 855,8 mil no mesmo período da safra 2017/2018. Até agora, o volume exportado nesta temporada rendeu US$ 1,3 bilhão, queda de 12% em relação à safra anterior, de acordo com a Associação Nacional dos Exportadores de Sucos Cítricos (CitrusBR).

Rapidinhas


A Netflix, maior plataforma de streaming do mundo, pretende ampliar suas produções originais em língua não-inglesa. Em 2018, foram 35. Em 2019, o plano é chegar a pelo menos 100. Séries e filmes em português fazem parte desse pacote. Segundo a turma da área de cultura, a estratégia da Netflix deverá impulsionar o mercado audiovisual no Brasil.

A Avast, líder global em produtos de segurança digital, descobriu que os usuários domésticos de computadores com o sistema operacional Windows 7, 8 e 10 têm 20% de chance de ter seus PCs devassados por hackers. Afeganistão, Irã e China estão no topo da lista dos países mais expostos a riscos.

A Luminae, maior empresa de iluminação profissional do país, planeja fechar 2019 com faturamento de R$ 190 milhões, o que representará crescimento de 50% ante 2018. A projeção está ancorada em investimentos aportados pelo GEF Capital, gestora de private equity que assumiu 40% da empresa em 2017.

Levantamento da Sodexo revelou que 53% dos brasileiros acreditam que seu propósito de vida está conectado ao trabalho atual. A pesquisa, realizada entre março e abril, com mais de 1 mil pessoas em todo o país, ainda apontou que 83% dos entrevistados consideram que a atividade profissional que exercem contribui para melhorar a qualidade de vida de outras pessoas.

US$ 52 bilhões são as receitas anuais de todos os estádios de futebol do mundo, segundo estudo do consultor Amir Somoggi. O Brasil responde por apenas 0,5% desse valor

“Já tocamos o fundo do poço e 2018 ensaiou uma retomada. Em 2019, as coisas estão melhores, porque a confiança voltou”
Daniel Cherman, presidente no Brasil da gestora e operadora de imóveis de alto padrão Tishman Speyer


Publicidade