SIGA O EM

Veja como votaram os deputados de MG na reforma trabalhista

O texto segue agora para o Senado e faz mudanças em mais de 100 artigos da CLT

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1119122, 'arquivo_grande': '', 'credito': '', 'link': '', 'legenda': '', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2017/04/27/865396/20170427112935617848u.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 27/04/2017 07:37 / atualizado em 27/04/2017 11:29

Iracema Amaral

O plenário da Câmara dos Deputados encerrou na madrugada desta quinta-feira a votação da reforma trabalhista. O texto foi aprovado após a rejeição de dez destaques apresentados pelos partidos de oposição e de partidos da base aliada que pretendiam modificar pontos do projeto.


Outros destaques que seriam votados nesta quinta-feira foram retirados e o texto segueagora para votação do Senado. A sessão que aprovou a reforma foi aberta na manhã dessa quarta-feira e foi encerrada às 2h06.

Veja como votaram os deputados de Minas:

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
DamoSuzuki
DamoSuzuki - 28 de Abril às 10:53
Leonardo Quintão e Marcelo Aro, então, estes são 100% previsíveis. Duas latas de lixo.
 
marcelo
marcelo - 28 de Abril às 08:51
Vamos divulgar nas redes , tirar cópias , distribuir , para que esses que votaram a favor dessa reforma e desse governo corrupto , não sejam reeleitos , ano que vem terão o troco .
 
amauri
amauri - 28 de Abril às 10:46
Se o coordenador do maior roubo jamais visto na história deste país está bem nas pesquisas. Os políticos irão preocupar porque apenas votou na reforma.
 
Full
Full - 27 de Abril às 17:19
Pelo menos, os golpistas têm coerência nos seus votos. Estão sempre na contramão da vontade popular. Depois que jogaram no lixo o voto de 54 milhões de brasileiros, acabar com seus direitos trabalhistas é o de menos.
 
ROBSON
ROBSON - 27 de Abril às 15:49
o trabalhador só leva ferro, deram mais poder aos sindicatos que são manipulado pelas empresas, deveriam melhorar a CLT, e não diminuir o pode dela. além de determinar contra partida dos sindicatos ao valores recebidos dos trabalhadores.
 
Rondinelli
Rondinelli - 27 de Abril às 15:48
É triste ver Delegado Edson Moreira e Tenente Lúcio votarem contra o povo, são dois candidatos que realmente sabem as dificuldades do povo no dia a dia com a falta de segurança e etc e agora querem ver o povo ralar até fim da vida na base da chibata se não nos bastavam as coronhadas que levamos com a violência urbana....lamentável. Quanto aos outros políticos lembre-se quem colocou vcs aí foram esses que vcs votaram para a favor dessa lei absurda.
 
Sândalo
Sândalo - 27 de Abril às 15:22
Parabéns aos que votaram a favor da reforma da legislação trabalhista, uma legislação que se preste regula o tempo atual e futuro e não o tempo passado. Meu Deputado votou não, está registrado...perdeu um eleitor. Nós precisamos ter apreço pelo trabalho, produção/geração de riqueza. O que vemos é um pais miserável em suas atitudes e onde grande maioria de seu povo vive preocupada com Direitos...Direitos...Direitos...É sempre o Dever do outro e o direito meu. Menos Estado, menos "funcionalismo" público, menos intervenção, mais sociedade civil, mais TRABALHO digno.
 
ÉRIKA
ÉRIKA - 27 de Abril às 14:06
Parabéns pra quem já está com a vida ganha! Direitos conquistados em anos de lutas e trabalhos, estão indo para o ralo ...
 
Carlos
Carlos - 27 de Abril às 09:42
Trabalhadores mineiros: gravem os nomes daqueles deputados que usurparam seus direitos! Muitos votaram nestes golpistas..........
 
Ana
Ana - 27 de Abril às 13:09
Eu já imprimi a lista nominal, com certeza terão o troco a altura.
 
Eduardo
Eduardo - 27 de Abril às 09:39
Parabéns aos deputados que votaram favoravelmente à reforma. Uma pena que ela não tenha sido mais profunda, mas já é um avanço para uma legislação mais moderna e próxima dos países mais desenvolvidos do mundo.
 
Geraldo
Geraldo - 27 de Abril às 16:59
Acontece que nos países avançados, você recebe por hora trabalhada e ela é paga em dólar ou euro. Além do mais, nos países avançados, existe justiça social e a corrupção não é tão descarada como é no Brasil. Aqui, meu caro, vamos receber em real e a hora vai custar 3 reais e os patrões vão deitar e rolar. Da-lhe senzala.
 
Angelo
Angelo - 27 de Abril às 09:22
logo veremos ! o mercado reagiu ! O PIB subiu ! investidores voltam ão Brasil ! a bolsa deu um salto até hoje nunca visto ! só que é fruto do roubo do suor e do sacríficio de nossos trabalhadores !
 
Angelo
Angelo - 27 de Abril às 09:16
Estamos construindo uma sociedade composta por trabalhadores autônomos que a partir da aprovação dessa reforma passarão a vender sua força de trabalho , sem nenhum vinculo ou beneficio , sem férias ou direitos.