SIGA O EM

Pimentel entrega medalhas da Inconfidência em Ouro Preto

De acordo com o governo do estado, 134 dos 170 homenageados compareceram à cerimônia

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1118029, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Alexandre Gusanzhe/EM DA Press', 'link': '', 'legenda': '', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2017/04/21/863962/20170421110538893773e.jpg', 'alinhamento': 'left', 'descricao': ''}]

postado em 21/04/2017 11:02 / atualizado em 21/04/2017 12:03

Estado de Minas

Alexandre Gusanzhe/EM DA Press
Em cerimônia, na manhã desta sexta, o governador Fernando Pimentel (PT)  entrega em Ouro Preto as medalhas da Inconfidência a personalidades que considera terem prestado relevantes serviços a Minas Gerais.

De acordo com o governo do estado, 134 dos 170 homenageados compareceram à cerimônia. A artista e cantora Fernanda Takai e o técnico do Cruzeiro, Mano Menezes, estão entre as personalidades que receberam das mãos de Pimentel a Grande Medalha. A vereadora de Belo Horizonte, Áurea Carolina (PSOL), também foi agraciada pelo governador.

Dos seis governadores convidados, participou o de Alagoas, Renan Calheiros Filho, que recebeu a grande medalha. Também foram convidados para receber a comenda os governadores do Maranhão,  Flavio Dino (PCdoB),  Tião Viana (PT), do Acre e Rui Costa (PT), da Bahia – todos citados pelos delatores da Odebrecht como destinatários de recursos de caixa 2. Faltaram ainda os governadores Camilo Santana, do Ceará, e Ricardo Coutinho, da Paraíba, e o deputado Adalclever Lopes, presidente da ALMG. Os atores Marieta Severo, Wagner Moura, Camila Pitanga e Gregório Duvivier também se abstiveram de ir a Ouro Preto.

Este ano, o governo de Minas editou decreto para poder dar mais medalhas, mas segundo o Palácio isso não gerou custo adicional. O grande homenageado seria o ex-presidente Luiz Inácio da Silva (PT), mas ele desistiu de vir para se preservar do momento político desfavorável. Em seu lugar, o governo entregou o grande colar in memorian para o ex-presidente sa África do Sul, Nelson Mandela. Quem recebeu a homenagem foi o embaixador da África no Brasil Ntshikiwane Mashimbye.

 

Com informações de Juliana Cipriani

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600