SIGA O EM

Capa do EM repercute nas redes sociais

A publicação que destaca o contraste entre a comoção pela tragédia com a Chapecoense e a indignação com os deputados que decidiram desfigurar o pacote anticorrupção teve milhares de compartilhamentos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1089795, 'arquivo_grande': '', 'credito': '', 'link': '', 'legenda': '', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/12/01/829143/20161201144206232607u.jpg', 'alinhamento': 'left', 'descricao': ''}, {'id_foto': 1089796, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Reprodu\xe7\xe3o Instagram ', 'link': '', 'legenda': '', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/12/01/829143/20161201144307911012e.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 01/12/2016 14:35 / atualizado em 01/12/2016 18:43

Francelle Marzano

Publicada na edição de hoje, a capa do Estado de Minas, que destaca o contraste entre a comoção pela tragédia com a Chapecoense na Colômbia e a indignação com os deputados que decidiram desfigurar o pacote anticorrupção proposto pelo Ministério Público, viralizou nas redes sociais. Foram milhares de compartilhamentos até o fim da tarde. Com o título “Enquanto nós choramos... Eles riem das nossas caras”, a publicação alcançou, até as 18h, mais de 266 mil pessoas nos perfis oficiais do Estado de Minas e Portal Uai no Facebook, com mais de 3 mil compartilhamentos e mais de 12 mil reações.
 
No Twitter (@em_com e @portaluai), também até 18h, a capa foi vista por mais de 30 mil pessoas e teve mais de 5 mil engajamentos, entre retuítes e outras interações. No mesmo período, a capa também foi compartilhada em grupos de WhatsApp e fez sucesso no perfil do jornal no Instagram (@emimagem), com quae 400 curtidas. 
 
Em seu perfil no Instagram, a atriz Ingrid Guimarães (ingridguimaraesoficial) compartilhou a imagem da capa com a legenda que diz: "Não tô conseguindo postar coisas fofas. Tô revoltada e tenho obrigação de usar meu espaço enquanto artista pra falar desses ratos que se reuniram na calada da noite, enquanto a gente chorava, pra aprovar leis que impedem o trabalho da Justiça contra a corrupção. Compartilhem nas suas redes, reclamem ! Só a nossa voz pode mudar alguma coisa". Somente no perfil da artista a imagem recebeu mais de 7 mil curtidas e mais de 150 comentários. Também no Instagram, o DJ Marlboro, um dos grandes nomes do funk nacional, compartilhou a capa e manifestou sua indignação com a decisão dos deputados: “Covardes! Sem escrúpulos!”. 

Nos perfis oficiais do EM (www.facebook.com/estadodeminas) e do Portal Uai (www.facebook.com/Portaluai), centenas de leitores afirmavam que a publicação conseguiu traduzir o que sente o povo brasileiro neste momento. “Ótima capa do Estado de Minas. Resumiu perfeitamente meu sentimento”, disse Daniel Domingos Moura Nogueira, no perfil do Estado de Minas. “Uma capa sensacional para um dos momentos mais lastimáveis da história do país”, comentou Giordano Bruno. “O Estado de Minas manda muito bem”, elogiou Amanda Lima. Professor de Desenho na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFRJ, Flavio Pessoa analisou no Facebook: “A melhor primeira página de todas”. “Essas canalhas são tão baixos que se aproveitaram de uma tragédia e na calada da noite para fazer essa sacanagem”, lembrou Edson Lacerda (@mottalacerda), no Twitter. 
 
Também pela rede social, o comentarista esportivo Vitor Sergio opinou: “O jornalismo vive com a capa do Estado de Minas”. Outro jornalista, o narrador Luiz Alano, comentou: “A capa do jornal Estado de Minas retrata exatamente o momento que vivemos”. No perfil do Portal Uai, a leitora Leticia Camarano parabenizou o jornal e ainda lembrou a cobertura da tragédia de Mariana, no ano passado. “Parabéns pela capa! O jornal Estado de Minas tem sido o jornal mais amigo do povo. Lembro da cobertura diária por meses da tragédia da Samarco em Mariana. Todo o meu respeito”, afirmou. 
 
Ganhador do Prêmio Esso de Primeira Página em 2013 pelo trabalho em homenagem ao arquiteto Oscar Niemeyer, o Estado de Minas tem se destacado ao apostar em capas marcadas pela ousadia e criatividade. Em novembro do ano passado, a capa que citava versos da música Que país é este, da Legião Urbana, teve dezenas de milhares de compartilhamentos e levou o nome do jornal a figurar no Twitter entre os assuntos mais comentados no mundo. Este ano, duas capas – uma, inspirada nos traços geométricos do artista holandês Pietr Mondrian, e outra, com ilustração sobre o Congresso Nacional – ganharam reconhecimento internacional com prêmios de design editorial pelo European Newspaper Award. Sobre o trabalho de hoje, desenvolvido pela equipe da primeira página da redação, o leitor Daniel Leal resumiu no Facebook: “Nosso sentimento em uma capa de jornal. Valeu, Estado de Minas!”.
 
Confira abaixo algumas reações nas redes sociais: 
 
 
Reprodução Instagram
 
 
 
 
 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600