SIGA O EM

Gilmar bate de frente com Moro e elogia pacote anticorrupção aprovado pela Câmara

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 01/12/2016 14:13 / atualizado em 01/12/2016 15:09

Agência Estado

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), bateu de frente com o juiz federal Sergio Moro ao elogiar o papel dos deputados na aprovação do pacote anticorrupção, que ocorreu nessa quarta-feira. Gilmar avaliou que a Câmara "andou bem" ao retirar do projeto itens que tratam de habeas corpus e aceitação de provas ilícitas.

Moro e Gilmar participam neste momento de um debate no Senado sobre o projeto que atualiza a lei do abuso de autoridade.

"A Câmara fez bem em rejeitar a questão do habeas corpus. Nesse ponto, a Câmara andou bem em rejeitar habeas corpus, a prova ilícita. Se esse projeto tivesse sido aprovado, isso acabava com o habeas corpus como o conhecemos", disse Gilmar.

Ele também menosprezou o apoio popular que o pacote das dez medidas anticorrupção, apresentado pelo Ministério Público Federal (MPF), recebeu, reunindo mais de dois milhões de assinaturas. "Duvido que esses dois milhões de pessoas tivessem consciência disso, ou de provas ilícitas, lá no Viaduto do Chá (SP). Não vamos canonizar iniciativas populares", ironizou.

O ministro ainda criticou o vazamento de gravações por autoridades. Em março, foram vazadas na imprensa gravações autorizadas por Moro entre a ex-presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula. "Há vazamentos, e é preciso dar nome pelo nome (que é)", provocou Gilmar.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
alvaro
alvaro - 02 de Dezembro às 10:06
Sem noção
 
AFONSO
AFONSO - 02 de Dezembro às 08:55
Só é a favor dos corruptos quem é corrupto ou foi corrompido, tem rabo preso e não pensa no povo brasileiro, só pensa nele, depois nele e depois nele de novo, mas se Deus quiser iremos ver estes corruptos na cadeia.
 
Marcilio
Marcilio - 01 de Dezembro às 15:43
Inacreditável! Ministro do Supremo apoia ações dos deputados na calada da noite!!! Que país é este???
 
ROBSON
ROBSON - 01 de Dezembro às 15:23
Em alguns casos os fins justifica os meios, ao meus ver um Juiz deveria tomar decisões somente com base nas Leis, sem analisar o conjunto da obra, não cumpre seu papel, esse é caso dos membros do STF, se não houvesse a ousadia do Juiz de divulgar a conversa da Dilma e Lula, hoje muitos desses vagabundos não estaria na cadeia.
 
Elias
Elias - 01 de Dezembro às 15:20
Esse gilmar é uma vergonha para o judiciário.
 
SAMUEL
SAMUEL - 01 de Dezembro às 15:14
Duas antas, Moro e Gilmar Mendes.
 
natal
natal - 02 de Dezembro às 08:50
e voce o otario
 
Roberto
Roberto - 01 de Dezembro às 14:51
Diga uma novidade ! Gilmar Mendes viu que começará a sobrar para o PSDB e seus protegidos, logo partiu para o ataque. A corrupção é a chaga deste País!
 
EVANDRO
EVANDRO - 01 de Dezembro às 14:39
Este senhor (Gilmar Mendes) presta um desserviço a nação brasileira no STF, lamentável que o judiciário tenha um senhor dessa espécie.