SIGA O EM

'Demissão de Geddel é para proteger Temer', diz Lindbergh Farias

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 25/11/2016 13:49

Agência Estado

Brasília, 25 - O líder da oposição, Lindbergh Farias (PT-RJ), rechaçou a demissão do ministro Geddel Vieira Lima após agravamento da crise com o ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero, que também denunciou sofrer pressão do presidente Michel Temer. De acordo com Lindbergh, a demissão de Geddel é uma tentativa de proteger o presidente.

"A demissão de Geddel não é solução para essa crise. Geddel tem, sim, que ser demitido pelas acusações que sofreu, mas sua demissão não pode servir para abafar o envolvimento de Michel Temer, que também tem que responder pelos seus erros", afirmou. De acordo com o líder da oposição, Temer defendeu interesses privados e também tem parte na crise denunciada por Calero.

Lindbergh se reuniu nesta sexta-feira, 25, no plenário do Senado com outros apoiadores da ex-presidente Dilma Rousseff, como a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e Roberto Requião (PMDB-PR). Os senadores discutiram as notícias relacionadas ao caso Geddel e as eventuais punições para o ministro e o presidente.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
José
José - 25 de Novembro às 17:25
É claro que sim ! ! ! Estou curioso para ver o CAO-PORTAMENTO DO MP e do """""grande""""" MURO, quer dizer, MORO ! Vamos ver o quanto eles querem, de verdade, passar o país a LIMPO. ======> O B S E R V E M O S ! ! !